Armazenamento de luz coerente em memórias quânticas (NOT428)

Um problema que ocorre quando se transmite informação na forma de luz modulada através de fibra óptica é relativo às perdas de fótons. A intensidade da luz que transporta o sinal diminui com a distância.

Uma descoberta interessante foi publicada num artigo na revista Nature pelos pesquisadores Prof. LI Chuanfeng e ZHOU Zongquan da Universidade de Ciência e Tecnologia da China (USTC), onde eles relatam que conseguiram estender o tempo de armazenamento de memórias ópticas para perto de 1 hora.

Com isso, eles quebraram o recorde anterior de um minuto, conseguido por pesquisadores alemães em 2013.

Com essa expansão do tempo, chegando na casa de horas, um passo importante foi dado a elaboração de memórias quânticas e também possibilitando a transmissão de informações passando do modo clássico através da luz para um novo canal quântico.

Na figura 1 temos o diagrama de energias e o equipamento experimental.

 

Figura 1 – Images do site originalda revista Nature
Figura 1 – Images do site originalda revista Nature | Clique na imagem para ampliar |

 

Artigo original em inglês em: https://www.nature.com/articles/s41467-021-22706-y

 

 


Opinião

Novos tempos (OP213)

O mundo mudou. Depois da pandemia e também da guerra na Ucrânia o mundo será outro. Estamos presenciando e percebendo isso. Já não somos mais os mesmos.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia