O Site do Hardware Livre - OSHW

Proteção Simples Para o Lar (ART1752)

Descrevemos um sistema muito simples de alarme com trava que não utiliza componentes semicondutores, mas é muito eficiente. O circuito pode ser alimentado por pilhas e dispara uma cigarra ou sirene, conforme desejado pelo montador.

O circuito que descrevemos tem como elemento básico um relé e sensores que podem ser do tipo reed, argolas ou de pêndulo, podendo ser empregado nos mais diversos tipos de proteção.

Na condição de espera o consumo é nulo, o que significa enorme durabilidade para as pilhas utilizadas na alimentação.

A sirene ou cigarra pode ser alimentada pela rede de energia, como no projeto básico ou ainda por bateria.

Na figura 1 temos o sensor básico que consiste num fio condutor que passa através de argolas de fio descascados ou ainda um pêndulo com fio rígido que fica suspenso passando por uma argola.

 

   Figura 1 – Sensores simples
Figura 1 – Sensores simples

 

 

Quando se esbarra no fio ou ainda no pêndulo eles encostam nas argolas e com isso o alarme dispara.

Outra possibilidade, consiste em se utilizar um sensor magnético tipo reed, do tipo projetado para alarme, como os mostrados na figura 2.

 

    Figura 2 – Sensores reed
Figura 2 – Sensores reed

 

 

Numa peça temos um imã e na outra o reed-switch que será conectado ao alarme.

Com os dois juntos, o reed switch permanece aberto e quando eles se separam o reed-switch fecha disparando o alarme.

O relé utilizado no projeto deve ser do tipo de dois contatos reversíveis.

No nosso projeto devemos utilizar um par de contactos na configuração NA e outro NF e, para identificar os contatos podemos usar um provador de continuidade simples feito com um alto-falante e uma pilha, conforme mostra a figura 3.

 

   Figura 3 – Identificando os contatos do relé
Figura 3 – Identificando os contatos do relé

 

O relé deve ser do tipo sensível de 6 V com corrente de bobina até 100 mA.

Na figura 4 temos o diagrama completo do alarme.

 

Figura 4 – Diagrama do alarme
Figura 4 – Diagrama do alarme

 

A montagem no seu aspecto real é detalhada na figura 5.

 

Figura 5 – Aspecto da montagem
Figura 5 – Aspecto da montagem

 

O fio que passa entre as argolas não pode ser muito longo para não provocar o disparo pela ação do vento ou mesmo de um animal.

A figura 6 mostra a construção de um sensor de pêndulo.

 

Figura 6 – O sensor de pêndulo
Figura 6 – O sensor de pêndulo

 

 

Qualquer balanço do pêndulo pela remoção de um objeto ou pela tentativa de se forçar uma porta ou janela, dispara o circuito.

Para se ter um circuito com baixa corrente no sensor, o que pode ser interessante se ele for muito longo, podemos usar uma versão com transistor que é mostrada na figura 7.

 

Figura 7 – Versão com transistor
Figura 7 – Versão com transistor

 

 

A alimentação é a mesma da versão anterior, se for usado relé de 6 V, e na montagem, observe a posição do transistor.

Na figura 8 temos a instalação completa de sistema de alarme protegendo portas e janelas.

 

Figura 8 – Protegendo portas e janelas
Figura 8 – Protegendo portas e janelas

 

 

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Mês de Muito Trabalho (OP197)

   Estamos em setembro de 2018 e continuamos com nosso trabalho, realizando palestras, viagens, escrevendo artigos, livros e muito mais. Em nossas duas últimas palestras, uma na Uninove e a outra na ETEC Albert Einstein, ambas de São Paulo, pudemos constatar de forma bastante acentuada um fato importante , que constantemente salientamos em nosso site desde seu início. 

Leia mais...

Viver
Viver é trapacear com a morte.
Mário da Silva Brito Diário Intemporal - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)