O Site do Hardware Livre - OSHW

Instalação de som ambiente - Conceito errado de transformadores de 500Z (COL114)

Um dos sistemas que continuam sendo instalados por leigos sem nenhum conhecimento técnicos é com Transformadores de linha de som ambiente de 500Z (ohm). No entanto, existem alguns conceitos importantes que devem ser conhecidos e que são abordados neste artigo de Yoji Konda da Keletron, especialista em som ambiente e fabricante de produtos para estas instalações.

 

O conceito correto de um sistema de Z = 500 ohms

O que é uma linha CORRETA de 500 Ω? A linha de Z = 500 Ω é considerada como linha de impedância constante de 500 Ω.

Seus princípios: Um amplificador normalmente possui saída com impedância (Z) de 4 ou 8 Ω. Para operar num sistema de som ambiente é colocado na saída do amplificador um transformador tronco que modifica suas características de 4 ou 8 Ω para 500 Ω. (4 ou 8 Ω para 500 Ω)

A carga total da linha deve ser mantida próxima a Z = 500 Ω.

Exemplo: 10 caixas de som em uma linha de 500 Ω: 500 Ω x 10.

Assim, a entrada do transformador de linha deverá ter uma impedância de 5.000 Ω e a saída de 4 ou 8 Ω .

Veja o raciocínio: 10 transformadores de Z = 5.000 Ω em paralelo resultam em 5.000 Ω/10 = 500 Ω. A impedância correta para a linha.

A linha de Z = 500 Ω tem um processo de cálculo que pode ser complexo para alguns instaladores, pois para cada quantidade de caixas é necessário usar transformadores com impedâncias diferentes.

5 caixas:

500 x 5 = 2.500 Ω

 

10 caixas:

500 x10 = 5.000 Ω

 

 20 caixas

500 x 20 = 10.000 Ω

 

A potência marcada no transformador não é a potência que o mesmo transfere à caixa, mas sim a potência máxima que suporta.

 

Exemplo:

Qual a impedância necessária para transferir 10 W de uma linha de 500 Ω com:

100 W = 5.000 Ω 250 W = 12.000 Ω 600W = 30.000 Ω

 

Uma linha de 500 Ω x 600 W apresentaria uma tensão excessiva de 547 V, capaz de romper o dielétrico do transformador de linha.

A linha de 500 Ω apresenta tensão diferente para cada potência do amplificador,não sendo aconselhável potências superiores a 250 W.

O sistema de 500 Ω, com transformador tronco, embora correto tecnicamente, pela complexidade de cálculos, é na maioria das vezes inacessíveis aos que instalam e vendem produtos para som ambiente,

A Keletron que no passado fabricava este sistema ( O correto ) suspendeu a fabricação de transformadores para linha de 500 Ω

 

O conceito incorreto de um sistema de Z = 500 ohms

 

PERGUNTA:

Aprendi com os colegas que um Sistema de Som Ambiente de linha de 500 oh,s, não precisa de transformador tronco. A impedância (Z) de 500 Ω é gerada pelo transformador de linha. Isso é correto?

 

RESPOSTA:

Transformadores de linha jamais aumentam a impedância de saída do amplificador para 500 Ω, pois eles são transformadores rebaixadores. É necessário um transformador tronco para elevar a impedância de 4 ou 8 Ω para 500 Ω .

O transformador tronco é denominado elevador e o de linha, rebaixador.

 

 

 

Sem transformador tronco, a impedância da linha continua sendo igual a da saída do amplificador: 4 ou 8 ohms

 

PERGUNTA:

Se eu ligar 62 caixas em uma linha com caixas com transformadores de entrada de Z = 500 Ω em um amplificador sem transformador tronco a impedância não estaria correta? Pois 500 Ω/62= 8 Ω - a impedância de saída do amplificador.

 

RESPOSTA:

A impedância de carga estaria corretamente casada mas com 62 caixas de som, presume-se que é uma instalação extensa.

Grande parte da energia é dissipada nos cabos, ocorrendo a clássica reclamação de que as ultimas caixas estão com volume baixo em relação às primeiras.

Isso se deve ao fato do amplificador ter uma tensão muito baixa de saída e uma corrente muito alta.

Exemplo: amplificador 600 W a 4 Ω= 48 V x 12 ampères.

 

PERGUNTA:

No mercado atualmente os transformadores de linha de Z =500 Ω são todas de 500 Ω de entrada. Não há algo de estranho nisso?

 

RESPOSTA:

Se fosse instalado em uma linha de 500 Ω a impedância só estaria correta se houvesse apenas um transformador conectado:

Linha de Z = 500 Ω com um transformador de Z = 500 Ω = Impedância adaptada ou como se diz impedância casada.

Isso se deve a outro conceito errado, totalmente contrário às leis da física elétrica de que:

A resultante das impedâncias das cargas colocadas em paralelo não se alteram. Um absurdo!

É totalmente errado: 10 transformadores de 500 Ω resulta em uma impedância total de 50Z e 20 em 25 Ω, impedância insuficiente para aproveitar a potência do amplificador, com saída de 4 ou 8 Ω. O correto seria transformador de linha de 5.000 Ω para 10 caixas e 10.000 Ω para 20 caixas.

 

PERGUNTA:

Se a potência marcada no transformador de linha Z = 500 Ω, qual é a potência que cada um deles transfere à cada caixa?

 

RESPOSTA:

Divida a impedância de 500 Ω pela impedância de saída do amplificador: 1/62 da potência do amplificador de 8 Ω de saída ou 1/125 da potência em um amplificador com saída de 4 Ω.

Veja a relação de potência do amplificador x potência entregue à caixa de som na próxima tabela.

Usando um transformador de linha Z = 500 Ω em um amplificador de 100 W teremos apenas 1,59 W entregue a caixa de som, amplificador de 250 W= 3,99W p/ cada caixa – 600 W= 9,6 W em cada caixa. Para transferir 15 W é necessário 1000 W RMS

 

PERGUNTA:

Porque os transformadores com entrada de 500 Ω ainda são fabricados?

 

RESPOSTA:

A crendice do instalador leigo é repassada ao lojista achando sua necessidade correta e que por sua vez a repassa ao fabricante.

O fabricante passa a fabricar este tipo de transformador por puras razões comerciais sem se preocupar com o desempenho técnico do transformador no sistema de som.

 

PERGUNTA:

Porque se usa a letra Z como símbolo de impedância. O correto não seria R em Ohm?

 

RESPOSTA: As medidas em Ohm são feitas em diversos efeitos elétricos distintos:

R para resistência - xL para reatância indutiva - xC para reatância capacitiva e Z para impedância.

 

A letra R é usada para resistência e Z para impedância, mas a unidade das duas é o ohm (?). Assim, indicamos a grandeza pela letra R ou Z, mas a unidade é sempre o ohm.

Assim, dizemos que a impedância de um circuito é Z = 8 Ω e não 8Z.

 

Um amplificador de 100 W a 8 ohm significa: Uma saída de 28 V com 3,5 A, pois 28 V / 3,5= 8 Ω.

Um transformador de 8 Ω e 10 W indica que o mesmo foi calculado para dar uma saída de 8,94 V x 1,11 A, pois: 8,94 V/1,1A= 8 Ω.

Impedância de áudio é a divisão da tensão pela corrente. Z = V / R

Um transformador apenas transforma a impedância dos sinais. Um transformador não tem impedância própria.

É a energia de áudio que tem impedância e não o transformador.

Muitos leigos tentam “medir” impedância” do transformador com ohmmimetro, coisa que este instrumento não faz.

Resistência R de transformador é apenas uma medida da perda resistiva do enrolamento, que nada tem a haver com impedância.

Um transformador de Z = 500 Ω de entrada não indica que o transformador tem esta impedância.

 


 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Mês de Aniversário - 10 Anos (OP195b)

Este é um mês especial para nós. Comemoramos o décimo aniversário do Instituto Newton C. Braga e de nosso site. O que se pensou inicialmente que seria um pequeno blog para dar continuidade ao meu trabalho de até então 50 anos se tornou um verdadeiro portal da eletrônica com edições em espanhol e em inglês. Na verdade, quando isso ocorreu o pensamento de alguns é que as coisas na internet estavam com os dias contados. Era uma “Febre de Momento” como ouvi dizer de alguns. Não era e fomos em frente.

Leia mais...

Palavra
Palavra e pedra solta não têm volta. (Palabra y piedra suelita no tienen vuelta.)
Benito Pérez Galdís (1843 1920) Napoleão de Chamartin - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)