Testando um eliminador de pilhas (INS127)

Escrito por Newton C Braga

Com este teste verificamos a tensão (aproximada) de um eliminador de pilhas, nas condições de carga. Isso é importante, pois estes eliminadores não são estabilizados, e por isso ocorrem variações de vários volts entre a tensão de saída em aberto e a tensão de saída sob carga. Para o teste precisamos de:

a) Multímetro comum ou voltímetro

b) R1 - Resistor de fio conforme a carga

 

Procedimento

Na figura abaixo temos o modo de se ligar o multímetro e o resistor na saída do eliminador de pilhas em teste.

 

Testando um eliminador de pilhas
Testando um eliminador de pilhas

 

* Medimos a tensão em aberto, ou seja, sem R1 no circuito.

* Medimos a tensão com R1 no circuito. O valor de R1 é obtido dividindo-se a tensão que deve haver na saída pela corrente máxima. Por exemplo, para um eliminador de 9 V x 500 mA (0,5 A), R1 deve ter 9/0,5 = 18 ?. A dissipação deve ser de pelo menos 2 W.

* A tensão em aberto pode ser até 50% maior do que a tensão medida com R1. Com R1 a tensão deve estar próxima do valor nominal do eliminador, com uma tolerância de uns 10%.

 

Leia mais:

* Os instrumentos da oficina

* Outros testes nesta seção

* Eliminadores de pilhas ou adaptadores (ART241)

* Tensão de eliminadores de pilhas (DUV073)

* Eliminadores de Pilhas

* Uso de eliminadores de pilhas (IP110)

* Ajuste de eliminador de pilhas