O Site do Hardware Livre - OSHW

Verificador Dinâmico de Transistores (INS276)

O teste dinâmico de transistores é muito importante, pois mais do que simplesmente comprovar o estado das junções e o ganho estático de corrente, ele verifica a capacidade que estes componentes têm de oscilar. Dois transistores com mesmo ganho podem ter comportamentos diferentes num oscilador e isto é verificado com o provador que descrevemos.

O verificador de transistores opera tanto com transistores NPN como PNP de uso geral, de média e de alta potência com ganhos acima de 20 e tem por característica principal o fato de fazer a prova dinâmica de funcionamento.

Na prova estática aplicam-se polarizações contínuas no transistor e medem-se as correntes de coletor correspondentes. No entanto, um transistor tem ganhos que modificam-se rapidamente quando a freqüência aumenta.

Desta forma, dependendo da aplicação é muito mais importante a realização de uma prova que corresponde às condições reais de funcionamento, ou seja, a verificação de capacidade do transistor de oscilar.

O que propomos com o circuito aqui apresentado é justamente isso: um provador dinâmico de transistores.

No provador dinâmico, o transistor é colocado para oscilar e se isso ocorrer temos a geração de uma alta tensão que faz acender uma lâmpada neon.

Um transistor que tenha ganho insuficiente para manter oscilações não consegue operar neste circuito e a lâmpada não acende, pois não é gerada a alta tensão.

O circuito possui um ajuste que permite encontrar o ponto de oscilação conforme o transistor testado, o que facilita a sua operação com uma grande variedade de tipos.

Uma chave reversível que controla a fonte de alimentação possibilita a realização de testes tanto em transistores NPN como em transistores PNP.

 

CARACTERÍSTICAS

Tensão de alimentação: 6 V

Corrente de consumo: 10 a 200 mA (depende do transistor e do ajuste)

Tipos de transistores testados: NPN e PNP

Tensão da lâmpada neon: 80 a 600 V

Freqüência de operação: 100 a 4000 Hz (tip.)

 

COMO FUNCIONA

Na figura 1 temos uma curva que mostra como o ganho de um transistor cai à medida que sua freqüência de operação aumenta.

 

Figura 1 – Ganho x frequência de um transistor
Figura 1 – Ganho x frequência de um transistor

 

 

Chega um ponto em que o ganho cai tanto que não há mais amplificação.

Nestas condições, quando o ganho é inferior a uma unidade, o transistor não consegue mais oscilar. Essa freqüência, denominada de transição e abreviada por fT é o limite de utilização de um transistor.

E claro que na prática não podemos chegar a este valor num oscilador pois ele não funcionaria. Por isso é que, se vamos usar um transistor oscilador temos de estar atentos para sua freqüência de transição, para que ela seja bem maior do que a freqüência que pretendemos obter.

Da mesma forma, se queremos amplificar um sinal, a freqüência de transição do transistor deve ser maior do que a freqüência real em que ele deve operar.

O teste que descrevemos neste artigo é simples e é feito em freqüência baixa de modo que até mesmo transistores de uso geral e de áudio que têm fT muito baixas, podem ser experimentados.

Colocando o transistor para operar verificamos se ele está apto a operar neste tipo de circuito.

Temos então um simples oscilador do tipo Hartley onde a freqüência depende tanto das características do enrolamento de T1 como de C3 e do ajuste de polarização feito por P1.

O transistor em teste (TET) é ligado em um conjunto de barras e de acordo com sua polaridade (NPN ou PNP) selecionamos o modo de se fazer a sua alimentação.

A polarização é ajustada e se o transistor estiver em boas condições ele deve oscilar entre 100 e 4000 Hz produzindo então uma alta tensão no enrolamento primário de T1 que faz acender a lâmpada neon.

O acendimento da lâmpada neon é indicativo de que o transistor está bom.

Para transistores de pequena potência com correntes de coletor na faixa de 50 a 100 mA, devemos fazer a prova rapidamente pressionando por um instante S2 e logo ajustando P1, pois a corrente elevada das oscilações pode aquecê-lo.

Na figura 2 temos o diagrama completo do verificador dinâmico de transistores.

 

Figura 2 – Diagrama do aparelho
Figura 2 – Diagrama do aparelho

 

Como trata-se de montagem bastante simples, ela pode ser feita com base na placa de circuito impresso como mostra a figura 3.

 

Figura 3 – Placa de circuito impresso para a montagem
Figura 3 – Placa de circuito impresso para a montagem

 

T1 é um transformador de alimentação com primário de 110 ou 220 V e secundário de 5 + 5 a 9 + 9 V e corrente de 50 a 200 mA. Um transformador pequeno é o ideal, dada a exigência de menor potência e com isso a possibilidade de menor sobrecarga a transistores de baixas correntes que sejam provados.

Os capacitores são todos cerâmicos ou de poliéster. Na verdade C3 pode ser eventualmente alterado, com valores entre 10 e 100 nF conforme o transformador.

Experimente o aparelho com um BC548 e consiga o valor de C3 que dê maior facilidade de ajuste de oscilação em P1.

P1 é um potenciômetro comum que inclusive pode incluir o interruptor S2.

O resistor R1 é de 1/8 ou 1/4 W e a lâmpada neon é comum de qualquer tipo.

A chave S1 é de 2 pólos x 2 posições (reversível ou HH) e para as pilhas precisaremos de um suporte apropriado.

 

TET - transistor em teste

T1 - transformador de 5 + 5 a 9 + 9 V de 50 a 200 mA - ver texto

P1 - 100 k Ω - potenciômetro

S1 - chave 2 x 2

S2 - Interruptor simples

B1 - 4 pilhas - 6 volts

NE-1 - lâmpada neon comum

 

Capacitores: cerâmicos ou de poliéster

C1 - 100 nF (104 ou 0,1)

C2 - 22 nF (223 ou 0,022)

C3 - 47 nF (473 ou 0,047)

R1 - 2,7 k Ω x 1/8 ou 1/4 W – resistor (vermelho, violeta, vermelho)

Diversos: Placa de circuito impresso, caixa para montagem, suporte de pilhas, garras jacaré, fios, solda, etc.

 

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

As Atividades do Momento (OP193)

Tivemos duas semanas cheias com lançamentos de livros, eventos, entrevistas e encontros importantes que certamente reverterão em benefícios para aqueles que nos acompanham, tanto no nosso site como em nosso canal de vídeo. Começamos pela entrevista dada ao Luis Carlos Burgos do site Burgos Eletrônica em que falamos um pouco de nossa vida profissional e de nossas pretensões para o futuro.

Leia mais...

Heríi
é esse sujeito que teve a sorte de escapar vivo.
Leon Eliachar O Homem ao Quadrado - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)