Observando a Curva Característica de um Transistor (INS082)

Escrito por Newton C Braga

Com a ajuda do arranjo que descrevemos é possível visualizar na tela de um osciloscópio a família de curvas de um transistor. Para esta finalidade precisaremos do seguinte material:

a) Osciloscópio comum (simples traço)

b) Microamperímetro (ou multímetro)

c) T1 - transformador com secundário de 6 V x 50 mA ou mais

d) D1 - 1N4002 - diodo de silício

e) R1 - 10 k? x 1/8 W - resistor

f) R2 - 22 k? x 1/8 W - resistor

g) P1 - 1 M? - potenciômetro (lin ou log)

h) B13 V - 2 pilhas pequenas

Com este procedimento podemos levantar a família de curvas de um transistor e determinar suas características.

 

Procedimento

Na figura abaixo mostramos o modo de se interligar os instrumentos e os componentes ao transistor em teste.

 

Observando a curva característica.
Observando a curva característica.

 

Ajustamos inicialmente o microamperímetro para uma corrente inicial de base no levantamento da curva, por exemplo, 0 uA.

O próximo passo consiste em se ajustar o osciloscópio para se observar uma curva somente, correspondente à corrente ajustada. Esta curva poderá ser copiada para um gráfico em papel milimetrado.

A seguir, ajustamos o microamperímetro para um passo a mais de corrente, por exemplo 10 uA e novamente observamos e copiamos a curva correspondente. Fazemos o mesmo com corrente progressivamente maiores, por exemplo, 20, 30 e 40 uA anotando as curvas. Com isso podemos ter a família de curvas do transistor.

Obs: pode-se aperfeiçoar o circuito com a ligação de um gerador de escada na base do transistor, substituindo o potenciômetro de modo que as correntes sucessivas sejam geradas automaticamente e com isso a família inteira de curvas projetada na tela do osciloscópio.