Provador Darlington (INS528)

Escrito por Newton C Braga

Se bem que o nome seja Darlington, na realidade ele consiste num provador de continuidade de uso geral com grande sensibilidade que aciona um LED. Com ele poderemos testar muitos tipos de componentes. Veja a seção de instrumentação do site que ensina a usar ou então nosso livro ComoTestar Componentes em seus quatro volumes.

Este é um tipo especial de provador que permite detectar fugas e resistências muito altas, pois mesmo uma baixa continuidade que corresponda a uma resistência de mais de 500 000 Ω será percebida pelo acendimento do LED indicador.

O circuito é alimentado por quatro pilhas comuns e não precisa, na realidade de S1, pois com as pontas de prova separadas seu consumo é extremamente baixo.

Os componentes utilizados são comuns e a montagem simples.

Na figura 1 temos então o diagrama completo do provador de continuidade Darlington.

 

   Figura 1 – Diagrama do provador
Figura 1 – Diagrama do provador

 

A montagem pode ser feita numa pequena ponte de terminais, se bem que a utilização de placa de circuito impresso seja melhor.

Na figura 2 temos a disposição dos componentes para este tipo de montagem.

 

   Figura 2 – Montagem em ponte de terminais
Figura 2 – Montagem em ponte de terminais

 

Para verificar o funcionamento, basta encostar uma ponte de prova na outra. O LED deve acender.

Para utilizar basta encostar as pontas de prova no componente ou circuito em teste.

Nunca utilize o aparelho para testar componentes num aparelho que esteja com a alimentação ligada.

 

Q1, Q2 – BC548 – transistores NPN de uso geral

LED – LED comum de qualquer cor

S1 – interruptor simples

B1 – 3 V – duas pilhas pequenas

R1 – 100k Ω x 1/8 W- resistor – marrom, preto, amarelo

R2 – 330 Ω x 1/8 W – resistor – laranja, laranja, marrom

PP1, PP2 – pontas de prova

 

Diversos:

Ponte de terminais, suporte de pilhas, fios, solda, caixa para montagem, etc.