NOSSAS REDES SOCIAIS -

Loto Eletrônica (COL138)

Este é um circuito para os leitores que desejam realizar sorteios de maneira bem dinâmica e que estão dispostos a gastar muitos LEDs num painel. O circuito pode ser utilizado em quermesses, festas ou clubes.

O circuito proposto não apresenta grandes inovações, mas é bastante interessante e permite o sorteio de maneira totalmente aleatória de 1 a 100 números, indicados por meio de LEDs.

A alimentação é feita a partir de rede local e são empregados como semicondutores dois transistores unijunçã0, 10 transistores Comuns e 5 integrados CMOS.

 

COMO FUNCIONA

Dois osciladores com transistores unijunção são disparados simultaneamente pelo pressionamento de S1.

Quando isso ocorre, um trem de pulsos de comprimento determinado por C1 e C2 é gerado na saída de cada transistor, servindo para excitar os integrados contadores 4017.

O número de pulsos aplicado a CI-1 determina qual de suas saídas irá ao nível LO, e o número de pulsos aplicados a CI-2 determina qual dos transistores vai conduzir, e assim determinar um nível HI no seu emissor.

A combinação de níveis HI e LC energiza somente um LED de toda a matriz que corresponde ao número sorteado.

Veja que o processo de sorteio é bastante dinâmico, pois quando pressionamos e soltamos o interruptor S1, os LEDs passam a correr (acender em sequência), formando uma figura mais ou menos definida na matriz e de efeito bastante bonito.

À medida que os Capacitores C1 e C2 se descarregam, a velocidade de corrimento dos LEDs se reduz até obtermos a parada.

Observe que o corrimento não se faz segundo linha ou colunas obrigatoriamente, mas segundo transversais também.

 

MONTAGEM

Na figura 1 temos o diagrama completo de nosso aparelho.

 

Figura 1 – Diagrama completo do aparelho
Figura 1 – Diagrama completo do aparelho

 

A montagem dos Componentes principais pode ser feita numa placa de circuito impresso, recomendando-se que os LEDs fiquem em outra placa que seria fixada no painel do aparelho, isso para maior facilidade de instalação.

A fonte de alimentação que faz uso de um transformador de 9+9 V com 500 mA é mostrada na figura 2.

 

Figura 2 – Sugestão de fonte
Figura 2 – Sugestão de fonte

 

Os transistores unijunção devem ser obrigatoriamente 2N2646 e para os bipolares podemos usar quaisquer equivalentes aos BC548.

Os resistores são todos de 1/8 W ou 1/4W e os capacitores da fonte devem ter tensões de isolamento de pelo menos 25 V.

Os LEDs são do tipo vermelho de baixo custo, dada a quantidade necessária à montagem do aparelho.

O transistor da fonte deve ser montado num radiador de calor.

 

PROVA E USO

Basta ligar a unidade e pressionar S1.

Os LEDs devem correr piscando e somente um deles deve permanecer aceso no final do processo.

Se os LEDs correrem numa linha ou coluna, somente isso indica que um dos transistores unijunção não está oscilando ou contador 4017 correspondente não está funcionando.

Se o LED não acender, verifique sua polaridade e o transistor correspondente.

Para verificar todo o acendimento da matriz faça o seguinte: ligue em paralelo com cada capacitor C3 e C4 do sistema contador um capacitor eletrolítico de 10 µF.

Use interruptores de pressão separados para S1-A e S1-B. Apertando S1-A, inicialmente os LEDs correm em filas.

Completando uma fila, dê um toque em S1-B até obter a fila seguinte. Aperte S1-A para obter o corrimento total. Proceda deste modo até verificar se todos os LEDs acendem.

Comprovado o funcionamento, se você quiser fazer um teste de eficiência, anote 5 ou 6 números sorteados e faça seu jogo na loto. Quem sabe você não se tornará milionário!

Os possuidores de casas lotéricas podem incentivar os jogadores indecisos a fazer seus jogos usando este aparelho.

 

CI-1, CI-2 - 4017

Cl-3, CI-4, Cl-5 – 4016

Q1, Q2 - 2N2646 - transistor unijunção

Q3 a Q12 - BC548 ou equivalentes transistores NPN

Q13 - TIP31

D1, D2 - 1N4002 ou equivalentes

LED1 a LEDd 101 - FLV11oou equivalentes LEDs vermelhos

T1 – 9 + 9 V x 500 mA - transformador

DZ1 – 12 V x 400 mW - diodo zener (1N4742)

R1, R6 - 330 Ω - resistores (laranja, laranja, marrom)

R2, R5 – 47 k - resistores (amarelo, violeta, laranja)

R3, R4 - 470 Ω - resistores (amarelo, violeta, marrom)

R7 a R16 – 10 k - resistores (marrom, preto, laranja)

R17 a R26- 330 Ω - resistores (laranja, laranja, marrom)

R27 a R36 – 1 k - resistores (marrom, preto, vermelho)

R37 – 1 k - resistor (marrom, preto, vermelho)

R38 - 3k3 - resistor (laranja, laranja, marrom)

C1 - 33 µF - capacitor eletrolítico

C2 - 47 µF - capacitor eletrolítico

C3 - 220 nF - capacitor cerâmico ou de poliéster

C4, C6 - 100 nF - capacitores cerâmicos ou de poliéster

C5 - 1 500 µF x 25 V - capacitor eletrolítico

S1 - Interruptor de pressão duplo

S2 - Chave de 1 polo x 2 posições

S3 - Interruptor simples

F1 - fusível de 1 A

Diversos: placa de circuito impresso, caixa para montagem, cabo de alimentação, fios, suportes para os LEDs, solda, etc.

 

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Mundo diferente (OP203)

Em plena pandemia já estamos nos preparando para o mundo diferente que teremos a partir de agora. A disruptura que está ocorrendo está mudando nossos hábitos de uma forma que sabemos ser irreversível. Os hábitos de compras, os eventos, festas, o ensino, tudo mais deve mudar com o uso predominante da tecnologia.

Leia mais...

Superstição
A superstição é a religião da mentes fracas. (Superstition is the religion of feeble minds.)
Burke (1729 - 1797) - Reflexões Sobre a Revolução em França - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)