NOSSAS REDES SOCIAIS -

Quatro montagens com o 4093 (ART1184)

O circuito integrado CMOS 4093 permite a realização de uma infinidade de projetos. Muitos podem ser usados de forma isolada em aplicações interessantes enquanto que outros podem ser adaptados para fazer parte de projetos mais complexos. Neste artigo damos alguns desses projetos. Eles fazem parte de nosso livro publicado nos Estados Unidos, CMOS Projects and Experiments – Fun with the 4093.

 

As quatro portas NAND do circuito integrado CMOS 4093 podem ser usadas de forma independente em sua função original lógica ou ainda como amplificadoras ou osciladoras digitais.

Na figura 1 temos a pinagem deste circuito integrado que pode funcionar com tensões de 3 a 15 V.

 

Pinagem do 4093
Pinagem do 4093

 

 

A frequência máxima de operação do 4093 depende da tensão de alimentação ficando em torno de 7 MHz para 10 V.

Os sinais gerados, quando ele opera na configuração de oscilador, são retangulares com um ciclo ativo de 50%, o qual pode ser modificado através de componentes externos.

 

1 - Bargraph ou Indicador de Barra Móvel

 

O circuito mostrado na figura 2, aciona uma barra de 4 LEDs com um sinal de áudio aplicado à sua entrada.

 

Diagrama
Diagrama

 

 

Os resistores em série com os LEDs determinam o seu brilho podendo ser diminuídos se a tensão de alimentação for menor que 9 V.

O capacitor C1 determina a inércia do sistema, ou seja, a velocidade com que ele responde às variações do sinal de áudio de entrada.

O transformador serve para isolar o circuito de áudio do bargraph. Pode ser usado qualquer pequeno transformador de alimentação que tenha um enrolamento primário para a rede de energia (o qual será ligado ao potenciômetro) e um secundário de 3 a 9 V com corrente na faixa de 50 mA a 250 mA.

O potenciômetro serve para ajustar o ponto de funcionamento do indicador de barra móvel em função da intensidade do sinal de entrada.

O trimpot de 100 k Ω serve para ajustar a escala, de modo que todos os LEDs fiquem apagados na ausência de sinal. Na verdade, este trimpot ajusta a extensão da escala.

O circuito pode ser adaptado para operar com 2 4093 e assim acionar até 8 LEDs numa escala. Nesse caso, a rede de resistores de entrada deve ser adaptada.

Para maior número de LEDs, entretanto, a tensão de alimentação deverá estar entre 9 e 12 V.

Na figura 3 damos uma placa de circuito impresso para a montagem desse circuito.

 

Sugestão de placa.
Sugestão de placa.

 

 

O primário do transformador é ligado à saída do alto-falante do aparelho de som. Rx depende da potência do equipamento de som, conforme a seguinte tabela:

Potência Rx
até 5 W 10 Ω x ½ W
5 a 20 W 22 Ω x ½ W
20 a 50 W 47 Ω x 1 W
50 a 100 W 100 Ω x 1 W
mais de 100 W 220 Ω x 1 W

 

4093 – Circuito integrado CMOS

LED1 a LED4 – LEDs vermelhos comuns

D1 – 1N4148 – diodo de uso geral

 

R1, R2 – 47 k Ω x 1/8 W – resistores – amarelo, violeta, vermelho

R3 – 33 k Ω x 1/8 W – resistor – laranja, laranja, vermelho

R4 – 22 k Ω x 1/8 W – resistor – vermelho, vermelho, laranja

R5 a R8 – 1 k Ω x 1/8 W – resistores - marrom, preto, vermelho

Rx – ver texto – resistor conforme a potência do equipamento de som

P1 – 10 k Ω – potenciômetro

P2 – 100 k Ω - trimpot

C1 – 47 nF a 470 nF – capacitor cerâmico ou poliéster

C2 – 100 µF x 12 V – capacitor eletrolítico

T1 – Transformador – ver texto

Diversos:

Placa de circuito impresso, fonte de alimentação, caixa para montagem, fios, solda, etc.

 

2 - LED ou Relé Ativado por Som

 

O circuito mostrado na figura 4 faz com que um LED acenda ou um relé feche seus contactos quando som é captado pelo microfone.

 

Diagrama.
Diagrama.

 

 

Usando um relé, podemos usar o circuito como “vox” ou seja, uma chave que liga um gravador ou outro equipamento em função do som ambiente.

A sensibilidade do circuito é controlada pelo potenciômetro de realimentação.

O microfone usado é do tipo dinâmico de baixa impedância (100 a 600 Ω) e o relé deve ter tensão de bobina de acordo com a tensão de alimentação.

O capacitor C3 serve para evitar repiques do relés, filtrando pequenas oscilações de som as quais não devem atuar sobre o circuito. Seu valor pode ficar entre 10 nF e 1 µF.

O microfone deve ser instalado próximo do circuito. Se for instalado a mais de 1 metros deve ser usado fio blindado para sua conexão.

Na figura 5 temos uma sugestão de placa de circuito impresso para a sua montagem.

 

Sugestão de placa.
Sugestão de placa.

 

 

Como, na condição de espera, o consumo é muito baixo, podem ser usadas pilhas ou bateria na fonte de alimentação.

Se for usada fonte externa, sua filtragem deve ser excelente para que roncos da rede de energia não provoquem o acionamento aleatório do circuito.

 

CI-1 – CA3140 – amplificador operacional – circuito integrado

CI-2 – 4093 – circuito integrado CMOS

Q1 – BC548 ou equivalente – transistor NPN de uso geral

D1 – 1N4148 – diodo de uso geral

LED1 – LED vermelho comum

R1 – 100 k Ω x 1/8 W – resistor – marrom, preto, amarelo

R2 – 1 M Ω x 1/8 W – resistor – marrom, preto, verde

R3 – 1 k Ω x 1/8 W – resistor – marrom, preto, vermelho

P1 – 4,7 M Ω – potenciômetro

C1 – 10 nF – capacitor cerâmico ou poliéster

C2 – ver texto – 10 nF a 1 µF

C3 – 100 µF x 12 V – capacitor eletrolítico

S1 – Interruptor simples

MIC – microfone dinâmico de 100 a 600 Ω

B1 – 6 a 12 V – pilhas ou bateria

Diversos:

Placa de circuito impresso, suporte para pilhas ou conector de bateria, caixa para montagem, fios, solda, etc.

 

3 - “Flasher” para Lâmpada com Ciclo Ativo Programável

O circuito da figura 6 faz uma lâmpada incandescente piscar numa velocidade determinada pelo ajuste de P1.

 

Diagrama
Diagrama

 

 

O ciclo ativo, ou tempo que dura a piscada é determinado pelo resistor R2. Para piscadas muito curtas, o resistor pode ter valores entre 10 k Ω e 100 k Ω. Para piscadas mais longas seu valor estará entre 220 k Ω e 2,2 M Ω.

A freqüência das piscadas é ajustada em P1.

O transistor de potência depende da lâmpada usada. Para lâmpadas até 1 A recomendamos usar um TIP 31 montado num bom radiador de calor.

Na figura 7 damos uma sugestão de placa de circuito impresso para implementar este sinalizador.

 

Sugestão de placa.
Sugestão de placa.

 

 

Uma aplicação interessante é em sistemas de sinalização automotivo, onde diversas lâmpadas de 200 mA podem ser ligadas em paralelo.

 

CI-1 – 4093 – circuito integrado CMOS

Q1 – TIP31 – transistor NPN de potência

D1, D2 – 1N4148 ou equivalentes – diodos de uso geral

R1 – 100 k Ω x 1/8 W – resistor – marrom, preto, amarelo

R2 – 100 k Ω a 2,2 M Ω x 1/8 W – resistor – ver texto – determina o ciclo ativo

R3 – 1 k Ω x 1/8 W – resistor – marrom, preto, vermelho

P1 – 2, M Ω – potenciômetro

C1 – 220 nF a 470 nF – capacitor cerâmico ou poliéster

C2 – 220 µF x 16 V – capacitor eletrolítico

X1 – 6 ou 12 V até 1 A – lâmpada incandescente

 

Diversos:

Placa de circuito impresso, radiador de calor para o transistor, caixa para montagem, fios, solda, etc.

 

4 - Pequeno Órgão Eletrônico

Na figura 8 temos um órgão eletrônico de brinquedo que pode tanto servir para divertir as crianças como base para um trabalho de ciências em escolas.

 

Diagrama
Diagrama

 

 

A principal característica deste circuito é op efeito de vibrato que faz a nota produzida variar rapidamente, com um som bastante interessante que pode até ajudar a obter algumas músicas simples.

Neste circuito, uma primeira porta do 4093 (CI-1a ) produz a modulação de baixa freqüência ou efeito de vibrato, ajustado pelo potenciômetro P1. Esse é o potenciômetro de “velocidade do efeito”.

A profundidade da modulação, ou variação do som é ajustada no potenciômetro P2 de “profundidade” enquanto que os ajustes das notas individuais é feito no conjunto de trimpots que vai de P3 a Pn.

O número “n” de potenciômetros não pode ser muito grande, pois fica difícil fazer seu ajuste. recomendamos que o órgão tenha apenas uma oitava.

O sistema de teclado sugerido é por ponta de prova. Uma ponta toca em áreas de metal ou cobreadas de uma placa que correspondem às notas musicais.

O transdutor usado é do tipo piezoelétrico para maior economia. No entanto, pode ser agregado um pequeno amplificador que excite um alto-falante, caso em que se obtém maior volume.

Na figura 9 temos uma sugestão de placa de circuito impresso para a montagem do órgão.

 

Sugestão de placa.
Sugestão de placa.

 

 

O conjunto cabe numa pequena caixa de madeira ou plástico com o teclado e controles na sua parte superior.

A alimentação pode ser feita com pilhas ou fonte. A fonte deve ter boa filtragem para que não ocorram roncos na reprodução.

Para usar é só ajustar o efeito e tocar nas teclas com a ponta de prova. Dois circuitos semelhantes a esse podem ser usados para se obter um órgão polifônico, ou seja, em que duas teclas podem ser tocadas ao mesmo tempo.

 

CI-1 – 4093 – circuito integrado CMOS

P1 – 2,2 M Ω – potenciômetro

P2 – 100 k Ω – potenciômetro

P3 a Pn – trimpots de 1 M Ω – ver texto

R1 – 100 k Ω x 1/8 W – resistor – marrom, preto, amarelo

R2, R3 – 47 k Ω x 1/8 W – resistores – amarelo, violeta, laranja

R4 – 10 k Ω x 1/8 W – resistor – marrom, preto, laranja

C1 – 220 nF z 470 nF – capacitor cerâmico ou poliéster

C2 – 100 nF a 470 nF – capacitor cerâmico ou poliéster

C3 – 220 nF – capacitor cerâmico ou poliéster

C4 – 100 µF x 12 V – capacitor eletrolítico

S1 – Interruptor simples

X1 – Transdutor piezoelétrico

B1 – 6 V – 4 pilhas pequenas ou fonte

P – Ponta de prova

 

Diversos:

Suporte de pilhas, teclado, caixa para montagem, botões para os potenciômetros, placa de circuito impresso, fios, solda, etc.

 

 

Obs: o livro CMOS Projects and Experiments de Newton C. Braga (Newnes 1999) pode ser adquirido através da Amazon (www.amazon.com).


 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Chegada de novos tempos (OP205)

As primeiras indicações que uma volta a normalidade deve começar a ocorrer em breve anima muitas pessoas. De fato, estamos vislumbrando novos tempos, mas precisamos estar atentos para o fato de que tudo vai ser diferente, principalmente para o nosso mundo da tecnologia.

Leia mais...

Esgotar
Sempre que alguém quer esgotar um assunto, esgota a paciência do leitor.
Oscar Wilde (1864 1900) citado por Guilherme Figueiredo - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)