Amplificador com Regulação na Grade Auxiliar (V028)

Escrito por Newton C Braga

 

O amplificador descrito neste artigo tem um recurso de regulagem de tensão que o torna diferente das configurações comuns da época com um  excelente desempenho.

Na saída temos uma configuração em push-pull com duas válvulas pentodo que alimentam um transformador apropriado. As válvulas são as conhecidas 6V6.

O outro componente crítico é o transformador da fonte que no desenho original aparece sem o primário. No caso, ele pode ser tanto de 110 V como de 220 V, conforme a rede local. Além das válvulas este transformador e o transformador de saída são os componentes críticos do projeto.

Observe a existência de um potenciômetro de fio para polarização dos filamentos das válvulas pré-amplificadoras. Trata-se de um recurso interessante usado na época para neutralizar o ronco produzido pelos filamentos das válvulas, alimentados por corrente alternada.

No diagrama mostrado na figura 1, temos as tensões nos principais pontos, o que é importante para os leitores conferirem sua montagem. O eletrolítico da fonte deve ter uma tensão de trabalho de pelo menos 350 V.

Figura 1 – Diagrama completo do amplificador.