3D, 2D, 1D – Diminuindo em Lugar de Aumentar (NT019)

Enquanto as tecnologias de celulares crescem na numeração passando de 3 D para 4D e logo 5D com a tecnologia dos semicondutores acontece justamente o contrário. Os transistores poderão em breve ser implementados em duas dimensões em lugar de três e no futuro em apenas uma dimensão, levando-nos a uma aproximação cada vez maior de dispositivos quânticos.

Num dispositivo semicondutor como um transistor ou ainda num fio, além da propagação da corrente ocorrer num sentido, sua distribuição é espacial, ou seja, em três dimensões, pois fios, transistores e tudo mais têm comprimento, largura e espessura (altura).

Essas dimensões indesejáveis que são a largura e o comprimento fazem com que ocorra uma distribuição da corrente que traz limitações, principalmente de velocidade, ao funcionamento de qualquer dispositivo.

No entanto, uma equipe de físicos da Universidade do Texas em Austin, descobriu que é possível implementar dispositivos eletrônicos capazes de realizar funções lógicas e portanto computacionais num espaço tão pequeno que pode ser considerado de uma dimensão.

Os pesquisadores estão explorando neste sentido as propriedades do Dissulteto de Molibdeno (MoS2) que apresenta um comportamento diferente do silício usado em eletrônica de forma mais ampla atualmente.

Diferentemente dos transistores comuns tridimensionais em que a comutação ocorre num processo total, transistores 2-D (duas dimensões) possuem um efeito de comutação num plano em que a corrente inicialmente aumenta nas bordas para depois chegar ao meio.

Com isso, segundo os pesquisadores, a corrente se move em fase o que permite um menor dispêndio de energia.

O passo seguinte seria obter um dispositivo tão pequeno que podemos associar a ele uma única dimensão (1-D).

Por enquanto o trabalho está nos transistores 2-D que são como uma folha de papel infinita fina de modo que não se considera a terceira dimensão (apenas comprimento e largura) com a possibilidade de nos próximos anos termos dispositivos comerciais práticos, segundo os pesquisadores Di Wu e Xiao Li, além de outros.

 

 

Artigos Relacionados


Dúvida
Pois a dúvida agrada-me não menos que o saber. (Che non men che saver, dubbiar maggrata.)
Dante (1265 1321) - Inferno - Ver mais frases

Instituto Newton C Braga - 2014 - Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site
Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)