O Site do Hardware Livre - OSHW

Micro Timer de Baixo Consumo (ART1843)

O que caracteriza este projeto é o consumo extremamente baixo durante a temporização, da ordem de 200 uA, o que é possível com o uso de um circuito integrado TLC555 CMOS, equivalente ao 555 bipolar comum. Podemos usar o timer em partidas de xadrez, jogos, questionários e competições diversas.

Utilizando um circuito integrado TLC (Texas instruments) que é o equivalente CMOS do tradicional 555 bipolar, este circuito se caracteriza pelo baixo consumo durante a temporização, quando o LED está apagado.

O acionamento do circuito é feito por um toque dos dedos, o que também é possível graças à elevadíssima resistência de entrada do 555 CMOS que é da ordem de 1012 ohms.

Basta então um breve toque com os dedos no sensor de partida, depois de ajustar o tempo desejado, para que o LED apague e no final da temporização acenda, indicando que o prazo programado está terminado.

O circuito pode ser alimentado por pilhas ou bateria e admite temporizações de até um pouco mais de meia hora.

Muito simples de montar e compacto, ele pode ser instalado numa caixa de reduzidas dimensões para o uso portátil.

 

Características

Tensões de alimentação: 6 V ou 9 V

Corrente durante a temporização: 200 uA (tip.)

Corrente com o LED aceso: 10 mA (tip.)

Faixa de tempos: 1 segundo a meia hora

 

COMO FUNCIONA

O TLC555, que é a base deste projeto, consiste num circuito integrado LinCMOS da Texas Instruments que é o equivalente CMOS do conhecido timer 555.

Reunindo as características do 555 bipolar às vantagens do CMOS, este integrado tem um consumo muito menor, resistência de entrada muito alta, além de poder operar em velocidades maiores quando usados como astável.

No nosso projeto utilizamos o 555 como monoestável na configuração tradicional, já que até a pinagem do 555 CMOS é igual a do tradicional.

Neste circuito, o disparo é feito quando por um toque dos dedos no sensor X1, pois levamos o pino 2 ao nível baixo.

Nestas condições a saída do 555 vai ao nível alto fazendo com que o LED apague.

A saída permanecerá no nível alto durante um tempo determinado por C1 e pelo ajuste de P1.

Com um capacitor maior que 1 000 uF (que deve ser de boa qualidade), por exemplo 2 2000 uF, podemos ter uma temporização da ordem de meia hora.

Com 1 000 uF chegamos aos 15 minutos.

No final do intervalo programado por P1, a saída do 555 volta ao nível baixo fazendo com que o LED acenda.

A alimentação do circuito poderá ser feita com 4 pilhas comuns ou uma bateria de 9 V.

 

MONTAGEM

Na figura 1 temos o diagrama completo do micro-timer.

 

 

   Figura 1 – Diagrama do timer
Figura 1 – Diagrama do timer

 

 

Na figura 2 temos a disposição dos componentes numa pequena placa de circuito impresso.

 

Figura 2 – Placa de circuito impresso para a montagem
Figura 2 – Placa de circuito impresso para a montagem

 

 

Os resistores são de 1/8 W, o sensor de disparo X1 consiste em dois alfinetes, percevejos ou parafusos latonados que devem ser tocados simultaneamente para o disparo.

Para P1 deve ser elaborada uma escala de tempos com base num relógio ou cronômetro comum.

O capacitor C1 deve ser de boa qualidade, pois qualquer fuga compromete a temporização.

Os eletrolíticos são para tensão de trabalho de 12 V.

O LED pode ser vermelho ou de outra cor, montado num suporte apropriado.

 

PROVA E USO

Para provar o aparelho coloque P1 na temporização mínima, ligue a alimentação e toque no sensor.

O LED deve apagar e ficar assim por alguns segundos. No final da temporização o LED acende.

Para usar, ajuste antes o tempo, depois ligue a alimentação e toque no sensor para dar início à operação.

Na re-operação é importante levar em conta que pode haver uma carga residual no capacitor que diminui o tempo do disparo.

Para evitar este problema, pode ser incluído um interruptor de pressão em paralelo com C1 que deve ser pressionado sempre que houver re-disparo.

 

 

Semicondutores:

Cl1 - TLC555 - circuito integrado Texas lnstruments

LED1 - LED vermelho comum

 

Resistores: (1/8 W, 5%)

R1 - 10 M ohms - resistor (marrom, preto, azul)

R2 - 10 k ohms: - resistor (marrom, preto, laranja)

R3 - 1 k ohms - resistor (marrom, preto, vermelho)

P1 - 1 M ohms - potenciômetro

 

Capacitores:

C1-10 uF a 1 000 uF x 12V – eletrolítico - ver texto

C2 - 100 uF x 12 V - eletrolítico

 

Diversos:

X1 - sensor - ver texto

S1 - interruptor simples

B1 - 6 V ou 9 V - 4 pilhas ou bateria

Placa de circuito impresso, caixa para montagem, soquete para o circuito integrado, conector de bateria ou suporte para 4 pilhas pequenas, suporte para o LED, botão com escala para o potenciômetro, fios, solda, etc.

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Mês de Aniversário - 10 Anos (OP195b)

Este é um mês especial para nós. Comemoramos o décimo aniversário do Instituto Newton C. Braga e de nosso site. O que se pensou inicialmente que seria um pequeno blog para dar continuidade ao meu trabalho de até então 50 anos se tornou um verdadeiro portal da eletrônica com edições em espanhol e em inglês. Na verdade, quando isso ocorreu o pensamento de alguns é que as coisas na internet estavam com os dias contados. Era uma “Febre de Momento” como ouvi dizer de alguns. Não era e fomos em frente.

Leia mais...

Tolos e Velhacos
A riqueza dos tolos é o patrimônio dos velhacos.
Marquês de Maricá (1773 - 1848) - Máximas - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)