Tacômetro (MIN490)

Escrito por Newton C Braga

A Finalidade deste circuito é converter a velocidade de abertura e fechamento de um sensor on/off em uma tensão proporcional.

O circuito pode converter sinais até 500 kHz em tensões que variam entre 0 e próximo da tensão de alimentação. Na figura 1 temos o diagrama completo do tacômetro.

 


 

 

 

Utilidades:

Medir velocidade de rotação de peças ou vibrações em máquinas industriais.

Medir a velocidade de deslocamento de um veículo ou parte móvel de uma máquina pela produção de pulsos de um sensor.

Medir a freqüência de objetos que oscilem com o uso de um sensor apropriado.

Medir a rotação de motores tanto de carro como elétricos com o uso de sensores ou do próprio sinal de um platinado em motores antigos.

 

Detalhes Construtivos:

A placa de circuito impresso do sensor é mostrada na figura 2.

Trata-se de um multivibrador monoestável cuja distância entre os pulsos de saída diminui quando a freqüência dos pulsos de disparo aumenta.

O sinal de saída é integrado por Cx cujo valor deve ser obtido experimentalmente na faixa de 1 nF a 1 µF dependendo da faixa de frequências que deve ser medida.

Cada pulso de disparo é obtido levando-se a entrada do circuito momentaneamente ao nível baixo.

O circuito pode operar com tensões na faixa de 5 a 18 V, mas os valores indicados, principalmente do zener são para uma tensão de alimentação de 12 V.

O capacitor C2 também deve ter seu valor experimentado de acordo com a faixa de frequências que deve ser medida.

 


 

 

 

Semicondutores:

CI-5 - 555 - circuito integrado

Z1 - 5,1 V - diodo zener

D1, D2, D3 - 1N4148 - diodos de uso geral

 

Resistores: (1/8 W, 5%)

R1 - 27 k Ω

R2 - 47 k Ω

R3 - 10 k Ω

R4 - 270 Ω

 

Capacitores:

C1 - 10 µF x 6 V - eletrolítico

C2 - 100 nF - cerâmico ou poliéster

C3 - 10 nF - cerâmico ou poliéster

Cx - 1 nF a 1 µF - ver texto

 

Diversos:

Placa de circuito impresso, fios, solda, etc.