O Site do Hardware Livre - OSHW

Biestável de Toque (ART1630)

Este é um projeto experimental digital para ser montado em matriz de contatos. As finalidade é mostrar como é possível usar apenas um sensor para ligar e desligar LEDs ou fazer seu acionamento de modo alternado.

Descrevemos uma montagem interessante para ilustrar aulas no curso técnico ou mesmo servir de trabalho prático para os estudantes de eletrônica digital.

Com um toque no sensor comutamos os LEDs ligados na saída que são acionados por um circuito biestável.

O circuito tem por base o conhecido 4093 em que as quatro portas são ligadas de modo a formar um flip-flip.

Nas saídas do flip-flop são ligados dois LED, mas temos a opção de também fazer o acionamento de relés, conforme mostra a figura 1.

 

   Figura 1 – Acionamento de relé
Figura 1 – Acionamento de relé

 

Outra possibilidade, mostrada na figura 2, consiste em se fazer o acionamento de uma carga de potência utilizando um transistor.

 

   Figura 2 – Acionamento de carga de maior corrente
Figura 2 – Acionamento de carga de maior corrente

 

A alimentação pode ser feita com tensão de 6 ou 12 V de pilhas, bateria ou fonte de alimentação.

Nunca use fonte sem transformador.

 

Montagem

Na figura 3 temos o diagrama completo do biestável de toque.

 

   Figura 3 – Diagrama completo do biestável
Figura 3 – Diagrama completo do biestável

 

A montagem na matriz de contatos é mostrada na figura 4.

 

   Figura 4 – Montagem em matriz de contatos
Figura 4 – Montagem em matriz de contatos

 

Na montagem observe a posição do circuito integrado ea polaridade dos LEDs, que podem ser de cores diferentes.

O sensor consiste em duas chapinhas de metal ou taxinhas que devem ser tocadas simultaneamente.

Dois fios com as pontas descascadas também servem de sensor.

Os resistores são de 1/8 W com qualquer tolerância.

Para testar, basta ligar o circuito e verificar se o toque no sensor faz a comutação dos LEDs.

Para a versão com relé, temos o circuito mostrado na figura 5.

 

   Figura 5 – Versão com relé
Figura 5 – Versão com relé

 

Esta versão deve ser montada em placa de circuito impresso para um aplicativo de controle, por exemplo, utilizando-se fonte de alimentação apropriada.

Na figura 6 temos uma sugestão de placa de circuito impresso para esta montagem, se bem que ela também possa ser feita em matriz de contatos.

 

   Figura 6 – Montagem em placa de circuito impresso
Figura 6 – Montagem em placa de circuito impresso

 

Esta montagem prevê a utilização de relés sensíveis com base de 5 pinos, mas outros tipos de relés podem ser utilizados, por exemplo, com base DIL para montagem em matriz de contatos.

 

Versão LED

CI-1 – 4093 – circuito integrado

LED1, LED2 – LEDs comuns de qualquer cor

X1 – Sensor – ver texto

C1- 220 nF – capacitor cerâmico ou poliéster

C2 – 100 uF x 12 V – capacitor eletrolítico

R1, R2, R3 – 10 M ohms – resistores – marrom, preto, azul

R4, R5 – 1 k ohms – marrom, preto, vermelho

B1 – 6 a 12 V – pilhas, bateria ou fonte

Diversos:

Matriz de contatos, fios, solda.

 

Versão Relé

CI-1 – 4093 – circuito integrado

Q1 –BC548 – transistor NPN de uso geral

D1 – 1N4148 – diodo de uso geral

X1 – Sensor – ver texto

K1 – Relé com bobina de 6 ou 12 V até 100 mA

C1- 220 nF – capacitor cerâmico ou poliéster

C2 – 100 uF x 12 V – capacitor eletrolítico

R1, R2, R3 – 10 M ohms – resistores – marrom, preto, azul

R4 – 1 k ohms – marrom, preto, vermelho

B1 – 6 a 12 V – pilhas, bateria ou fonte

Diversos:

Matriz de contatos, fios, solda.

 

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Mês de Muito Trabalho (OP197)

   Estamos em setembro de 2018 e continuamos com nosso trabalho, realizando palestras, viagens, escrevendo artigos, livros e muito mais. Em nossas duas últimas palestras, uma na Uninove e a outra na ETEC Albert Einstein, ambas de São Paulo, pudemos constatar de forma bastante acentuada um fato importante , que constantemente salientamos em nosso site desde seu início. 

Leia mais...

Silêncio
Abençoado o homem que, não tendo nada a dizer, se abstém de demonstrá-lo em palavras. (Blessed is the man Who, having nothing to say, abstains from giving in words evidence of the fact.)
Georges Eliot (1819 - 1880) - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)