NOSSAS REDES SOCIAIS -

Rítmica Fácil (ART1899a)

Faça uma boa quantidade de lâmpadas acompanhar o ritmo da música de seu aparelho de som. Com este sistema muito simples de luzes rítmicas você pode controlar lâmpadas de até 400 W na rede de 110 V e o dobro na rede de 220 V. O que caracteriza este projeto é a sua simplicidade, o baixo custo e a facilidade com que você pode ligá-lo a qualquer aparelho de som.

Obs. Este circuito só funciona com lâmpadas incandescentes

 

A maioria dos leitores certamente sabe o que são luzes rítmicas, mas uma explicação sempre é recomendável para evitar dúvidas na escolha de um projeto.

Trata-se de um sistema que, ligado à saída de equipamentos de som, faz com que lâmpadas comuns passem a piscar no mesmo ritmo da música executada.

Podemos usar este sistema na animação de festas, bailes, em boates e em muitos outros casos, incluindo-se a decoração pura e simples de uma sala de som.

O circuito que propomos é bastante simples e seguro, podendo funcionar com qualquer aparelho de som, com consumo praticamente desprezível de potência.

A utilização de um transformador na entrada de sinal é um fator importante a ser destacado neste projeto, pois isola seu equipamento de som do próprio circuito de luz rítmica, evitando que qualquer problema que ocorra com sua montagem possa causar algum dano ao equipamento de som.

 

COMO FUNCIONA

A base do circuito é um componente denominado Diodo Controlado de Silício, ou SCR (a abreviação vem de seu nome em inglês: silicon controlled retifier).

O SCR funciona como uma sensível chave eletrônica, que liga quando uma tensão positiva é aplicada à sua comporta (gate). A sensibilidade é de tal ordem que bastam 0,l mA de corrente ,sob pouco mais de 1 V para termos o disparo. Isso significa uma potência extremamente pequena, o que nos permite afirmar que o sistema não “rouba" praticamente nenhuma potência de seu aparelho de som.

Na comporta do SCR. ligamos uma lâmpada neon, um circuito RC e um transformador com um controle de sensibilidade.

O transformador "toma" do aparelho de som parte do sinal de áudio, uma pequena potência suficiente para gerar no seu secundário uma tensão relativamente alta.

Conforme observamos pelo diagrama esquemático da figura 1, é P1 quem ajusta esta tensão, que varia segundo o ritmo da música. Com isso, a tensão oscila em torno de 80 V fazendo com que a lâmpada neon pisque. A cada piscada, entretanto, a lâmpada neon conduz a corrente para a comporta do SCR provocando seu disparo.

Com a condução do SCR, passa a circular corrente, alimentando as lâmpadas, fazendo com que acendam.

Em suma, a carga ligada ao SCR acompanha a lâmpada neon que, por sua vez, pisca no ritmo da música executada no aparelho de som.

Um SCR como o TIC106 usado neste circuito pode controlar correntes da ordem de 4 ampères o que significa em torno de 400 W na rede de 110 V ou o dobro na rede de 220 V (para obter a potência multiplicamos a corrente pela tensão).

O potenciômetro P1 é necessário para se ajustar o ponto certo das piscadas em 'função do volume e potência de seu som.

Do mesmo modo, o resistor Rx atua em função da potência do equipamento de som evitando que excesso desta potência seja aplicado ao transformador podendo lhe causar dano.

 

MONTAGEM

Na figura 1 temos o diagrama completo do aparelho.

 

Figura 1 – Diagrama completo do aparelho
Figura 1 – Diagrama completo do aparelho

 

A montagem, por ser muito simples, pode ser realizada tendo por base uma simples ponte de terminais, como mostra a figura 2.

 

Figura 2 – Montagem usando ponte de terminais
Figura 2 – Montagem usando ponte de terminais

 

Esta ponte poderá ser posteriormente instalada numa caixa de plástico. Observe que o SCR deve ser dotado de um radiador de calor, pois com muitas lâmpadas ele tende a se aquecer.

Para a rede de 110 V usamos o TIC1O6B e para a rede de 220 V usamos o TIC1O6D.

O diodo D1 é do tipo 1N4004 ou equivalentes de maior tensão como o 1N4007 ou BY127. A lâmpada neon é comum de dois terminais paralelos como a NE-2H ou equivalente.

Os resistores são todos de 1/8 ou ¼ W com 5 ou 10% de tolerância e o capacitor C1 é de poliéster com tensão de trabalho a partir de 100 V.

O transformador T1 é do tipo usado em alimentação com primário de 1l0/220 V (só o enrolamento de 220 V é ligado e secundário de 5, 6 ou 9 V e corrente de 50 a 25omA.

O resistor Rx depende da potência do amplificador ou equipamento de som com o qual o aparelho deve funcionar. A tabela abaixo dá os valores e potências deste resistor.

 


 

 

Para a ligação das lâmpadas pode ser usada uma tomada comum ou então uma ponte de terminais com parafusos.

O fusível depende das lâmpadas sendo o normal de 5 A.

 

PROVA É USO

Na figura 3 temos o modo de ligação do aparelho. Observe que mantemos as ligações da caixa acústica. A ligação pode ser feita em qualquer dos canais de um sistema estéreo.

 

Figura 3 – Conexão ao equipamento de som
Figura 3 – Conexão ao equipamento de som

 

Uma vez instalado, ligue o aparelho de som a 1/3 ou 1/2 volume, conforme a potência. Ligue a luz rítmica à tomada e ajuste P1 até que as lâmpadas (ou lâmpada) comecem a piscar no ritmo da música executada.

 

SCR1 - TIC106B ou D conforme a tensão da rede

D1 - 1N4004 ou equivalente - diodo de silício

T1 - transformador com primário de 110/220 V e secundário de 5, 6 ou 9V com corrente até 250 mA

NE-1 - lâmpada neon

S1 - interruptor simples

F1 – 5 A - fusível

X1, X2 - lâmpadas incandescentes até 200 W

C1 – 100 nF (104) a 470 F (474) - capacitor de poliéster de 100 V ou mais

P1 – 47 k ou 100k - potenciômetro lin ou log

R1 – 47 k - resistor (amarelo, violeta, laranja)

R2 – 22 k - resistor (vermelho, vermelho, laranja)

Diversos: ponte de terminais, cabo de alimentação, radiador de calor para o SCR, soquetes para as lâmpadas, fios, suporte para fusível, knob para o potenciômetro etc.

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Novembro chegando (OP197)

Novembro é o mês de encerramento das aulas e com isso, diferentemente do que muitos pensam, as atividades estudantis não terminam. Alguns curtirão suas férias, mas outros ficam para exames e mais ainda, precisam terminar seus TCCs.

Leia mais...

Vaso
Se o vaso não está limpo, tudo o que nele derramares se azeda. (Sincerum est nisi vas, quidcumque infundis acescit.)
Horácio (65 8 a.C.) - Epístolas - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)