O Site do Hardware Livre - OSHW

Espanta mosquito (MA029)

Este artigo é de 2010, descrevendo um circuito bastante simples que gera um som que espanta algumas espécies de insetos, segundo se acredita. O aparelho é até vendido em casas especializadas, conforme pode-se constatar. Algum interessante para quem acampa, pesca ou costuma ser alvo do ataque de mosquitos, pernilongos, muriçocas, ou seja lá como são chamados na sua região...

Uma montagem interessante para os leitores que moram ou se aventuram por regiões infestadas por mosquitos (pernilongos, muriçocas, etc.) é o espanta mosquito eletrônico. O aparelho que descrevemos emite um ruído que, segundo pesquisas, afugenta a fêmea da espécie. Veja neste artigo como montar um simples espanta-mosquitos eletrônico.

Pesquisas mostram que é a fêmea da espécie que pica e que ela não tolera a presença de outras fêmeas. Assim, um aparelho que gera um som semelhante ao bater das asas da fêmea espanta as outras e com isso pode afastar da vítima as picadoras em potencial...

É claro que esta teoria tem alguns pontos de dúvida a serem considerados como, por exemplo, a possibilidade de nos depararmos com uma fêmea "surda". Também não se leva em conta que não são apenas os mosquitos dessa espécie em estudo que picam...

Para os leitores que desejarem experimentar, ficando a eficiência do aparelho por conta do ajuste que permita encontrar a freqüência que mais incomode os insetos, damos um interessante circuito alimentado por pilhas ou bateria.

 

Como Funciona

Para gerar o som agudo do bater das asas dos insetos utilizamos um oscilador formado por uma das quatro portas NAND encontradas no circuito integrado 4093.

A freqüência do som é determinada tanto pelo valor do capacitor C1 como pelo ajuste do trimpot. O leitor deverá eventualmente alterar o valor de C1 para encontrar sons mais agudos, dependendo de experiências feitas.

O sinal gerado pelo oscilador é amplificado digitalmente pelas outras três portas NAND do mesmo circuito integrado e aplicado a um transdutor piezoelétrico de bom rendimento.

O transdutor pode ser de qualquer tipo de alta impedância, inclusive cápsulas de fones, como a mostrada na figura 1.

 

Uma cápsula de fone comum.
Uma cápsula de fone comum.

 

 

Como o consumo do aparelho é muito baixo, alimentando-o por 4 pilhas pequenas ou uma bateria de 9 V, sua durabilidade será excelente.

Todo o conjunto pode ser instalado numa caixinha plástica como a mostrada na figura 2.

 

 

Instalação do aparelho em caixa plástica.
Instalação do aparelho em caixa plástica.

 

 

Montagem

Na figura 3 temos o diagrama completo do Espanta Mosquitos.

 

 

Diagrama elétrico do aparelho.
Diagrama elétrico do aparelho.

 

 

Sua montagem pode ser feita numa pequena placa de circuito impresso com a disposição de componentes mostrada na figura 4.

 

 

Montagem do aparelho em placa de circuito impresso.
Montagem do aparelho em placa de circuito impresso.

 

 

Se for novato em montagens será interessante usar um soquete DIL de 14 pinos para o circuito integrado.

Observe a polaridade do suporte de pilhas ou conector da bateria. O capacitor pode ser de qualquer tipo.

 

Prova e Uso

Para verificar o funcionamento do aparelho basta colocar as pilhas no suporte e acionar S1. Atuando-se sobre P1 ajuste o som produzido para que ele se assemelhe ao máximo ao zumbido de um mosquito.

Depois, é só deixar o aparelho produzindo esse som (que pode lhe incomodar um bocado, talvez mais que os próprios mosquitos!) no local em que não deseja a presença dos insetos.

Se quiser acrescentar um controle de volume para o aparelho, na figura 5 mostramos como agregá-lo.

Observamos que os efeitos finais do aparelho dependem muito do ajuste e da própria natureza do inseto. Aparelhos como este são vendidos em casas comerciais, mas os resultados não são garantidos totalmente...

Evidentemente os leitores com senso de humor mais apurado podem ligar nas suas proximidades o aparelho quando desejarem espantar alguma pessoa que esteja lhe incomodando. O barulhinho irritante do oscilador certamente se encarregará de fazer isso. O aparelho será então transformado num "espanta chatos".

 

 

CI-1 - 4093 - circuito integrado CMOS

P1 - 100 k ? - trimpot

R1 - 2,2 k ? x 1/8 W - resistor - vermelho, vermelho, vermelho

C1 - 10 nF - capacitor cerâmico ou poliéster

C2 - 10 µF x 12 V - capacitor eletrolítico

BZ - Transdutor piezoelétrico - ver texto

S1 - Interruptor simples

B1 - 6 ou 9 V - 4 pilhas pequenas ou bateria

Diversos:

Suporte de pilhas ou conector de bateria, placa de circuito impresso, caixa para montagem, fios, solda, etc.

Opinião

Mudanças e Eventos (OP174)

Os internautas que navegam de forma mais frequente em nosso site devem estar notando as mudanças. Uma nova apresentação, uma nova organização do conteúdo e muito mais. Muitas coisas novas estarão sendo levadas a todos que nos acessam. Depois de vários anos apenas inserindo conteúdo, sua quantidade aumentou muito e muitas coisas mudaram em termos de tecnologia de internet. Temos de acompanhar.

Leia mais...

BUSCA DATASHEET

N° do componente->   (Como usar este quadro de busca)


Rir
Geralmente ri por último quem compreendeu a piada por último. (He who toughs lost is generally the last to get the joke.)
Terry Cohen em The Penguin Dictionary of Modern Quotations. - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)