Prego Injetor (MIN270)

Escrito por Newton C. Braga

Este projeto diferente utiliza uma bobina enrolada num prego para gerar sinais na faixa de áudio. Estes sinais podem ser utilizado na prova de circuitos de áudio e até mesmo de RF, dada a existência de muitas harmônicas que se estendem até algumas dezenas de megahertz.

O circuito é alimentado por uma ou duas pilhas pequenas e tem um ajuste de frequência. Na figura 1 temos o diagrama completo do oscilador Hartley que é usado neste caso.

 

Figura 1 - Diagrama completo do oscilador usado como injetor
Figura 1 - Diagrama completo do oscilador usado como injetor

 

A bobina é formada por 300 a 500 espiras de fio 32 AWG ou mais fino num prego de 5 a 10 cm de comprimento. A tomada é central, devendo ser tomado o cuidado de se descascar o fio no ponto de soldagem. Na figura 2 temos a montagem numa ponte de terminais.

P1 tanto podem ser um trimpot como um potenciômetro comum e seu valor não é crítico podendo ficar entre 22 k e 100 k. Este componente ajusta a frequência do sinal gerado.

 

Figura 2 - Aspecto da montagem numa ponte de terminais
Figura 2 - Aspecto da montagem numa ponte de terminais

 

Para aplicar o sinal no circuito em teste, recomendamos o uso de uma ponta de prova e uma garra jacaré.

 

Q1 - BC548 ou equivalente - transistor NPN de uso geral

L1 - Bobina-prego - ver texto

P1 - 22 k Ω - trimpot

B1 - 1,5 V ou 3 V - 1 ou 2 pilhas pequenas

S1 - Interruptor simples

R1 - 2,2 k Ω x 1/8 W - resistor - vermelho, vermelho, vermelho

C1 e C3 - 100 nF - capacitor cerâmico ou poliéster

C2 - 10 nF - capacitor cerâmico ou poliéster

PP - Ponta de prova

G - Garra jacaré

Diversos: ponte de terminais, prego, fio esmaltado, fios, solda, etc.