Pulsador para Sinalização (ART1651)

Escrito por Newton C Braga

A finalidade deste projeto é produzir pulsos de alta intensidade e curta duração numa lâmpada incandescente comum para uso em sinalização. O circuito utiliza componentes comuns e é fácil de montar.

Este circuito pode ser utilizado em obras, portas de garagem e outros locais em que se necessita de um alerta luminoso potente de baixo consumo.

Apesar de usar lâmpadas incandescentes, que já estão caindo em desuso, ele é simples de montar e tem um consumo baixo, pois as piscadas que correspondem ao tempo em que o circuito fica ativo são de baixa duração.

O circuito não deve ser utilizado com outros tipos de lâmpada e tem a frequência ajustada numa ampla faixa de valores através de um trimpot.

A base do circuito é um oscilador de relaxação com transistor unijunção cuja configuração básica é mostrada na figura 1.

 

   Figura 1 – Oscilador de relaxação
Figura 1 – Oscilador de relaxação

 

Neste circuito, um capacitor carrega-se através do resistor e do trimpot para depois descarregar-se rapidamente através do transistor.

Os transistores unijunção também estão cada vez mais raros, mas se encontrado, compensa plenamente seu uso pela facilidade de projeto.

 

Montagem

Na figura 2 temos o diagrama completo do pulsador.

 

   Figura 2 – Diagrama do pulsador
Figura 2 – Diagrama do pulsador

 

A placa de circuito impresso para a montagem é mostrada da figura 3.

 


Figura 3 – Placa para a montagem

 

Na montagem, observe as posições do transistor e do SCR.

O SCR deve ter sufixo B ou D se a rede for de 110 V e D se a rede for de 220 V.

Este componente deve ser dotado de um pequeno radiador de calor.

Os resistores são de 1/8 W com qualquer tolerância exceto R1 que depende da rede de energia e deve ter valor e dissipação indicados no diagrama.

Os capacitores eletrolíticos são para 16 V ou mais de tensão de trabalho.

Lembre-se que o circuito trabalha ligado à rede de energia, sem isolamentos, devendo estar protegido para evitar o perigo de choques.

Para testar, basta ligar o aparelho e ajustar P1 para as piscadas na frequência desejada.

Depois, é só fazer a instalação definitiva.

 

 

Q1 – 2N2646 – transistor unijunção

SCR – TIC106B ou D – ver texto

D1, D2 – 1N4002 – diodo de silício

X1 – Lâmpada incandescente até 100 W

F1 – Fusível – 5 A

P1 – 100k ou 220k - trimpot

R1 – 10k ou 22k – resistor de fio – ver texto

R2 – 1k ohms – resistor – marrom, preto, vermelho

R3, R6 – 10k ohms – resistores – marrom, preto, laranja

R4 – 560 ohms – resistor – verde, azul, marrom

R5 – 100 ohms – resistor – marrom, preto, marrom

C1 – 220 uF – capacitor eletrolítico

C2 – 10 uF – capacitor eletrolítico

Diversos:

Placa de circuito impresso, cabo de força, suporte para fusível, soquete para a lâmpada, caixa para montagem, fios, solda, etc.