Como Testar Varicaps (INS031)

Escrito por Newton C Braga

O que são
Os Varicaps ou diodos de capacitância variável são dispositivos semicondutores com uma estrutura e comportamento elétrico básico semelhante aos diodos comuns. O que se aproveita nesses componentes é o fato da capacitância que eles apresentam quando polarizados no sentido inverso variar com a tensão aplicada. Dessa forma, eles se comportam como capacitores variáveis controlados por tensão. Na figura 1 temos o símbolo adotado para representar esse componente assim como o seu aspecto.

 




Veja que num varicap, a maior capacitância é obtida com a menor tensão. À medida que a tensão inversa aplicada aumenta, sua capacitância diminui.
O que testar

O teste mais simples é o de estado das junções, já que ele deve se comportar exatamente como um diodo comum. No entanto, esse teste nada revela sobre sua ação como capacitor variável. Para essa finalidade deve ser usado um circuito de teste que descreveremos mais adiante..

 


Instrumentos Usados

Multímetro
O teste é semelhante do um diodo comum. Mede-se a resistência no sentido direto e no sentido inverso - Ver teste de diodos.

Circuito de Teste
Na figura 2 mostramos um circuito muito simples para teste de varicaps.



Trata-se de um oscilador que opera na faixa de FM e cujos sinais podem ser captados num radio comum para essa faixa.


Procedimento
a)Coloque o varicap no circuito de teste e sintonize o sinal num rádio FM comum.
b) Variando a tensão aplicada ao varicap através do potenciômetro, a freqüência do circuito deve mudar o que será notado pela fuga da sintonia usada no rádio.
c)Se o leitor tiver um osciloscópio pode visualizar a mudança da freqüência do sinal gerado.
d)Com um freqüencímetro também é possível determinar as características do varicap em teste.

 


Observações:
Em princípio qualquer diodo comum funciona como um varicap quando polarizado no sentido inverso. O teste acima serve para verificar quanto a freqüêencia varia com a tensão aplicada. A partir desse conhecimento é possível calcular a variação da capacitância na faixa de tensões utilizada no teste. Se o leitor tiver um capacímetro também pode derterminar a capacitância máxima do componente através de uma medida direta.