O Site do Hardware Livre - OSHW

Como Testar Cristais (INS278)

Cristais de quartzo são usados em muitas montagens eletrônicas como relógios, microcomputadores, freqüencímetros, e outros. Como testar estes componentes é uma dificuldade que só podem ser superada com a disponibilidade de um circuito apropriado, com o que descrevemos neste artigo.

Com o oscilador de prova descrito neste artigo, podemos testar cristais de quartzo de freqüências entre 1 e 30 MHz com facilidade. O circuito verifica a oscilação do cristal, dando uma indicação direta num microamperímetro.

Simples de montar, o aparelho funciona com bateria de 9 V que terá excelente durabilidade dada a pequena corrente consumida pelo circuito, mesmo oscilando.

Podemos facilmente alojar este provador numa pequena caixa plástica conforme sugere a figura 1.

 

Figura 1 – Sugestão de montagem
Figura 1 – Sugestão de montagem

 

A conexão dos cristais em prova pode ser feita facilmente por um par de garras jacaré.

Outra característica importante a ser ressaltada neste circuito e que anima a montagem por parte de muitos leitores, é a não utilização de qualquer bobina.

 

COMO FUNCIONA

Para colocar o cristal em funcionamento temos um oscilador do tipo Colpitts (divisor capacitivo) com base num transistor BF494 ou BF495.

A freqüência deste oscilador, evidentemente, é determinada pelo cristal de quartzo e a realimentação que mantém estas oscilações é proporcionada por C1.

Polariza a base do transistor na configuração de coletor comum o resistor R1, obtendo-se então um sinal no emissor de Q1.

Este sinal é detectado por um par de diodos (D1 e D2) e depois de filtrado por C4 é aplicado a base de Q2 por meio de R3.

Q2 forma um circuito amplificador que tem por finalidade excitar o elemento indicador do provador.

Na ausência da oscilação em Q1 não há tensão para polarizar a base de Q2 que então permanece no corte.

A corrente no instrumento indicador é então nula.

Com a oscilação, a tensão de base em Q2 é suficiente para levá-lo a saturação e com isso teremos uma forte corrente de coletor para excitação do instrumento.

A finalidade de P1 é ajustar-se a corrente máxima no instrumento de acordo com seu fundo de escala. Isso permite que instrumentos não só de 100 µA como o indicado sejam usados, mas até outros de fundos menores (50 µA) ou maiores (1 mA).

 

MONTAGEM

Começamos por mostrar aos leitores na figura 2 o circuito completo do provador.

 

   Figura 2 – Diagrama do provador
Figura 2 – Diagrama do provador

 

A montagem pode ser feita com base numa pequena placa de circuito impresso como a mostrada na figura 3.

 

Figura 3 – Placa para a montagem
Figura 3 – Placa para a montagem

 

O transistor Q1 pode ser qualquer equivalente NPN de uso geral. Para maior sensibilidade recomendamos usar diodos de germânio para D1 e D2, mas na sua falta os tipos de silício mais comuns como os 1N4148 ou 1N914 também funcionarão.

Os resistores são todos de 1/8 W e os capacitores devem ser todos do tipo disco cerâmico. P1 é um trimpot com valores entre 47 k Ω e 470 k Ω, conforme a sensibilidade do instrumento.

O instrumento é um microamperímetro de 50 a 250 µA de fundo de escala ou outro de escala maior, se reduzirmos o valor de R4 e P1 para obter ajuste.

Para a bateria usamos um conector, e para a ligação do cristal sugerimos um soquete ou então um par de garras ligadas ao circuito por fios bem curtos (máximo de 15 cm).

 

PROVA E USO

Basta ligar a unidade e inicialmente conectar um cristal de 1 a 30 MHz nas garras ou suporte.

Acionando-se S1 deve haver movimentação do ponteiro do instrumento se o cristal estiver bom. Ajustamos então P1 uma única vez para obter uma indicação de fundo de escala.

Para usar o aparelho o procedimento será simplesmente ligar o cristal ao circuito e observar o ponteiro. Sem deflexão não há oscilação.

A ausência de oscilação de um cristal pode ocorrer por diversos motivos.

Um deles é a própria quebra do cristal por uma pancada ou tombo, caso em que ele fica inutilizado.

Outro problema que ocorre é a oxidação dos contatos. Para cristais de alguns tipos antigos, temos o acesso interno por meio de parafusos, permitindo assim que os contatos e o próprio cristal sejam limpos com um bom solvente com muito cuidado, nem mesmo sempre isso é possível, (fig. 4).

 

Figura 4 – Manutenção de um cristal
Figura 4 – Manutenção de um cristal

 

Para cristais sem acesso interno, a falha indica a necessidade de substituição.

 

Q1 - BF494 ou BF 495 – transistor NPN de RF

Q2 - BC548 ou equivalente -transistor NPN de uso geral

D1 e D2 - 1N34 - diodos de germânio

M1 - 0-200 µA – microamperímetro

S1 - interruptor simples

B1- 9 V - bateria

XTAL - cristal em teste

R1- 3,3 k Ω x 1/8 W - resistor (laranja, laranja, laranja)

R2 - 1,2 k Ω x 1/8 W - resistor (marrom, vermelho, vermelho)

R3 - 1 k Ω X 1/8 W - resistor (marrom, preto, vermelho)

R4 - 10 k Ω x 1/8 W - resistor (marrom, preto, laranja)

P1 - 100 k Ω - trimpot

C1 - 1,2 nF - capacitor cerâmico

C2 - 120 pF - capacitor cerâmico

C3 - 2,7 nF - capacitor cerâmico

C4 e C5 - 100 nF – capacitores cerâmicos

Diversos: placa de circuito impresso, caixa para montagem, conector de bateria, fios, solda, etc.

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Ser não ser honesto (OP192)

Não há dúvida de que estamos passando por uma época de transformações políticas e sociais. Já não se admite desonestidade na política, e evidentemente em qualquer outro tipo de atividade em nosso país. A pressão tem sido cada vez maior no sentido de erradicar este mal, mas infelizmente ainda vemos que em alguns setores, esta mentalidade parece não estar mudando com a devida velocidade.

Leia mais...

Político
é mais fácil encontrar um mulher resignada a envelhecer do que um político resignado a se retirar da cena.(Es más fácil encontrar a uma mujer resignada a envejecer que a um político resignado a retirarse de La escena.)
Amado Niervo (1870 1919) - Pensando - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)