O Site do Hardware Livre - OSHW

Como Testar instrumentos de bobina ou ferro móvel (galvanômetros) (INS049)

O que são

Os galvanômetros (microamperímetros ou miliamperímetros) são instrumentos destinados à medida de correntes.

Os dois tipos mais comuns são o de bobina ou ferro móvel, cujas estruturas e símbolos são mostrados na figura 1.

 

Bobina móvel



Ferro móvel

 

Quando uma corrente circula através da bobina desses instrumentos a força resultante do campo magnético movimenta uma agulha numa escala. Tratam-se portanto de instrumentos que se encaixam na categoria dos componentes com bobinas.

 

O que testar

Existem dois testes que podem ser feitos nesses instrumentos. A simples verificação da continuidade da bobina e a determinação da corrente de fundo de escala.

 

Instrumentos Usados

* Provador de continuidade

* Multímetro

 

Procedimento

1. Prova de continuidade

A prova de continuidade determina apenas se a bobina está ou não aberta podendo ser realizada com o multímetro ou provador de continuidade.

 

a) Coloque o multímetro numa escala baixa de resistências (x 1 ou x 10) e zere-o. Para o provador de continuidade basta prepará-lo para o uso.

 

b) Encoste as pontas de prova do provador ou multímetro nos terminais do instrumento testado.

 

A figura 2 mostra como realizar esta prova.

 

 

Interpretação da prova

Dependendo do instrumento, se a bobina apresentar a continuidade, sua agulha poderá se deflexionar indicando a intensidade da corrente usada pelo instrumento de prova. Se a resistência medida for baixa, a bobina apresenta continuidade e se for infinita a bobina está aberta (interrompida).

No caso do multímetro, a resistência medida é a resistência do instrumento ou de sua bobina.

 

2. Determinação da corrente de fundo de escala

Muitos instrumentos podem não apresentar indicações em sua escala da intensidade da corrente que provoca o movimento da agulha até o final da escala, ou seja, a corrente de fundo de escala. Para medir essa corrente precisamos de um multímetro ou qualquer medidor de corrente no circuito mostrado na figura 3.

 

 

a) Faça as conexões indicadas para o multímetro, colocando-o inicialmente numa escala mais elevada de correntes (DC mA). Observe a polaridade de sua conexão no circuito de teste.

 

b) Ligue o circuito e ajuste P1 até que a agulha do instrumento que está sendo testado vá até o final da escala.

 

c) Procure uma escala do multímetro ou do instrumento usado na leitura da corrente em que possa ser obtida uma leitura confortável.

 

 

Interpretação da Prova

A corrente indicada pelo multímetro é a corrente de fundo de escala do instrumento que está sendo testado.

 

Observação:

Lembramos que alguns instrumentos já possuem resistências multiplicadores ou shunt externos que devem ser removidos para que conheçamos suas reais características.

Artigos Relacionados

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Ser não ser honesto (OP192)

Não há dúvida de que estamos passando por uma época de transformações políticas e sociais. Já não se admite desonestidade na política, e evidentemente em qualquer outro tipo de atividade em nosso país. A pressão tem sido cada vez maior no sentido de erradicar este mal, mas infelizmente ainda vemos que em alguns setores, esta mentalidade parece não estar mudando com a devida velocidade.

Leia mais...

Orgulhoso
Não há nada pior do que viver orgulhoso de ser humilde. (No hay nada peor que vivir ogrulloso de ser humilde.)
Sofocleto (1926) - Sinlogismos - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)