Espantalho eletrônico (ART589)

Este projeto ecológico é muito interessante, pois vai de encontra a uma das principais exigências que a proteção ao meio ambiente tem em relação ao uso de defensivos contra pragas. Ele não utiliza substâncias químicas e não agride o meio ambiente. Publicado em 2008 ele consiste num oscilador que gera ultrassons capazes de espantar diversos tipos de animais sensíveis a estes tipos de vibrações. Indicamos este projeto para os leitores que têm problemas de ataques de roedores e pombos a silos e outros locais de armazenamento de alimentos.

Muitos animais nocivos podem perceber sons muito acima do limite auditivo humano de 18 kHz, aproximadamente. Aproveitando esse fato, descrevemos um circuito que gera sons que podem perturbar esses animais mas que não são percebidos pelos humanos. Circuitos desse tipo já existem à venda, com resultados que dependem apenas da sensibilidade dos animais que devem ser espantados.

Alguns animais podem ouvir ultrassons, ou seja, vibrações sonoras acima do limite alcançado pelos humanos em torno de 18 kHz.

Em alguns casos os animais usam sinais dessas freqüências para se comunicar, mas em outros casos eles podem ser perturbados se elas forem de intensidade muito grande. Na figura 1 temos o espectro dessas freqüências.

 

Espectro das freqüências.
Espectro das freqüências.

 

Assim, roedores e alguns outros animais que podem ouvir essas vibrações se sentem perturbados se no ambiente em que eles se encontrarem for colocado um oscilador potente que gere ultrassons.

Aproveitando essa idéia muitas empresas vendem espanta-ratos, morcegos e outros animais que podem atacar reservas de alimentos, que nada mais são do que potentes geradores de ultrassons.

Se o leitor quer fazer experiências com ultrassons, descrevemos um circuito que pode ser grande utilidade e que é muito simples de montar.

 

Como Funciona

O circuito é bastante simples consistindo num oscilador baseado no conhecido circuito integrado 555.

O capacitor ligado aos pinos 2 e 6 determina a freqüência central da faixa de oscilações. A freqüência exata pode ser ajustada em P1.

O sinal desse oscilador é aplicado a um transistor de potência que excita um tweeter piezoelétrico.

Os tweeters, na realidade, não são transdutores ultrassônicos, mas a maioria dos tipos pode alcançar com bom rendimento freqüências que chegam até aos 25 000 Hz. A vantagem no uso deste tipo de transdutor está na facilidade com que ele pode ser obtido.

A potência de saída vai depender da tensão de alimentação. Para experimentos com uma potência mais baixa podem ser usadas quatro pilhas comuns, preferivelmente grandes, dado o consumo do aparelho.

Para uma potência maior, o circuito deve ser alimentado com 12 V de

uma fonte com pelo menos 1,5 A.

 

Montagem

Na figura 2 temos o diagrama completo do espantalho.

 

Diagrama elétrico do espanta bicho
Diagrama elétrico do espanta bicho

 

Sua montagem pode ser realizada numa matriz de contactos ou numa placa de circuito impresso com o padrão mostrado na figura 3.

 

Sugestão de placa do espanta bicho
Sugestão de placa do espanta bicho

 

O transistor pode ser de qualquer tipo de potência com corrente de dreno de pelo menos 2 A e deve ser montado num radiador de calor.

Pode-se instalar o tweeter de 4 ou 8 ? longe do circuito, mas o fio deve ser grosso e não superar 10 metros de comprimento para que não ocorram perdas.

O capacitor C1 é importante, pois ele determina a freqüência do sinal gerado. Se, ao montar o aparelho e fechar P1 para se obter ultrassons você ainda ouvir os sinais, esse componente deve ser reduzido para 1,5 nF ou mesmo 1,0 nF.

 

Prova e Uso

Depois de montado, confira as ligações e alimente o circuito, começando com P1 na posição de máxima resistência (freqüência mais baixa).

Nesse ponto você ainda deve ouvir sons, que vão se tornando mais agudos à medida que P1 for ajustado para valores de menor resistência.

Chegará o momento em que você deixará de ouvir os sons. Estaremos penetrando na faixa dos ultrassons.

É neste ponto do ajuste que você deve deixar o aparelho ligado.

Para usar basta instalar o aparelho nos locais em que se deseja sua ação. Lembramos que nenhum animal doméstico deve estar nesse local pois eles serão perturbados pelos seus sinais.

Também é importante não deixá-lo ligado em locais freqüentados por humanos. Apesar de não ouvirmos os ultrassons, sua ação contínua sobre nosso ouvido é danosa.

 

IC-1 - 555 - circuito integrado, timer

Q1 - IRF630 ou equivalente - MOSFET de potência

R1, R2 - 4,7 k?, 1/4-watt, 5% - resistor - amarelo, violeta, vermelho

P1 - 100 k ? - potenciômetro

C1 - 2,2 nF a 4,7 nF - capacitor cerâmico - ver texto

C2 - 1 000 µF/ 16 V - capacitor eletrolítico

TW - 4 ou 8 ? - Tweeter piezoelétrico

F1 - 5 A - fusível


Incompetência
A maior prova da incompetência de uma pessoa e transferir para alguém a culpa de seus próprios erros.
Newton C. Braga - Ver mais frases

Instituto Newton C Braga - 2014 - Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site
Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)