O Site do Hardware Livre - OSHW

Transmissor de Vídeo (*) (TEL199)

Eis uma modalidade de espionagem bastante sofisticada e que exige apenas como equipamento adicional uma câmera de vídeo. Na verdade, se o local vigiado possuir um sistema de TV em circuito fechado podemos localizar o cabo que transmite as imagens e retirar este sinal para um monitor distante.

(*) Este transmissor opera apenas com sinais de vídeo composto, e seus sinais são recebidos em televisores analógicos comuns antigos.

O monitor pirata será acionado, por um sinal de rádio, ou seja, não haverá fio entre o cabo de vídeo e o receptor. E o mesmo princípio do denominado “grampo telefônico” sem fio, que liga numa linha telefônica um transmissor de rádio. Neste caso, a diferença está no fato de que estamos ligando um transmissor de imagens (vídeo).

O receptor consiste simplesmente num receptor de TV comum que vai sintonizar o sinal numa frequência livre.

Se o leitor possuir uma câmera de vídeo comum, bastará ligar na saída de vídeo o transmissor descrito e receber sua imagem à distância.

A câmera pode ficar escondida e acionada por algum tipo de controle remoto ou automatismo como, por exemplo, uma célula fotoelétrica que a ligue quando a luz ambiente for acesa, com a entrada de pessoas no local.

O circuito é bastante simples de montar e compacto, o que facilita sua ocultação. O alcance varia entre 20 e 100 metros, dependendo da antena e das condições locais para a propagação do sinal.

 

COMO FUNCIONA

Um único transistor é usado como oscilador numa configuração bastante tradicional. Na figura 1 temos o diagrama completo do transmissor de vídeo em sua versão básica.

 

Figura 1 – Diagrama do transmissor
Figura 1 – Diagrama do transmissor

 

 

Neste circuito, o capacitor C2 juntamente com L1 determina a frequência de operação. L1 é ajustável de modo a podermos determinar o canal livre de operação, normalmente o 3 ou o 4.

A base do transistor é polarizada pelos resistores R1 e R2 e o capacitor C3 proporciona um percurso para o sinal que realimenta o oscilador e, portanto, mantém as oscilações do circuito.

O sinal de vídeo e aplicado no emissor do transistor, através de um trimpot, cuja finalidade é ajustar o nível de modulação.

Por meio desse trimpot o contraste da imagem e ajustado no nível desejado, pois uma sobremodulação causa uma imagem carregada e se a modulação for insuficiente, a imagem fica sem contraste.

A alimentação do circuito pode ser feita com tensões de 3 ou 6 V obtidas de 2 ou 4 pilhas pequenas. Estas pilhas podem funcionar durante algumas horas neste circuito, o que deve ser previsto no planejamento da ação de espionagem.

 

MONTAGEM

A placa de circuito impresso para esta montagem é mostrada na figura 2.

 

Figura 2 – Placa para a montagem
Figura 2 – Placa para a montagem

 

Os resistores são de 1/8 W e o trimpot é comum para montagem vertical ou horizontal em placa de circuito impresso.

Os capacitores devem ser todos cerâmicos de boa qualidade para que não ocorram instabilidades de funcionamento.

A bobina L1 e enrolada numa fôrma de Fl de TV ou rádio com núcleo ajustável, utilizando-se fio esmaltado 28 ou com espessura próxima desse calibre.

São enroladas 4 + 4 espiras ou 3 + 3 espiras de modo que a frequência fique entre 50 e 70 MHz, abrangendo assim os canais 3 e 4 da faixa de VHF.

Eventualmente, o leitor pode enrolar 2 + 2 espiras ou mesmo 1 + 1 espira de modo a operar nos canais superiores da faixa de VHF, caso na sua localidade os canais baixos estejam todos ocupados.

Para a entrada do sinal de vídeo deve ser usado um cabo curto e blindado. Sem este procedimento, sinais interferentes podem ser captados, distorcendo o sinal transmitido e afetando a qualidade da imagem.

O transmissor pode ser facilmente instalado numa pequena caixa de plástico juntamente com as pilhas.

Veja que omitimos o interruptor geral, de modo que, basta colocar as pilhas no suporte para que o transmissor entre em funcionamento.

 

UTILIZAÇÃO

Para ajustar o aparelho, ligue na sua entrada a saída de um aparelho de videocassete ou uma câmera de vídeo. A saída ligada ao circuito deve ser a de VIDEO OUT, ajustando-se inicialmente o núcleo da bobina para que o sinal seja captado num canal livre do televisor.

Depois, ajusta-se P1 de modo a obter uma imagem nítida.

Retoca-se o ajuste da bobina para a melhor recepção.

Na figura 3 temos o modo de se fazer o “grampo de vídeo” retirando-se o sinal para o transmissor do cabo de um circuito fechado de TV.

 

Figura 3 – Modo de usar
Figura 3 – Modo de usar

 

O transmissor deve ser bem posicionado de modo a haver melhor recepção.

A antena deve ter seu comprimento determinado experimentalmente entre 15 e 40 cm, para a melhor recepção e maior estabilidade.

Esta antena nada mais é do que um pedaço de fio flexível encapado que, preferencialmente, deve ficar posicionada na vertical e longe de objetos metálicos.

Para usar o aparelho é só ligar a sua alimentação e monitorar o sinal de vídeo no televisor. Pode-se usar um videocassete como receptor para se fazer a gravação de alguma cena que se julgar importante.

Um aumento do alcance do aparelho pode ser obtido com a troca do transistor por um 2N2218, de R1 por um resistor de 15 k e R2 por 8,2 k ohms.

Neste caso, deve-se elevar a tensão de alimentação para 9 ou 12 V, caso em que os sinais podem ser recebidos até a mais de 500 metros de distância.

Lembramos entretanto que qualquer televisor deste raio pode sintonizar o sinal, o que facilita a descoberta do aparelho.

 

 

Semicondutores:

BF494 ou 2N2218 - transistor de RF

 

Resistores: (1/8% 5%)

R1 - 10 k ohms

R2 - 5,6 k ohms

P1 - 470 ohms - trimpot

 

Capacitores:

C1 - 10 nF - cerâmico

C2 - 10 pF - cerâmico

C3 - 10 pF ou 15 pF - cerâmico

C4, C5 - 100 nF - cerâmico

 

Diversos:

L1 - bobina - ver texto

B1 - 3 ou 6V - pilhas - ver texto

Placa de circuito impresso, suporte para pilhas, fôrma para bobina, cabo blindado com plugue para entrada de vídeo, caixa plástica, fios, etc.

 

Artigo publicado originalmente em 1985

 

Opinião

Mudanças e Eventos (OP174)

Os internautas que navegam de forma mais frequente em nosso site devem estar notando as mudanças. Uma nova apresentação, uma nova organização do conteúdo e muito mais. Muitas coisas novas estarão sendo levadas a todos que nos acessam. Depois de vários anos apenas inserindo conteúdo, sua quantidade aumentou muito e muitas coisas mudaram em termos de tecnologia de internet. Temos de acompanhar.

Leia mais...

BUSCA DATASHEET

N° do componente->   (Como usar este quadro de busca)


Maioria
O que é maioria? A maioria é tolice. / O bom senso sempre tem sido de poucos. / Convém pesar os votos e não contá-los. (Was ist die Mehrheit? / Mehrheit ist der Unsinn. / Verstand ist stets bei wenigen nur gewesen. / Mann soll die Stimmen wgen und nicht zhlen.)
Schiller (1759 1805) - Demétrio - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)