NOSSAS REDES SOCIAIS -

Proteção Contra Corrosão de Antenas (TEL211)

Quem viajar pelo litoral notará que existem muitas antenas caídas ou semi-destruídas. Para explicar esse fato, partiremos da seguinte experiência:

Colocando água de torneira num copo e depois introduzindo nesse mesmo copo um pedaço de ferro e ao seu lado um pedaço de alumínio, como são metais diferentes, é gerada uma tem (força eletromotriz) que estará entre 300 mV e 1 V, dependendo da eletronegatividade ou atividade eletroquímica dos metais.

Em consequência circula uma corrente que, no caso da experiência feita num copo, e da ordem de 30 microampères. O polo negativo é a peça de alumínio e o positivo a de ferro. Isso significa que o alumínio se decompõe, liberando ions, causando então a destruição gradativa desta peça. (figura 1)

 


 

 

 

Aplicando esta explicação às antenas, temos o seguinte:

Nas antenas encontramos peças de alumínio pressas por parafusos de outros metais. Com a umidade, a corrosão eletrolítica se faz presente. Esta atividade chega ao ponto de gerar a destruição completa da peça com a produção de furos e depois a queda de partes.

Para evitar o problema basta não fazer as interligações com peças ou parafusos de metais diferentes. Qualquer ligação deve ser feita com acessórios (rebites, encostos, parafusos e porcas) de alumínio.

Já existe uma antena em que as ligações entre os tubos são feitos por encosto com o auxilio de parafusos de plástico. Porém, a ligação com o mastro ainda é feita com grampos de ferro.

Esta parte pode ser modificada como mostra a figura 2.

 


 

 

 

A longarina de alumínio é presa a uma peça de cano de plástico, com um “T” no meio. Colocando-se massa de Araldite e fazendo-se vários furos, consegue-se aderência entre estas partes e o “T” serve para fixar o astro que assim não tem contato com a longarina.

 

Publicado originalmente em 1987.

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Mundo diferente (OP203)

Em plena pandemia já estamos nos preparando para o mundo diferente que teremos a partir de agora. A disruptura que está ocorrendo está mudando nossos hábitos de uma forma que sabemos ser irreversível. Os hábitos de compras, os eventos, festas, o ensino, tudo mais deve mudar com o uso predominante da tecnologia.

Leia mais...

Censura-se
Tal. Censurando-se os outros, condena-se a si mesmo. (Tal biasima altrui Che s stesso condanna.)
Petrarca (1304 1374) - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)