O Site do Hardware Livre - OSHW

Regulador de Velocidade DC (MEC174)

Existem aplicações em que é preciso ajustar a velocidade de um motor e mantê-la constante mesmo quando a carga varia. O circuito apresentado não é um controle mas sim um regulador de velocidade para pequenos motores que atende as exigências citadas.

Controles de velocidades de pequenos motores aplicam uma tensão num motor que se mantém constante mesmo quando a carga varia exigindo assim mais corrente.

Estes controles podem manter a velocidade dentro de uma certa faixa, mas não são ideais para uma aplicação mais precisa onde é importante manter a rotação para uma carga constante dentro de um limite.

O circuito que propomos atende a esta finalidade sendo indicado para pequenos motores de 12 V com corrente em torno de 100 mA.

Uma vez ajustada a velocidade do motor por meio de P1, este circuito "sente" pequenas variações da corrente, compensando-as de modo que a rotação se mantenha constante.

Trata-se de circuito ideal para automatismos, robótica, controles remotos e outras aplicações que exigem de um motor comum certa constância na sua rotação.

 

CARACTERÍSTICAS

Tensão de alimentação: 12 V c.c.

Corrente no motor: 100 mA

 

COMO FUNCIONA

Q2 funciona como um sensor de corrente via D1 e D2 realimentando Q1 que controla a corrente principal no motor.

P1 ajusta a velocidade inicial e portanto a corrente central do circuito.

Variações em torno do valor central da corrente são sentidas via D1 e D2 por Q2 que aumenta ou diminui sua condução controlando Q1.

Desta forma, o que se faz é ajustar P1 para a rotação desejada e deixar que o circuito compense as variações.

C1 proporciona uma certa inércia ao circuito, evitando que transientes ou variações muito rápidas de corrente, como as provocadas pela comutação das escovas sejam sentidas pelo circuito e causem variações na saída.

 

MONTAGEM

Na figura 1 damos o diagrama completo deste regulador.

 

 

   Figura 1 – Diagrama completo do regulador
Figura 1 – Diagrama completo do regulador

 

 

Na figura 2 temos a disposição dos componentes numa placa de circuito impresso.

 

 

Figura 2 – Placa de circuito impresso para a montagem
Figura 2 – Placa de circuito impresso para a montagem

 

 

O transistor Q1 deve ser dotado de radiador de calor.

Os resistores são todos de 1/4 W com 5% ou mais de tolerância e os eletrolíticos são para 16 V ou mais.

Os diodos admitem equivalentes, assim como os transistores.

 

PROVA E USO

Basta ligar a unidade a uma fonte de alimentação e ajustar P1 para que o motor gire na velocidade desejada.

Pequenas variações da tensão de entrada não devem afetar a rotação do motor.

Comprovado o funcionamento é só instalar o aparelho.

 

Semicondutores:

Q1 - TIP42 - transistor PNP de potência

Q2 - BC548 ou equivalente - transistor NPN de uso geral

D1 e D2 - 1N4002 - diodos de silício

 

Resistores: (1/4 W, 5%)

R1 - 1 k Ω

R2 - 2,7 Ω

R3 e R5 - 470 Ω

R4 - 100 Ω

P1 - 1 k Ω - trimpot

 

Capacitores: (eletrolíticos para 16 V)

C1 - 100 µF - eletrolítico

C2 - 220 µF - eletrolítico

 

Diversos:

M - motor de 12 V x 100 mA

Placa de circuito impresso, radiador de calor, etc.

 

 

Opinião

Chegamos a 2018 (OP175)

Muitas coisas são prometidas para este ano. Temos a esperança de que ocorram mudanças onde elas devem ocorrer e esperamos que o desenvolvimento tecnológico de nosso país avance de modo a podermos estar emparelhados ou à frente dos principais países do mundo. Isso depende de nós e para ajudar neste propósito continuamos a fornecer mais e mais conteúdo para nosso site.

Leia mais...

BUSCA DATASHEET

N° do componente->   (Como usar este quadro de busca)


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)