O Site do Hardware Livre - OSHW

Sensível Foto Alarme (ART1707)

A luz que incide num sensor faz com que este circuito acione um relé. Podemos modificar o circuito para que ele opera com a interrupção da luz. O circuito é muito sensível, sendo uma das aplicações possíveis como detector de presença.

Este circuito utiliza qualquer foto-transistor como sensor e até mesmo um foto-diodo, com uma sensibilidade muito grande dado o uso de um transistor amplificador e um amplificador operacional.

A alimentação deve ser feita com 12 V de fonte, dado o uso de um relé para esta tensão.

A carga controlada depende exclusivamente da capacidade dos contatos do relé utilizado.

O circuito funciona com um foto-transistor ligado à base de um transistor amplificador.

O transistor aplica o sinal á entrada não inversora de um amplificador operacional 741 configurado como comparador de tensão.

A tensão de referência que é a tensão sem iluminação, é fixada pelo ajuste de um trimpot ligado à entrada inversora do operacional.

Quando o sensor é iluminado, a saída do operacional que estava no nível baixo vai ao nível alto, saturando o transistor que controla o relé.

Nestas condições o relé fecha seus contatos, ativando uma carga externa, por exemplo, um sistema de alarme.

 

Montagem

Na figura 1 temos o diagrama completo do foto-alarme

 

   Figura 1 – Diagrama do foto-alarme
Figura 1 – Diagrama do foto-alarme

 

A montagem pode ser feita numa pequena placa de circuito impresso com a disposição de componentes mostrada na figura 2.

 

    Figura 2 – Placa de circuito impresso
Figura 2 – Placa de circuito impresso

 

Esta placa prevê o uso de relés com base DIL, mas se forem usados outros tipos o desenho deve ser modificado.

Na montagem, observe a posição do circuito integrado e dos transistores.

Os resistores são de 1/8 W com qualquer tolerância.

Como sensor pode ser usado qualquer tipo de foto-transistor e até mesmo foto-diodos.

Na figura 3 damos o modo de se ligar a etapa sensora de modo a inverter o funcionamento do circuito, que passará a operar com o corte da luz sobre o sensor.

 

   Figura 3 – Modificando para operar com sombra
Figura 3 – Modificando para operar com sombra

 

Na figura 4 temos uma simples fonte de alimentação regulada para alimentar o circuito.

 

   Figura 4 – Fonte de alimentação para o alarme
Figura 4 – Fonte de alimentação para o alarme

 

O transformador pode ter correntes de 300 a 500 mA e o circuito integrado regulador não precisará ser montado em dissipador de calor.

Para controlar uma carga externa, a conexão deve ser feita conforme mostra a figura 5.

 

   Figura 5 – Conexão de uma carga externa
Figura 5 – Conexão de uma carga externa

 

Para testar, instale o sensor num tubinho opaco e aponte para um local escuro.

Ajuste P1 para que o relé fique desligado.

Aponte o sensor para um lugar iluminado, quando então o relé deve fechar seus contatos, ajustando P1 para isso.

Uma lente colocada na frente do tubinho com o sensor permite obter maior diretividade e sensibilidade.

Neste caso, o circuito pode ser usado como um controle remoto acionado por lanterna ou pelo farol de um carro controlando, por exemplo, a abertura de uma porta de garagem.

Da mesma forma, na versão por interrupção ele pode ser usado como alarme de passagem, apenas devendo ser acrescentada a trava ao relé.

Isso poderá ser feito utilizando-se o segundo par de contactos do relé.

 

CI-1 – 741 – circuito integrado

Q1 – qualquer foto-transistor

Q2, Q3 – BC548 – transistor NPN de uso geral

D1- 1N4148 – diodo de uso geral

R1 – 100 k ohms – resistor – marrom, preto, amarelo

R2 – 10 k ohms – resistor – marrom, preto, laranja

P1- 100 k ohms – trimpot ou potenciômetro

C1 – 100 uF x 16 V – capacitor eletrolítico

 

Diversos:

Placa de circuito impresso, caixa para montagem, fonte de alimentação, fios, solda, etc.

 

BUSCAR DATASHEET


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Opinião

Mês de Muito Trabalho (OP197)

   Estamos em setembro de 2018 e continuamos com nosso trabalho, realizando palestras, viagens, escrevendo artigos, livros e muito mais. Em nossas duas últimas palestras, uma na Uninove e a outra na ETEC Albert Einstein, ambas de São Paulo, pudemos constatar de forma bastante acentuada um fato importante , que constantemente salientamos em nosso site desde seu início. 

Leia mais...

Teoria
A teoria na prática é diferente. Se a frase não é do Barão de Itararé, pelo menos ele sempre a repetia com o humor que lhe era característico.
Arnaldo Niskier - Jornal do Brasil - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)