Estranhos Sinais do Espaço Desvendados (PN012)

Escrito por Newton C Braga

Não, ao contrário do que muitos possam já estar imaginando, não se trata de nenhuma civilização alienígena tentando se comunica conosco, meros humanos. As informações analisadas em 2017 sobre sinais que estariam já sendo monitorados desde 1977 pelo Observatório de Arecibo, usado no projeto SETI de que já tratamos em outros artigos desta seção revelam realmente a sua origem.

 

 

Radio telescópio do Observatório de Arecibo
Radio telescópio do Observatório de Arecibo

 

Deste 1977 estranhos sinais captados no observatório de Arecibo (Porto Rico), montado na cratera de um vulcão e trabalhando no projeto SETI (Search of Extra Terrestrial Intelligence) e denominados Wow Signals, estão sendo estudados tendo como possível origem uma civilização extraterrestre.

Os sinais vindos de uma anã vermelha denominada Ross 128 a 11 anos de luz de nós apresentava um padrão estranho que poderia indicar que eles não seriam aleatórios e, portanto, não seriam produzidos por fenômenos naturais.

Realmente, isso despertou um grande interesse por parte dos pesquisadores e agora finalmente, sua origem foi esclarecida. Não. Não se trata de um sinal artificial produzido por inteligência alienígenas, mas sim por nós mesmos.

Usando telescópios adicionais de Green Bank e o Allen Telescope Array, observaram que pelo fato da estrela Ross 128 estar muito próximo do equador celeste, os sinais ele sofriam interferência dos sistemas de transmissão dos satélites de comunicação em órbitas geoestacionárias.

Verificou-se que os estranhos sinais tinham padrões de frequências que coincidiam com as frequências usadas pelos satélites.

É claro que esta revelação não descarta a possibilidade de que “alguém esteja enviando sinais na faixa de frequências que conhecemos” e as pesquisa devem continuar.