Sensor de Toque com Trava (ART1794b)

Escrito por Newton C Braga

Este circuito pode ser usado como alarme de toque, em automatismos e em robótica, acionando um relé a partir do toque num sensor. O circuito possui trava, permanecendo ligado depois do toque.

Um toque no sensor e o SCR dispara, acionando uma carga por tempo indeterminado.

Para desligar o circuito, basta interrompendo a alimentação por um momento.

O circuito é indicado para alimentação 12 V, mas funcionará com relés de 6 V se alimentado com 9 V, pois precisamos compensar os 2 V de queda de tensão no SCR.

O circuito é extremamente sensível, pois usa um transistor Darlington no disparo.

A alimentação deve ser feita por bateria ou fonte, mas a fonte deve ser do tipo isolado.

Nunca use fonte sem transformador para alimentar este circuito.

Na figura 1 temos o circuito completo do sistema de disparo por toque.

 

   Figura 1 – Diagrama completo do sensor de toque
Figura 1 – Diagrama completo do sensor de toque

 

A montagem pode ser feita utilizando-se uma pequena ponte de terminais isolados, conforme mostra a figura 2.

 

   Figura 2 – Montagem em ponte de terminais
Figura 2 – Montagem em ponte de terminais

 

Na falta do transistor Darlington original, podem ser usados dois BC548 que serão montados conforme mostra a figura 3.

 

   Figura 3 – Substituindo o transistor Darlington
Figura 3 – Substituindo o transistor Darlington

 

Na montagem, observe a posição dos transistores, SCR e a polaridade do capacitor eletrolítico.

Os resistores são de 1/8 W com qualquer tolerância e o capacitor eletrolítico para 16 V ou mais.

O sensor pode ser uma chapinha de metal de até 10 x 10 cm e o fio de conexão deve ser curto (máximo 50 cm).

Para fios maiores, deve ser usado um fio blindado.

A garra deve ser ligada à terra ou a um objeto maior de metal, caso o circuito tenha sua sensibilidade reduzida.

Na figura 4 temos um sensor de pêndulo que pode ser usado com este circuito num alarme de balanço.

 

   Figura 4 – Um sensor de pêndulo
Figura 4 – Um sensor de pêndulo

 

 

SCR – TIC106 – SCR com qualquer sufixo

Q1 – BC517 ou dois BC548 – ver texto – transistor Darlington

D1 – 1N4148 – diodo de uso geral

K1 – Relé de 12 V com até 50 mA de corrente de bobina – ver texto

C1 – 100 uF – capacitor eletrolítico

R1 – 100 k ohms – resistor – marrom, preto, amarelo

R2 – 1 k ohms – resistor – marrom, preto, vermelho

S1 – Interruptor simples

X1, X2 – sensor e garra – ver texto

 

Diversos:

Ponte de terminais, fonte de 12 V, caixa para montagem, fios, solda, etc.