O Site do Hardware Livre - OSHW

Estabilizador ou no-brake (ART899)

Muitos usuários e mesmo alguns técnicos fazem alguma confusão quando tem de explicar a diferença entre um estabilizador de tensão e um no-brake. Estes dispositivos, que têm funções completamente diferentes, podem ser necessários em determinadas aplicações que envolvem computadores. Veja neste artigo qual é a diferença e quando usar um ou outro, ou mesmo os dois. (1997)

Não são poucos os usuários de computadores, futuros usuários e mesmo técnicos que, pretendendo comprar um novo equipamento ou ainda devendo atender a uma consulta de um cliente, ficam sem saber se devem usar ou recomendar um no-brake ou um estabilizador de tensão.

O que ocorre é que temos visto que uma boa parte das pessoas ainda não sabe diferenciar os dois equipamentos. A confusão é patente e um esclarecimento se faz necessário.

Os dois equipamentos, no-brake e estabilizador de tensão, são coisas absolutamente distintas. Analisando o que faz cada um o leitor logo perceberá isso e portando qual deve usar em cada caso.

 

a) Estabilizadores de tensão:

A tensão da rede de energia não se mantém constante o tempo todo e não tem os mesmos valores em todos os pontos da rede de distribuição. Os 110 volts (que na realidade são 117 volts) podem oscilar sensivelmente em função do local e da hora do dia e até mesmo das características da instalação de sua casa. Nos horários de pico, no início da noite, quando todos estão em casa tomando banho, vendo TV e com muitas lâmpadas acesas podemos ter valores tão baixos como 90 volts em lugar dos 110 volts numa tomada. Na figura 1 damos um exemplo de como a tensão pode cair no final de uma instalação com fios longos e finos.

 

Como a tensão pode cair num fio muito longo.
Como a tensão pode cair num fio muito longo.

 

Se bem que os computadores sejam projetados para funcionar com até 20% a menos e 10% a mais da tensão nominal, pode chegar um momento em que ela caia abaixo desses 20% tolerados ou mesmo, por outros motivos ultrapasse em 10% esses mesmos valores.

O resultado disso é a possibilidade de ocorrerem anormalidades ou problemas de funcionamento.

A finalidade do estabilizador de tensão é justamente corrigir a tensão da rede quando ela sofre alterações, mantendo-a o mais próximo possível do valor que o computador precisa para funcionar, ou seja, os 110 volts.

O estabilizador de tensão consiste num transformador que possui enrolamentos adicionais ligados a um circuito eletrônico que consegue modificar as características do núcleo e com isso modificar a tensão que sai em função da tensão que entra. Os tipos usados nos computadores são do tipo de "núcleo saturado" que é o mais adequado, pelas suas características, a este tipo de aplicação. Na figura 2 mostramos um estabilizador típico de tensão usado com computadores pessoais.

 


 

 

O modo de se instalar e usar o estabilizador de tensão é muito simples. Ele é simplesmente ligado na tomada de energia e em lugar de ligarmos o computador nessa mesma tomada, ligamos na tomada que existe no estabilizador. Desta forma, a energia que deve ser entregue ao computador passa antes pelo estabilizador e com isso é modificada de modo a se manter dentro das especificações de tensão que o PC necessita.

Um fato interessante que deve ser observado é que, tendo um transformador, o estabilizador oferece ainda uma certa proteção ao computador.

As variações bruscas de tensão e picos (surtos e transientes) que podem ocorrer quando caem raios nos fios, ou em determinadas condições indesejáveis, e que poderiam afetar os PCs, são bloqueadas, em grande parte, pelo estabilizador.

Em suma, é interessante ter um estabilizador de tensão para garantir que seu computador receba energia limpa e estabilizada, principalmente se no local que você mora esta energia esteja sujeita a variações (aquelas piscadas que as lâmpadas dão em determinados horários, enfraquecendo de modo anormal quando o chuveiro é ligado ou quando a geladeira dá a partida...).

 

b) No-brake

Nada mais desagradável para o usuário de um PC do que perder todo o seu trabalho, uma digitação de horas, pela falta momentânea de energia elétrica.

Se você usa o computador num tipo de trabalho em que isso não pode acontecer de modo algum, com o risco de sérios prejuízos então deve pensar num equipamento que o proteja. Este aparelho é o No-brake.

No-brake ou fonte de emergência nada mais é do que um aparelho que contém uma potente bateria ligada a um circuito especial que, em caso do corte de energia, pode alimentar seu computador por alguns minutos ou dezenas de minutos dando assim tempo para que você salve seu serviço.

Quando a energia da rede é cortada, o No-brake dá um alarme avisando o usuário que o serviço deve ser salvo, e mantém o computador alimentado o tempo suficiente para isso seja feito.

Como a bateria usada não tem autonomia para funcionar por muito tempo, pois o consumo de um PC é muito alto, uma vez que o alarme toque, apenas salve os seus arquivos: não queira continuar trabalhando normalmente com o No-brake, pois ele não é feito para isso.

Internamente, o No-brake contém uma bateria semelhante às usadas nos carros e que fornece tipicamente uma tensão de 12V. Como os PCs não funcionam com 12V esta bateria é ligada a um circuito inversor de potência que converte esses 12 volts nos 110V que o computador precisa.

O circuito de acionamento deste inversor opera monitorando a tensão da rede. Quando ela desaparece, este circuito é ativado acionando o circuito inversor.

Na figura 3 temos um circuito típico de No-brake mostrado em blocos, com as diversas funções deste equipamento.

 

Diagrama de blocos de um no-break.
Diagrama de blocos de um no-break.

 

 Veja que o No-brake não estabiliza a tensão e nem protege o computador. O leitor pode perceber que o circuito do No-brake é bem mais complexo do que o de um estabilizador e isso influi no seu preço que é muito mais alto.

 

Conclusão:

Os preços dos dois dispositivos são bem diferentes. Enquanto que os estabilizadores custam entre R$ 40,00 e R$ 80,00, dependendo da potência que são os indicados para os PCs comuns, os No-brakes são muito mais caros.

Para o usuário comum não há necessidade de se comprar um No-brake. Um estabilizador com o custo na faixa indicada é mais do que suficiente para garantir proteção e funcionamento sem problemas para seu PC.

As potências disponíveis para os PCs comuns estão entre 0,8 e 1,2 kW (quilowatts) tipicamente. Este valor em quilowatts indica quanto de potência o estabilizador pode entregar aos aparelhos que nele serão ligados. Assim, um estabilizador de 0,8 kW pode alimentar até 0,8 kW ou 800 watts de equipamentos ligados a sua saída, como, por exemplo, o monitor, a unidade de sistema, etc., conforme mostra a figura 4.

 

Usando o No-break.
Usando o No-break.

 

O importante na escolha do estabilizador é que sua potência seja maior do que a soma das potências dos aparelhos que devem ser alimentados.

Para um sistema formado por uma unidade de sistema, um monitor de 14 polegadas um estabilizador de 1 kW é mais do que suficiente. No entanto, se você tem uma impressora laser ou algum outro periférico de alto consumo, ou deve alimentá-lo diretamente pela rede de energia ou usar outro estabilizador.

Para o usuário é importante saber qual deve ser o aparelho usado e qual a sua potência. Para o técnico é muito importante saber a diferença entre os dois equipamentos para que, analisando o tipo de usuário para o qual vai vender o equipamento, saber qual é o mais indicado.

O técnico deve ainda estar bastante atento as características de potência dos dois equipamentos, pois elas determinam o que pode ser ligado em cada um.

Para os estabilizadores de tensão, a regra básica de que um sistema simples formado por uma unidade de sistema com recursos convencionais e um monitor precisam de pelo um equipamento de 0,8 kW é válida.

Lembramos que as impressoras exigem potências elevadas e que portanto devem ser usadas com estabilizadores próprios ou ainda sem eles, mas nunca ligadas em estabilizadores menores que já tenham de alimentar uma unidade de sistema e um monitor.

Para os No-brake, a leitura atenta das características dos equipamentos permite determinar qual é o equipamento que ele pode alimentar. Em escritórios, onde podem funcionar diversos PCs ao mesmo tempo é preciso ter muito cuidado com esta especificação para se garantir que todos eles possam funcionar e ter tempo de salvar o seu trabalho, em caso de corte de energia, ou pelo menos um deles, que seja o mais importante.

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

As Atividades do Momento (OP193)

Tivemos duas semanas cheias com lançamentos de livros, eventos, entrevistas e encontros importantes que certamente reverterão em benefícios para aqueles que nos acompanham, tanto no nosso site como em nosso canal de vídeo. Começamos pela entrevista dada ao Luis Carlos Burgos do site Burgos Eletrônica em que falamos um pouco de nossa vida profissional e de nossas pretensões para o futuro.

Leia mais...

Citaçes
As citaçes clássicas são a senha dos literatos do mundo inteiro. (Classical quotation is the parole of literary men all over the world.)
Samuel Johnson (1709 1784) Dicionário da Língua Inglesa -Prefácio - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)