O Site do Hardware Livre - OSHW

Sensor de Toque com Trava (ART1794b)

Este circuito pode ser usado como alarme de toque, em automatismos e em robótica, acionando um relé a partir do toque num sensor. O circuito possui trava, permanecendo ligado depois do toque.

Um toque no sensor e o SCR dispara, acionando uma carga por tempo indeterminado.

Para desligar o circuito, basta interrompendo a alimentação por um momento.

O circuito é indicado para alimentação 12 V, mas funcionará com relés de 6 V se alimentado com 9 V, pois precisamos compensar os 2 V de queda de tensão no SCR.

O circuito é extremamente sensível, pois usa um transistor Darlington no disparo.

A alimentação deve ser feita por bateria ou fonte, mas a fonte deve ser do tipo isolado.

Nunca use fonte sem transformador para alimentar este circuito.

Na figura 1 temos o circuito completo do sistema de disparo por toque.

 

   Figura 1 – Diagrama completo do sensor de toque
Figura 1 – Diagrama completo do sensor de toque

 

A montagem pode ser feita utilizando-se uma pequena ponte de terminais isolados, conforme mostra a figura 2.

 

   Figura 2 – Montagem em ponte de terminais
Figura 2 – Montagem em ponte de terminais

 

Na falta do transistor Darlington original, podem ser usados dois BC548 que serão montados conforme mostra a figura 3.

 

   Figura 3 – Substituindo o transistor Darlington
Figura 3 – Substituindo o transistor Darlington

 

Na montagem, observe a posição dos transistores, SCR e a polaridade do capacitor eletrolítico.

Os resistores são de 1/8 W com qualquer tolerância e o capacitor eletrolítico para 16 V ou mais.

O sensor pode ser uma chapinha de metal de até 10 x 10 cm e o fio de conexão deve ser curto (máximo 50 cm).

Para fios maiores, deve ser usado um fio blindado.

A garra deve ser ligada à terra ou a um objeto maior de metal, caso o circuito tenha sua sensibilidade reduzida.

Na figura 4 temos um sensor de pêndulo que pode ser usado com este circuito num alarme de balanço.

 

   Figura 4 – Um sensor de pêndulo
Figura 4 – Um sensor de pêndulo

 

 

SCR – TIC106 – SCR com qualquer sufixo

Q1 – BC517 ou dois BC548 – ver texto – transistor Darlington

D1 – 1N4148 – diodo de uso geral

K1 – Relé de 12 V com até 50 mA de corrente de bobina – ver texto

C1 – 100 uF – capacitor eletrolítico

R1 – 100 k ohms – resistor – marrom, preto, amarelo

R2 – 1 k ohms – resistor – marrom, preto, vermelho

S1 – Interruptor simples

X1, X2 – sensor e garra – ver texto

 

Diversos:

Ponte de terminais, fonte de 12 V, caixa para montagem, fios, solda, etc.

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

As Atividades do Momento (OP193)

Tivemos duas semanas cheias com lançamentos de livros, eventos, entrevistas e encontros importantes que certamente reverterão em benefícios para aqueles que nos acompanham, tanto no nosso site como em nosso canal de vídeo. Começamos pela entrevista dada ao Luis Carlos Burgos do site Burgos Eletrônica em que falamos um pouco de nossa vida profissional e de nossas pretensões para o futuro.

Leia mais...

Tímido
O tímido chama-se cauteloso, o avarento parcimonioso. (timidus vocat se cautum, avarus parcum.)
Publício Siro (sec. 1 a.C.) - Sentenças - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)