O Site do Hardware Livre - OSHW

Reforçador de Graves (ART1763)

Este circuito de Bass Booster ou Reforçador de Graves pode ser utilizado para obter efeitos especiais de som com seu televisor, ou ainda para o som do computador. Com uma potência de 40 W rms (160 pmpo), ele alimenta alto-falantes pesados de graves (woofers) com excelente rendimento.

Os efeitos de som com aumento de graves são importantes em filmes de guerra, catástrofes e outros em que temos explosões, tiros, terremotos, avalanches e outros.

Os sistemas de home theater possuem sempre um canal central para agregar a reprodução destes sons.

A figura 1 ilustra um sistema desse tipo.

 

   Figura 1 – Home theaters possuem alto-falantes de graves (sub woofers)
Figura 1 – Home theaters possuem alto-falantes de graves (sub woofers)

 

 

Veja que sempre temos a reprodução dos graves apenas num canal, pois estes sons não se prestam à reprodução estéreo, dadas as características de separação de nossos ouvidos.

Na figura 2 temos a instalação típica do sistema com as curvas de respostas adotadas normalmente.

 

   Figura 2 – O sistema e as curvas de reprodução
Figura 2 – O sistema e as curvas de reprodução

 

 

Para obter um canal potente de graves, o que fazemos é utilizar um amplificador integrado TDA1514A que fornece 40 W de potência, mas operando com os sinais de um filtro de graves com o TL080.

Assim, amplificando apenas os sinais abaixo de 500 Hz, com uma atenuação de 12 dB por oitava abaixo deste valor, temos um canal de graves potente para o nosso sistema multimídia.

 

Montagem

Na figura 3 temos o diagrama completo do aparelho.

 

   Figura 3 – Diagrama do Bass Booster
Figura 3 – Diagrama do Bass Booster

 

 

A placa de circuito impresso para a montagem é mostrada na figura 4.

 

   Figura 4 – Placa para a montagem
Figura 4 – Placa para a montagem

 

 

O circuito integrado de potência CI-2 deve ser dotado de um excelente dissipador de calor.

Na montagem, observe as posições dos circuitos integrados e a polaridade dos capacitores eletrolíticos.

Os resistores são de 1/8 W e os capacitores eletrolíticos devem ter tensões de trabalho de acordo com o especificado na lista de materiais.

A fonte de alimentação para este circuito deve fornecer quatro tensões, com o diagrama mostrado na figura 5.

 

   Figura 5 – Fonte de alimentação especial
Figura 5 – Fonte de alimentação especial

 

Esta fonte pode ser montada na placa de circuito impresso mostrada na figura 6.

 

   Figura 6 – Placa de circuito impresso
Figura 6 – Placa de circuito impresso

 

 

Os diodos devem ter correntes de 3 A ou mais, e os zener são de 12 V.

Os capacitores eletrolíticos são para 50 V ou mais e as trilhas da placa devem ser largas como indicado, dada a corrente elevada de operação do circuito.

O cabo de entrada de sinal deve ser blindado para que não ocorra a captação de roncos.

Na figura 7 temos o modo de se fazer as ligações do circuito a um sistema de som estéreo.

 

   Figura 7 – Utilização do circuito
Figura 7 – Utilização do circuito

 

O posicionamento dos alto-falantes deve ser feito conforme mostra a figura 8.

 

   Figura 8 – posicionamento dos alto-falantes para o caso de um televisor comum.
Figura 8 – posicionamento dos alto-falantes para o caso de um televisor comum.

 

 

CI-1 – TL080 – circuito integrado

CI-2 – TDA1514A – circuito integrado

R1, R2, R3 – 15 k ohms – resistores – marrom, verde, laranja

R4 - 220 k ohms – resistor – vermelho, vermelho, amarelo

R5, R8 – 22 k ohms – resistores – vermelho, vermelho, laranja

R6 – 680 ohms – resistor – azul, cinza, marrom

R7 – 470 k ohms – resistor – amarelo, violeta, amarelo

R9 – 3,3 ohms – resistor – laranja, laranja, dourado

R10 - 82 ohms – resistor – cinza, vermelho, preto

R11 – 150 ohms – resistor – marrom, verde, marrom

C1 – 1 uF – capacitor de poliéster

C2, C3 – 10 nF – capacitores de poliéster

C4 – 2,2 nF –capacitor de poliéster ou cerâmico

C5, C6 – 100 uF x 25 V – capacitores eletrolíticos

C7 – 2,2 uF x 25 V – capacitor eletrolítico

C8 – 220 pF – cerâmico

C9 - 33 uF ou 47 uF x 25 V – capacitor eletrolítico

C10, C13 – 470 nF – capacitores cerâmicos ou poliéster

C11 – 22 nF – capacitor cerâmico ou poliéster

C12 0 220 uF x 12 V – capacitor eletrolítico

P1 – 10 k ohms – potenciômetro

J1 – jaque de entrada

FTE – 4 ou 8 ohms x 60 W ou mais – alto-falante de graves (sub-woofer)

 

Material para a fonte:

D1 a D4 – 3 A ou mais x 100 V – diodos retificadores

DZ1, DZ2 – 12 V x 1 W – diodos zener

R1, R2 – 560 ohms x 1 W – resistores – verde, azul, marrom

C1, C2 – 4 700 uF x 36 V ou mais – capacitores eletrolíticos

C3, C4 – 100 uF x 16 V – capacitores eletrolíticos

S1 – Interruptor simples

F1 – 2 A- fusível

T1 – Transformador com 15 + 15 V x 4 A ou 5 A de secundário

 

Diversos:

Placa de circuito impresso, dissipador de calor, cabo de força, caixa para montagem, fios, solda, etc.

 

 

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

As Atividades do Momento (OP193)

Tivemos duas semanas cheias com lançamentos de livros, eventos, entrevistas e encontros importantes que certamente reverterão em benefícios para aqueles que nos acompanham, tanto no nosso site como em nosso canal de vídeo. Começamos pela entrevista dada ao Luis Carlos Burgos do site Burgos Eletrônica em que falamos um pouco de nossa vida profissional e de nossas pretensões para o futuro.

Leia mais...

Tempo
Não somos nós que perdemos tempo. É o tempo que nos perde.
Mário da Silva Brito - Diário Intemporal - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)