Injetor de sinais (INS074)

Escrito por Newton C Braga

Os injetores de sinais são instrumentos de grande utilidade na prova de circuitos eletrônicos que trabalham com etapas amplificadoras de sinais de áudio e de alta freqüência tais como rádios, intercomunicadores, amplificadores de som, secretárias eletrônica, amplificadores de computadores e muitos outros O injetor que descrevemos utiliza apenas um circuito integrado e fornece sinais de boa intensidade com a alimentação a partir de 4 pilhas pequenas comuns.

Leia mais:

Os instrumentos da oficina

 

A corrente drenada pelo circuito que descrevemos é muito baixa o que garante excelente durabilidade para as pilhas.

O sinal produzido é retangular, com freqüência em torno de 1 kHz, rico em harmônicas que se estendem até além da faixa de FM, tornando o circuito útil numa gama muito grande de aplicações em receptores.

Na figura 1 temos o diagrama completo do injetor de sinais.

 

A placa de circuito para a sua montagem é mostrada na figura 2.

 

O único resistor utilizado neste projeto não é crítico podendo assumir valores entre 10 k ohms e 100 k ohms.

O melhor valor é obtido experimentalmente em função da freqüência do sinal ue vai ser gerado.

Os capacitores C1 e C2 podem ser de qualquer tipo e seus valores também não são críticos, podendo ser alterados numa ampla faixa de valores.

As pontas de prova são comuns e até podem ter uma fabricação caseira, utilizando-se para esta finalidade dois pregos grandes.

Para testar o injetor é só aplicar seu sinal na entrada de qualquer amplificador de áudio ou mesmo na antena de um rádio AM ou FM portátil comum.

Com a aplicação do sinal, deve-se ter a reprodução do tom de áudio no alto-falante do aparelho testado.

Comprovado o funcionamento é só fechar o aparelho numa caixa plástica e utilizá-lo da forma convencional.

 

Obs: em diversos artigos que publicamos demos explicações detalhadas de como utilizar um injetor de sinais.

Basicamente este procedimento consiste em se injetar o sinal nas diversas etapas dos aparelhos verificando se ocorre a reprodução.

Se a reprodução não acontece é sinal de que a etapa tem problemas de funcionamento podendo ser isolada para teste de seus componentes.

 


LISTA DE MATERIAL

 

Semicondutores:

CI-1 - 4093 - circuito integrado CMOS

 

Resistores: (1/8 W, 5%)

R1 - 47 k ohms - amarelo, violeta, laranja - ver texto

 

Capacitores:

C1 - 47 nF - cerâmico ou poliéster - ver texto

C2 - 22 nF - cerâmico ou poliéster

C3 - 100 uF x 6 V - eletrolítico

 

Diversos:

S1 - Interruptor simples

B1 - 6 V - 4 pilhas pequenas

PP1, PP2 - Pontas de prova - ver texto

G1 - Garra jacaré para encaixa em uma das pontas de prova

Placa de circuito impresso, suporte de pilhas, caixa para montagem, fios, solda, etc.