O Site do Hardware Livre - OSHW

Fonte de corrente constante para LEDs (ART714)

São cada vez mais freqüentes as aplicações em que LEDs são usados como fontes de luz em lugar das lâmpadas comuns.No entanto, nestas aplicações é preciso garantir uma circulação de corrente constante nos LEDs para que a intensidade da luz produzida não varie, o que exige circuitos especiais. No artigo original foi utilizado o LM317 para 1,5 A, mas pela atualização de 2012, o leitor já pode contar com CIs de maior capacidade de corrente e totalmente compatíveis com o projeto, como o LM350T para 3 A e mesmo outros. No nosso site temos diversos circuitos equivalentes com configurações mais apropriadas para aplicações recentes.

Se bem que exista uma ampla gama de novos circuitos integrados destinados especificamente a este tipo de aplicação, reguladores de tensão de 3 terminais da "velha guarda" como o Lm317L podem ser utilizados sem deixar a dever nada em termos de desempenho. É justamente isso que a ON Semiconductor descreve em seu Application Note AND8109/D que adaptamos neste texto.

Conforme podemos ver pelo diagrama da figura 1, o regulador de 3 terminais Lm317L precisa "ver" uma tensão de 1,25 V entre sua saída e o terminal de ajuste para formar uma fonte de corrente constante.

 

Figura 1
Figura 1

 

Isso significa que, para termos uma fonte de corrente constante de determinada intensidade, por exemplo, basta dividir 1,25 pela resistência sensora Rs.

 

Is = 1,25/Rs

 

A alimentação de um conjunto de LEDs a partir deste circuito torna-se então muito simples, conforme podemos ver pelo circuito da figura 2.

 

Figura 2
Figura 2

 

Não é preciso usar resistor limitador de corrente, pois o próprio circuito integrado como fonte de corrente constante faz isso. Apenas é preciso cuidar para que a tensão de entrada, menos os 1,25 V de queda no circuito regulador resultem numa tensão maior do que a exigida para acender os LEDs ligados em série.

Para um maior número de LEDs podemos associá-los em grupos conforme mostra a figura 3.

 

Figura 3
Figura 3

 

Finalmente temos a versão sofisticada do circuito que garante que em cada ramo dos LEDs acionados tenhamos correntes iguais, caso em que três resistores sensores são utilizados. Veja a figura 4. A grande vantagem dessa configuração é que se um LED de um dos ramos queimar, os LEDs dos outros ramos não serão afetados.

 

Figura 4
Figura 4

 

No circuito da figura 3, por exemplo, se um dos LEDs queimar, a soma das correntes nos outros ramos deve permanecer constante e eles receberão uma corrente maior.

No site do autor o leitor poderá encontrar diversos circuitos como este. E mesmo neste, uma atualização importante seria a troca do MPS2222 pelos 2N2222 ou mesmo BD135.

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Novidades de Outubro (OP196)

Ainda repercutindo nosso mês de aniversários, completamos o mês com a participação da IoT Latin America 2019 onde atendemos nossos amigos no estande da Mouser Electronics. Como sempre, tivemos a satisfação de encontrar amigos, colaboradores e clientes, trocando ideias sobre negócios e o futuro da tecnologia.

 

Leia mais...

Jornais
Para aparecerem nos jornais, há assassinos que assassinam.
Eça de Queiroz (1845 1900) - A Correspondência de Fradique Mendes - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)