NOSSAS REDES SOCIAIS -

Como Testar Transformadores de Altas Freqüências (INS033)

O que são

Os transformadores usados em circuitos de altas freqüências se caracterizam por possuirem dois ou mais enrolamentos de poucas espiras de fio esmaltado noralmente enroladas em forma sem núcleo ou com núcleo de ferrite. O núcleo de ferrite pode ser em alguns casos ajustável. Na figura 1 temos alguns exemplos desses transformadores.

 

Observe que o formato dos núcleos varia, podendo em alguns casos serem encontrados tipos toroidais como os encontrados em filtros de altas freqüências usados em fontes de alimentação. O comportamento elétrico desses transformadores facilita bastante a realização de testes que são muito simples.

 

 

O que devemos testar

Como em qualquer transformador o importante é saber se as bobinas que formam esses transformadores estão ou não interrompidas. Em muitos casos como, por exemplo, televisores e rádios, os transformadores de FI, que são os mais comuns, costumam ter as bobinas interrompidas pelo escape dos fios de seus terminais, normalmente por oxidação, conforme mostra a figura 2.

 

 

A prova de continuidade é portanto a mais importante. A existência de curtos é rara nessas bobinas, mas nada impeda que ela seja realizada considerando-se cada enrolamento como um indutor e procedendo como indicado na prova de indutores (descrita neste livro).

 

Instrumentos Usados no Teste

Provador de continuidade

Multímetro

Lâmpada de prova para os tipos que suportarem tensões elevadas

Indutímetro

 

O mais comum é testar a resistência dos enrolamentos que, pelas poucas espiras de fio usado, deve ser muito baixa.

 

Que Transformadores podem Ser Provados

Com os procedimentos descritos podem ser provados transformadores de RF, osciladores, de FI (Freqüência Intermediária), com ou sem núcleos para todas as potências.

 

Procedimento

A prova descrita a seguir é de continuidade dos enrolamentos, usando o multímetro ou o provador de continuidade.

a) Coloque o multímetro numa posição que permita ler baixas ou médias resistências (x1 ou  x10 ). Se usar um provador de continuidade com faixas, ajuste para a comprovação de baixas resistências.

 

b)Retire o transformador do circuito que ele se encontra (se for o caso) mantendo desligados todos os seus terminais.

 

c)Teste a continuidade dos dois enrolamentos.

 

A figura 3 mostra esse procedimento.

 

 

 

Interpretação dos resultados:

Uma leitura de baixa resistência (até uns 20) indica que o enrolamento está com continuidade. Não se revela nesta prova se existem curto-circuitos. Se a resistência medida for muito alta ou infinita o enrolamento estará interrompido.  Resistências intermediárias raramente ocorre nesse tipo de transformador, devido a inexistência de muitas camadas ou material isolante que possa absorver umidade.

 

 

Outras Provas

Uma prova interessante em alguns casos consiste em se medir a indutância dos enrolamentos de modo que, a partir de informações sobre a freqüência de operação seja possível determinar a sua impedância. Em especial, isso é importante nos casos em que os transformadores são acoplados à antenas ou linhas de transmissão, conforme mostra a figura 4.

 

 

 

Observações

Lembramos mais uma vez que a medida da resistência ohmica dos enrolamentos nada tem a ver com sua indutância.

 

Artigos Relacionados

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Novembro chegando (OP197)

Novembro é o mês de encerramento das aulas e com isso, diferentemente do que muitos pensam, as atividades estudantis não terminam. Alguns curtirão suas férias, mas outros ficam para exames e mais ainda, precisam terminar seus TCCs.

Leia mais...

Viver
Viver é trapacear com a morte.
Mário da Silva Brito Diário Intemporal - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)