O Site do Hardware Livre - OSHW

Trêmulo tipo UAU-UAU (ART462)

Este artigo é antigo, mas pode ainda ser montado com facilidade pelos componentes que utiliza. Além disso é muito simples e seu custo é muito baixo, sendo indicado para i9niciantes, estudantes de cursos técnicos e de iniciação tecnológica. O circuito é intercalado entre o captador de um violão ou guitarra e a entrada do amplificador, produzindo um efeito modulado. Trata-se portanto de um simples pedal de efeitos. O circuito é alimentado por bateria de 9 V que, pelo baixo consumo terá excelente durabilidade. O projeto foi publicado numa seção denominada Mini Projetos numa revista de 1996. As variações de som produzidas pelo circuito ajudarão a dar um novo colorido ao seu conjunto musical.

Conectando-se o captador de violão ou guitarra a um amplificador de boa potência já se pode ter um som de boa intensidade. Entretanto, se o amplificador for simples, não teremos nada de novo, pois a reprodução será apenas do som original.

No entanto, o leitor que possui um amplificador simples e um instrumento pode ter sons diferentes se agregar o aparelho que descrevemos neste artigo.

O circuito de efeitos que descrevemos também pode ser intercalados entre microfones comuns e amplificadores, gravadores e transmissores para obtenção de efeitos especiais.

 

COMO FUNCIONA

Basicamente um circuito de trêmulo nada mais é do que um oscilador de muito baixa frequência (4 a 16 Hz) e que, sendo conectado entre o captador do instrumento e o amplificador, faz variar no mesmo ritmo que suas oscilações, a amplitude ou intensidade do som produzido. Em suma, para uma determinada nota, em lugar dela soar de modo constante, sofre "altos e baixos" produzindo um efeito especial semelhante a um UAU-UAU, daí o nome deste efeito também ser conhecido como WOW-WOW, WA-WA ou ainda UAU-UAU. Na figura 1 mostramos o som original e a forma final que obtemos com o aparelho.

 

O efeito de trêmulo para um som puro.
O efeito de trêmulo para um som puro.

 

O circuito é formado por dois setores: um oscilador e o pré-amplificador que é modulado em amplitude pelo sinal do oscilador.

É importante não confundir o efeito de trêmulo com o efeito de vibrato, em que temos variações do sinal amplificado em frequência e não em amplitude.

O oscilador tem por base os transistores Q2 e Q3 que formam um amplificador com uma rede de rotação de fase formada pelos capacitores C5, C6 e C7 que, em conjunto com os resistores R12, R13 e R15 e o potenciômetro R12 determinam a frequência de oscilação do circuito.

O sinal de oscilador é aplicado diretamente na base de Q1 de forma controlada pelo potenciômetro R9. Este potenciômetro controla então a profundidade da modulação obtida.

O ganho da etapa amplificadora é determinado pelos resistores de polarização de Q1.

Veja que este circuito tem uma alta impedância de entrada. Se o captador ou microfone usado for de baixa impedância deve ser usado um casador de impedâncias ou pré-amplificador.

Na figura 2 temos um circuito simples de casador de impedâncias que pode ser usado com este efeito, se o leitor notar que ele não funciona com seu captador pelos motivos indicados.

 

Um pré-amplificador com entrada de baixa impedância (4 a 100 ohms).
Um pré-amplificador com entrada de baixa impedância (4 a 100 ohms).

 

A alimentação do circuito pode ser feita com 4 pilhas pequenas e seu consumo é bastante baixo.

Uma chave de 2 pólos x 2 posições é incluída no projeto para se retirar o circuito de efeitos quando não quisermos sua operação, fazendo com que o sinal passe diretamente do captador para o amplificador.

 

MONTAGEM

O diagrama completo do aparelho é mostrado na figura 3.

 

Diagrama completo do trêmulo.
Diagrama completo do trêmulo.

 

A disposição dos componentes numa pequena placa de circuito impresso é mostrada na figura 4.

 

Placa de circuito impresso do trêmulo.
Placa de circuito impresso do trêmulo.

 

É importante que a caixa usada para o aparelho seja de metal e ligada ao negativo da alimentação para servir de blindagem. Como o circuito trabalha com sinais fracos esse procedimento é importante para se evitar a captação de zumbidos.

Os resistores são todos de 1/8 W ou maiores, os capacitores têm os tipos preferenciais indicados na relação de materiais e para entradas e saídas de sinais devem ser usados jaques apropriados, conforme os instrumentos e os cabos disponíveis para interligação ao amplificador ou outro equipamento.

Os transistores admitem equivalentes como os BC547 e BC549.

Se o leitor quiser usar um pedal para acionar o efeito com facilidade apenas em determinados instantes, ele consiste num simples interruptor ligado entre os pontos X e Y do diagrama.

Outra possibilidade consiste em manter o circuito acionado e controlar por meio de um pedal a profundidade da modulação. Neste caso, o potenciômetro de modulação será acoplado a um sistema mecânico que possa ser acionado com o pé.

 

PROVA E USO

Conforme explicamos o circuito de efeito deve ser intercalado entre o captador, microfone ou outra fonte de sinal e o amplificador.

Se notar baixo volume, é porque será preciso casar a impedância da fonte de sinal que pode ser de baixa impedância.

Ligue o amplificador e ajuste os controles do circuito de efeito para obter uma variação da intensidade do som que está sendo reproduzido.

As oscilações do circuito podem ser conferida com a simples conexão de um multímetro ao coletor de Q2. A oscilação da agulha do instrumento mostra que o oscilador está funcionando.

 

Semicondutores:

Q1, Q2, Q3 - BC548 ou equivalente - transistores NPN de uso geral


Resistores: (1/8W, 5%)

R1, R2, R4 - 47 k ? - amarelo, violeta, laranja

R3 - 1,5 M ? - marrom, verde, verde

R5 - 390 ? - laranja, branco, marrom

R6 - 150 ? - marrom, verde, marrom

R7 - 5,6 k ? - verde, azul, vermelho

R8 - 56 k ? - verde, azul, laranja

R9 - 1 k ? - potenciômetro

R10 - 1 k ? - marrom, preto, vermelho

R11 - 10 k ? - marrom, preto, laranja

R12 - 47 k ? - potenciômetro

R13 - 2,2 k ? - vermelho, vermelho, vermelho

R14, R15 - 22 k ? - vermelho, vermelho, laranja

R16 - 4,7 k ? - amarelo, violeta, vermelho


Capacitores:

C1, C4 - 2,2 µF/12 V - eletrolítico

C2, C8 - 47 µF/12 V - eletrolítico

C3 - 22 nF - cerâmico ou poliéster

C5, C6, C7 - 4,7 µF/12 V - eletrolítico


Diversos:

S1 - Interruptor simples

S2 - Chave de 2 pólos x 2 posições

B1 - 6 V - 4 pilhas pequenas

Placa de circuito impresso, caixa para montagem, suporte de pilhas, botões para os potenciômetros, jaques de entrada e saída, fios, solda, etc.

 

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Novidades de Outubro (OP196)

Ainda repercutindo nosso mês de aniversários, completamos o mês com a participação da IoT Latin America 2019 onde atendemos nossos amigos no estande da Mouser Electronics. Como sempre, tivemos a satisfação de encontrar amigos, colaboradores e clientes, trocando ideias sobre negócios e o futuro da tecnologia.

 

Leia mais...

Vaso
Se o vaso não está limpo, tudo o que nele derramares se azeda. (Sincerum est nisi vas, quidcumque infundis acescit.)
Horácio (65 8 a.C.) - Epístolas - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)