Material Atrai ou Repele Água Controlado por Corrente Elétrica (NT021)

Escrito por Newton C Braga

O que este novo material pode trazer em termos de inovação tecnológica é difícil prever. A água tem propriedades que a tornam a mais importante das substâncias de nosso meio ambiente. A própria vida depende totalmente dele. No entanto, estas propriedades em muitos casos tem se revelado indomáveis. Um passo importante para se obter o domínio tecnológico da água controlando suas propriedades através de sinais elétricos foi dado por pesquisadores da Universidade de Zurich (Alemanha) .

Aproveitando-se do fato de que a mudança de ângulo de uma camada de nitreto de boro faz com que essa substância mude da capacidade de atrair e absorver a água para repelir a água, os cientistas criaram um novo e fantástico material.

Para entender porque existem substância que repelem água e outras que precisamos analisar o fenômeno em nível molecular.

Normalmente os objetos que repelem ou atraem a água possuem atributos em nível microscópio. Por exemplo, micropelos que repelem a água enquanto o algodão de um cotonete tem uma disposição diferente que atrai a água.

Os cientistas descobriram então que um material pode ser ter sua capacidade de atrair ou repelir a água modificada por uma corrente elétrica.

O efeito ocorre em nano-escala mas manifesta-se em macro-escala.

O que ocorre é que a aplicação de uma corrente no material afeta a fricção estática que permite que as moléculas de água deslizem ou não sobre o material.

No novo material é utilizada uma camada de nitreto de boro também conhecido como grafene branca que tem sua deposição feita numa base de ródio de modo a criar uma estrutura em forma de ninho de abelha.

Quando uma tensão é aplicada à nano-estrutura de apenas 0,1 nm, as formas da estrutura mudam e com isso o ângulo de contato das gotículas de água e das moléculas de tal forma que a tensão superficial da água não se mantém e com isso elas são repelidas.

 

Imagem: Universidade de Zurich
Imagem: Universidade de Zurich