O Site do Hardware Livre - OSHW

Antena Direcional Ativa de Ondas Curtas (TEL115)

Sinais da faixa de ondas curtas de uma direção podem ser ampliados e melhor recebidos com esta antena ativa. O circuito opera entre 3 e 30 MHz e proporciona excelente ganho para quem gosta de ouvir sinais desta faixa ou faz experimentos com pequenos transmissores.

Se bem que quase não se utilize mais a faixa de ondas curtas para a transmissão de programas de radiodifusão ainda existem algumas estações ativas e, além disso, radioamadores.

Se o leitor gosta de ouvir ondas curtas ou possui um receptor para esta faixa de 3 a 30 MHz e deseja explorá-la melhor com maior ganho e diretividade, sugerimos este circuito.

Acoplado a um receptor de ondas curtas ele proporciona diretividade e como tem um circuito amplificador interno, um ganho para o sinal captado.

O circuito é simples de montar e de utilizar,conforme sugere a figura 1, onde temos uma outra propriedade importante que é a de rejeitar sinais interferentes que venham lateralmente.

 

   Figura 1 – Usando o aparelho
Figura 1 – Usando o aparelho

 

 

Como Funciona

As antenas de ferrite possuem uma propriedade importante: elas são direcionais, recebendo melhor os sinais que incidem perpendicularmente, conforme mostra a figura 2.

 

   Figura 2 – A diretividade da antena de ferrite
Figura 2 – A diretividade da antena de ferrite

 

Observe que a componente magnética da onda que incide na bobina tem sua amplitude maior justamente no plano do bastão de ferrite.

Por outro lado, conforme mostra a figura 3, no sentido do bastão de ferrite, se a onda incidir paralelamente, a componente magnética tem sua menor amplitude e, portanto, praticamente não induz sinal na bobina.

 

   Figura 3 – Condição em que os sinais não são recebidos
Figura 3 – Condição em que os sinais não são recebidos

 

Aproveitamos justamente este fato para montar uma antena ativa que receba os sinais apenas da direção para a qual ela é apontada.

Na saída da bobina acrescentamos ainda um amplificador com um transistor de efeito de campo de junção (JFET) de alto ganho.

O aparelho é alimentado por uma fonte,mas também pode ser alimentado duas baterias de 9 V.

Como seu consumo é extremamente baixo, teremos uma grande autonomia para elas.

Na figura 4 temos o modo como elas são ligadas.

 

   Figura 4 – Ligação das baterias
Figura 4 – Ligação das baterias

 

 

Montagem

Na figura 5 temos o diagrama completo do aparelho.

 

   Figura 5 – Diagrama completo da antena ativa
Figura 5 – Diagrama completo da antena ativa

 

Como são utilizados poucos componentes numa montagem não crítica, poderemos utilizar uma ponte de terminais com a configuração mostrada na figura 6.

 

   Figura 6 – Aspecto da montagem
Figura 6 – Aspecto da montagem

 

O capacitor variável pode ser aproveitado de um velho rádio AM fora de uso.

Os resistores são de 1/8 W e os capacitores devem ser cerâmicos, exceto C4 que é um eletrolítico para 40 V ou mais.

O transformador pode ser de 7,5 + 7,5 V ou 9 + 9 V com corrente entre 100 mA e 300 mA.

A bobina possui duas tomadas, sendo uma para a faixa de 3 a 7 MHz e a outra para a faixa de 7 a 20 MHz.

A bobina é formada por 10 + 6 espiras de fio 28 ou mais fino num bastão de ferrite de aproximadamente 1 cm de diâmetro e de 20 a 25 centímetros de comprimento.

Estes bastões podem ser obtidos de rádios transistorizados antigos fora de uso.

A chave H tem por função comutar a bobina escolhendo a faixa que vai ser sintonizada.

Para a conexão ao receptor temos duas opções.

A primeira é através de um cabo com duas barras, sendo a do pólo vivo ligada à antena e a malha a um ponto de terra qualquer do receptor, por exemplo, um ponto negativo de um jaque.

A figura 7 mostra como preparar este cabo de conexão.

 

   Figura 7 – Cabo de conexão
Figura 7 – Cabo de conexão

 

A segunda, mostrada na figura 8 é para o caso do receptor não possui antena externa, por exemplo, um rádio portátil comum.

Esta opção consiste em se enrolar umas 3 ou 4 espiras de fio comum em torno do rádio e ligar às garras, conforme mostra a figura 8.

 

   Figura 8 – Conexão para rádio sem antena
Figura 8 – Conexão para rádio sem antena

 

Observe que para um rádio de ondas médias sem antena externa, a bobina da antena direcional ativa pode ser única com 80 espiras do mesmo fio indicado.

 

Prova e Uso

Ligue a antena ativa ao receptor e sintonize uma estação fraca da faixa de ondas curtas.

Ligue a antena ativa e sintonize a estação ao mesmo tempo em que gira a bobina de ferrite de modo a encontrar a posição de melhor sinal, conforme mostra a figura 9.

 

   Figura 9 – Posicionando a antena
Figura 9 – Posicionando a antena

 

Este procedimento para usar, conforme mostra a mesma figura, permite encontrar a direção de onde vêm os sinais.

O circuito também pode ser usado como um pré-seletor para os sinais de uma antena externa, proporcionando amplificação.

A figura 10 mostra como fazer isso.

 

   Figura 10 – Usando o circuito como pré-seletor
Figura 10 – Usando o circuito como pré-seletor

 

 

Q1 – BF245 – transistor de efeito de campo

D1 – 1N4004 – diodo de silício

L1 – Bobina – ver texto

S1 – Chave de 2 pólos x 2 posições

S2 – Interruptor simples

CV – capacitor variável – ver texto

J1 – Jaque de saída

T1 – Transformador – ver texto

R1 – 2k2 x 1/8 W – resistor – vermelho, vermelho, vermelho

R2 – 1k Ω x 1/8 W – resistor – marrom, preto, vermelho

C1 – 470 pF – capacitor cerâmico

C2, C3 – 100 nF – capacitores cerâmicos

C4 – 1 000 µF x 40 V ou mais – capacitor eletrolítico

Diversos:

Caixa para montagem, bastão de ferrite, cabo de força, fios, fio blindado, plugue, solda, etc.

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

As Atividades do Momento (OP193)

Tivemos duas semanas cheias com lançamentos de livros, eventos, entrevistas e encontros importantes que certamente reverterão em benefícios para aqueles que nos acompanham, tanto no nosso site como em nosso canal de vídeo. Começamos pela entrevista dada ao Luis Carlos Burgos do site Burgos Eletrônica em que falamos um pouco de nossa vida profissional e de nossas pretensões para o futuro.

Leia mais...

Bondade
A bondade é o único investimento que nunca falha. (Goodness is the only investiment that never fails.)
Thoreau (1817 - 1862) - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)