O Site do Hardware Livre - OSHW

National Instruments e o Movimento Maker (ART2486)


Em abril deste ano (2015) participamos de mais um NI Day, o grande evento anual da National Instruments realizado no Expocenter Norte em São Paulo. Naquela ocasião tomamos contato com diversos produtos daquela empresa e suas novidades, além das novas diretrizes para o desenvolvimento de projetos que hoje são uma tendência mundial, como os vestíveis, as noivas redes 5G, produtos embarcados e muito mais. Mas, um dos destaques foram os produtos destinados ao ensino de tecnologia e sua prática nas escolas, seguindo as novas tendências do movimento Maker. Veja o que isso significa pelo artigo que retiramos da própria documentação da National Instruments.

 

O mundo e nosso, para fazermos: o Impacto do movimento Maker

O movimento Maker está popularizando a engenharia. Makers no mundo inteiro estão criando gadgets inteligentes, gizmos robóticos, aviões não tripulados autônomos e dispositivos vestíveis. Essas inovações não são mais privilégio de empresas multimilionárias. Os makers trabalham em suas garagens e em espaços colaborativos com seus colegas. Mais importante: eles compartilham abertamente suas invenções on-iine, para incentivar mais inovações de outros makers. Essa “inovação viral" está abalando o status quo. Estamos no início da próxima revolução industria?

O Homebrew Computing Club foi fundado nos anos de 1970, por um pequeno grupo de pessoas que construíam computadores pessoais em suas garagens por hobby. Eles se reuniam regularmente no Vale do Silício para compartilhar inovações e discutir novas ideias. Nenhum dos membros imaginava as implicações históricas da reunião, até que dois membros do CIube, Steve Jobs e Steve Wozniak, apresentaram seu novo computador. Era o Apple I, que ajudou a levar os PCs às massas e nos Colocou na Era da Informação.

Os makers de hoje são os mesmos entusiastas da década de 70, mas em uma escala muito maior. Cerca de 200.000 participaram das duas grandes Feiras Maker, um evento também conhecido como "A maior feira de faça você mesmo da Terra" no ano passado em São Francisco e em Nova York. A Internet está fomentando uma comunidade makers de magnitude muito maior do que era possível nos anos 70. Com o Crescimento e a atenção conseguidos pelo movimento maker em todo o mundo, é importante avaliar seu impacto na inovação, crescimento econômico e nas futuras gerações.

 

Inovação controlada pelo Consumidor

O PC criou uma nova geração de desenvolvedores de software que eram capazes de inovar no mundo digital sem as limitações do mundo físico. Por não ter quase nenhum custo marginal, o software se tornou o maior nivelador para a inovação. O software fornece uma tela em branco para a Criatividade, que capacita os indivíduos a criar produtos altamente valiosos, que podem afetar produtos e modelos de negócios de grandes empresas. Em nenhum outro momento da história foi tão fácil uma ideia brotar da imaginação de um único indivíduo e se espalhar pelo mercado de massa.

Os avanços da impressão 3D e dos microcontroladores de baixo custo, bem como a onipresença de sensores avançados, estão permitindo que os makers reduzam a distância entre o software e o mundo físico. Além disso, a proliferação da conectividade sem fio e da computação em nuvem está ajudando os makers a contribuir com a Internet das Coisas (IoT). A IoT descreve um mundo de dispositivos interconectados que usam sensores para interagir com as pessoas, o ambiente e outros dispositivos. Essa interconexão adiciona funcionalidade e maior troca de informações entre um número ilimitado de dispositivos. Associando hardware e software,o movimento Maker desenvolverá a IoT de forma similar à maneira como a plataforma aberta para a criação de aplicativos móveis desenvolveu uma nova economia em tomo dos smartphones.

 

À medida que as máquinas substituem o trabalho manual e repetitiva os sistemas educacionais de todo o mundo precisam mudar seu foco, de aulas controladas pelo professor e memorização para ambientes colaborativos, que estimulem a criatividade. Aprender fazenda iteração de ideias e colaboração com os colegas são os marcos do movimento maker.

 

Democratização do empreendedorismo

As vendas do relógio Pebble E-Paper Watch estão em 10 milhões de dólares. A LIFX, uma lâmpada de LED controlada pelo smartphone, já vendeu 1,3 milhão de dólares. O que esses produtos têm em comum? Ambos tiveram seus financiamentos garantidos por meio do Kickstarter, um site de crowdfunding que está mudando o jogo para os empreendedores. Ambos os produtos foram criados por makers que pretendiam comercializar suas inovações. Esses "makers de start-ups" utilizam protótipos criados com ferramentas de ponta em makerspaces profissionais, como o TechShop e o FabLab. Nesses espaços, engenheiros e artistas colaboram para criar produtos que não só usam tecnologias avançadas como também apresentam uma estética refinada. Eles então garantem o financiamento por meio de sites de crowdsourcing, nos quais o sucesso é baseado na avaliação do produto pelos próprios consumidores, não de apenas alguns investidores.

O movimento maker é um catalisador para democratizar o empreendedorismo. As empresas já descobriram que precisam abraçar o movimento maker para continuarem competitivas. Recentemente, os executivos da GE Iançaram o FirstBuild, um makerspace que emprega estudantes, empreendedores e makers para criar coletivamente os eletrodomésticos do futuro. O FirstBuild já gerou novos projetos como refrigeradores instrumentados, portas de micro-ondas silenciosas e um jarro de água inteligente, que torna a encher automaticamente quando está no refrigerador.

Com a criatividade de seus próprios funcionários e do público, a GE está viabilizando um novo processo de desenvolvimento de produtos.

 

Transformação da educação

“Diga-me e esquecerei. Mostre-me e lembrarei. Envolva-me e entenderei" -Provérbio chinês.

À medida que as máquinas substituem o trabalho manual e repetitivo, os sistemas educacionais de todo o mundo precisam mudar seu foco, de aulas controladas pelo professor e memorização para ambientes colaborativos, que estimulem a criatividade. Aprender fazendo, iteração de ideias e colaboração com os colegas são os marcos do movimento maker. Essa filosofia é exatamente o que precisamos para melhorar nosso sistema educacional Na verdade, muitos pais aderiram ao movimento maker com seus filhos, pois sabem que o sistema educacional não está preparando os jovens adequadamente para o século 21.

Chegou a hora de uma mudança na educação. Os PCs, a Internet e os dispositivos móveis já mudaram todos os outros aspectos de nossas vidas. A adoção da tecnologia pelas escolas não mudou as aulas e os testes de múltipla escolha, que são as principais maneiras de ensinar e avaliar os estudantes. No entanto, começamos a ver os primeiros sinais de uma tendência global em educação. As escolas estão transformando as salas de aula e bibliotecas tradicionais em makerspaces colaborativos. O MIT recentemente começou a aceitar portfólios de makers nos processos de admissão. A µC Berkeley criou um makerspace destinado aos estudantes para colaboração, e organizações sem fins lucrativos, como a Maker Education Initiative, fornecem modelos para as escolas de ensino fundamental que desejem implementar ambientes de aprendizado do tipo maker.

Além do sistema educacional formal, portais de educação on-Iine como o Coursera e o edX oferecem aulas gratuitas para que qualquer pessoa que tenha acesso à Internet possa aprender e construir projetos em casa. Ta!vez a adoção dos valores do movimento maker possa finalmente instigar uma transformação significativa em nosso sistema educacional.

 

O impacto futuro

Os humanos são geneticamente programados para serem criadores. O movimento maker é apenas o resultado da acessibilidade de ferramentas de construção e comunicação avançadas para as massas. É uma subcultura de base que está viabilizando a inovação na engenharia em escala global.

Com a democratização do processo de desenvolvimento de produtos, a ajuda para que esses desenvolvimentos cheguem ao mercado e a transformação da forma como educamos a próxima geração de inovadores, vamos inaugurar a próxima revolução industrial. O mundo está em nossas mãos.

 


 

 

 

 

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

O Eventos de Maio (OP191)

Neste mês de maio, além das novidades do site, tivemos a participação em eventos de grande peso, que repercutiram de forma bastante positiva nas redes sociais (veja fotos em nosso Instagram ou Facebook).

Leia mais...

Televisão
A televisão matou a janela.
Nelson Rodrigues - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)