O Site do Hardware Livre - OSHW

Hora de Ensinar Tecnologia (ART1193)

Neste início de 2012 uma das preocupações da escola é o estabelecimento de um currículo para ensino de tecnologia tanto no nível fundamental como no nível médio. Além de grande quantidade de sugestões na forma de apostilas e artigos temos ainda um serviço de consultoria que pode ser de grande utilidade inclusive na capacitação dos professores que devem ministrar as matérias. Veja neste artigo nossas sugestões.

Temos salientados em nossos artigos de tecnologia na escola que foi-se o tempo que a idéia de ensinar tecnologia consistia em se comprar alguns computadores e ensinar os alunos a utilizar a internet.

Hoje as escolas sabem que tecnologia é mais do que isso e a ênfase é dada a robótica que na realidade é um ramo da mecatrônica e que, por sua vez, é um prolongamento da eletrônica.

Assim, ensinar a mexer com projetos dessas áreas, além de se enquadrar de uma forma mais adequada ao que entendemos por tecnologia, também serve de meio para revelação de vocações e inclusive como uma pé-formação para que os alunos que vão para a engenharia não fiquem tão defasados em relação aos que terminam um curso técnico.

No nosso trabalho em escolas como o Colégio Mater Amabilis, de Guarulhos -SP, que serve de referência não só no nosso país como também em países em que os livros que publicamos sobre o assunto foram adotados, mostramos as linhas gerais dessa implementação.

 

Projetos feitos com alunos do Colégio Mater Amabilis de Guarulhos - SP (carrinhos mecatrônicos e telefone)
Projetos feitos com alunos do Colégio Mater Amabilis de Guarulhos - SP (carrinhos mecatrônicos e telefone)

 

Isso é possível de formas que vão desde as mais econômicas com material de sucata (alternativo) até àquelas mais sofisticadas que fazem o emprego de kits ou materiais que indicamos de nossos anunciantes como a National Instruments, PNCA, Modelix, xBot, etc.

O importante é saber conciliar os sistemas adotados e saber utilizar bem os recursos que a escola tem em todos os níveis possíveis. A seguir damos algumas idéias interessantes.

 

Exemplo de projeto feito com material alternativo. As rodas são de tampas de garrafa assim como a transmissão e o chassi cortado em madeira. A bucha do eixo das rodas é um tubo de caneta esferográfica.
Exemplo de projeto feito com material alternativo. As rodas são de tampas de garrafa assim como a transmissão e o chassi cortado em madeira. A bucha do eixo das rodas é um tubo de caneta esferográfica.

 

 

Criando um Currículo

O problema principal ao se tentar estabelecer um programa para o ensino de tecnologia para alunos do ensino fundamental está no eventual uso de ferramentas cortantes ou ainda que queimam (ferro de soldar) que deve ser evitado. Isso é conseguido com o uso de pré-kits, ou seja, onde as partes que devem ser cortadas ou soldadas já vem prontas, ficando por conta do aluno operações não perigosas e mais simples, evidentemente ainda assim, supervisionadas pelo educador.

Para a preparação dos pré-kits existem duas alternativas que a escola deve considerar: utilização do pessoal de manutenção ou do próprio professor se ele tiver habilidade ou for capacitado.

A partir então do currículo de ciências da escola, ou mesmo integrando outras matérias, pode-se escolher uma série de experimentos que serão realizados no laboratório durante o ano.

Uma boa prática seria alternar aulas de laboratório com aulas teóricas de modo a se poder realizar de 3 a 4 experimentos por ano, como fazemos no Colégio Mater Amabilis e recomendamos em outras escolas para as quais damos consultoria.

Um exemplo seria o dado abaixo para a quinta série do ensino fundamental:

Experimento 1 - Periscópio

Experimento 2 - Eletroímã - pescaria eletromagnética (PV002)

Experimento 3 - Aerobarco

 

Aerobarco conforme apostila e estudantes preparando-se para a competição
Aerobarco conforme apostila e estudantes preparando-se para a competição

 

Apostilas que podem ser usadas como referência estão disponíveis no site para download gratuito para escolas e professores, conforme indicado. Essas apostilas são versões simplificadas das que disponibilizamos em nossa consultoria

Observe que nesta sequência o aerobarco é uma continuação do eletroímã, pois os motores aproveitam o mesmo princípio de funcionamento.

Para o ensino médio, podemos ter experimentos mais avançados que já incluem o uso do soldador e de ferramentas. Sugestão:

Experimento 1 - Como soldar, nervo-teste

Experimento 2 - Carro mecatrônico (VM1-VM2-VM3)

Experimento 3 - Transmissor de FM

Para o transmissor de FM têm-se a alternativa de ensinar os alunos a fazer a placa de circuito impresso, que é um trabalho mais elaborado ou mandar fazer as placas, havendo empresas que, inclusive podem fornecer os demais materiais eletrônicos, caso da Rei do Som (www.reidosom.com.br) que trabalhamos há muitos anos.

 

Capacitando os Professores

Os professores do ensino fundamental e médio não possuem uma capacitação específica na sua licenciatura. Assim, ensinar tecnologia para eles esbarra no desconhecimento de uma área em que eles nunca trabalharam. Isso significa a necessidade deles terem uma capacitação especial.

Muitos conseguem essa capacitação por conta própria pesquisando em sites como o nosso em que ensinamos as principais técnicas de trabalho (veja nosso curso de eletrônica), artigos sobre soldagem e uso de ferramentas e experimentos simples descritos de forma didática, além de teoria básica.

Outros, entretanto, necessitam de uma forma mais direta de capacitação com aulas presenciais que lhes mostre como usar ferramentas e os próprios kits. Da mesma forma que no caso dos nossos estudantes constatamos nestas aulas que os próprios professores pela falta de uso, perderam a capacidade de usar sua coordenação motora fina, fundamental para o manuseio de pequenos componentes.

É objetivo do Instituto Newton C. Braga criar cursos de capacitação para professores, se bem que no serviço de consultoria isso esteja incluído.

 

Obtendo os Materiais

A obtenção dos materiais para as aulas de tecnologias não é difícil havendo diversas alternativas. A primeira, bastante explorada em nosso trabalho consiste em se utilizar material alternativa ou material de sucata.

Aparelhos eletrônicos fora de uso, brinquedos e tudo mais que tenha alguma peça que possa ser aproveitada pode formar um banco de peças para a escola ou então pode ser indicado para que próprio aluno o utilize.

O carrinho mecatrônico com transmissão feita com tampinhas de garrafa mostrado neste artigo é um exemplo. A vantagem desta alternativa é que o custo do projeto é baixo (eventual nulo) e além disso ele pode ficar depois para o próprio aluno.

Outra possibilidade consiste no uso de kits didáticos que muitas empresas fornecem para as escolas, como as que indicamos no nosso site. No botões correspondentes de mecatrônica, por exemplo, podem ser vistos artigos que ensinam seu uso. Veja em PNCA e Modelix.

 

Projetos didáticos com kits.
Projetos didáticos com kits.

 

Finalmente, temos a possibilidade de utilizar materiais que são fornecidos na forma de kits individuais que, comprados pelos alunos, ficariam para eles depois de montados, caso do Transnew.

 

Transnew montado e o kit
Transnew montado e o kit

 

Usando o Material do Site

Mas, sem dúvida a maior fonte de idéias para projetos que podem formar um excelente currículo de ensino de tecnologia é o próprio site www.newtoncbraga.com.br.

Não apenas nas seções específicas de cursos e apostilas temos material que pode ser aproveitado pelos professores que estão fazendo um planejamento da área.

Em especial temos três seções que são excelente fonte de idéias para se complementar aulas de ciências, serem utilizadas como temas transversais ou ainda como trabalhos para feiras de ciências.

 

* Mini Projetos

Nesta seção reunimos um banco de circuitos simples que utilizam componentes que podem ser obtidos em sucatas ou ainda são de baixo custo. Muitos já exigem um pouco de experiência dos professores ou dos alunos, como a capacidade de soldar, caso em que são mais indicados para o nível médio.

A seção é dividida em projetos de diversas categorias como, educacionais, som, luz, transmissores e receptores, etc. O banco de mini projetos aumenta dia a dia, pois estamos sempre colocando novos no site.

 

Dois projetos simples: um gerador de ruídos e um transmissor de rádio
Dois projetos simples: um gerador de ruídos e um transmissor de rádio

 

* Artigos Simples

Para os professores do ensino médio podemos indicar a seção de artigos que tem em seus artigos simples montagens bastante interessantes que podem ser utilizadas no ensino de tecnologia no nível médio, com ênfase a eletrônica, principalmente numa matéria eletiva. A seção de apostilas para o ensino médio também possui diversos projetos interessantes.

Esses artigos exigem diversas técnicas montagens como, por exemplo, em placa de circuito impresso. Isso significa a necessidade de um preparo um pouco maior dos educadores e de um local onde as placas possam ser elaboradas. O ART179 "Como soldar" é muito importante para os que estão selecionando artigos desta seção.

Na nossa relação de artigos temos os que ensinam a fazer placas para os que os que desejam aprender. Na figura abaixo um exemplo de um projeto da seção de artigos - artigos para iniciantes.

Na figura um dos experimentos do artigo "Experiências de Ciências com o Multímetro" (ART521) que consiste um excelente material para aulas de laboratório.

 

Medindo a condutividade de uma solução com o multímetro
Medindo a condutividade de uma solução com o multímetro

 

O ART613, Como Escolher um Projeto Para um Trabalho escolar é excelente tanto para os professores como alunos que estão diante do desafio de organizar uma feira de ciências.

O ART031 é um clássico. Trata-se do rádio de cristal ou rádio de galena, bastante simples de montar e com grande efeito didático. Na figura a montagem do nosso projeto numa ilustração do artigo.

 

O rádio de cristal ou rádio de galena
O rádio de cristal ou rádio de galena

 

Enfim são dezenas de projetos que podem ser encontrados nesta seção do site.

 

* Banco de Circuitos

Outra grande fonte de idéias para projetos educacionais, mas que já exige uma experiência maior dos educadores, uma formação técnica, por exemplo, é o nosso banco de circuitos.

São centenas de circuitos apresentados de uma forma muito simples e em muitos casos exigindo uma otimização ou verificação prévia de seu funcionamento, principalmente quando não são de nossa autoria (Newton C. Braga) e. portanto não os experimentamos.

No site já são mais de 500 circuitos na época da redação deste artigo, mas em nosso estoque ultrapassamos os 3 000 que gradativamente estarão sendo disponibilizados

 

Multisim 11 e Elvis

Um recurso educacional que estamos utilizando com bons resultados é a simulação de circuitos antes da montagem com o software Multisim 11 da National (veja anuncio no site).

Com este software instalado nos computadores e nossa escola, escolhemos um projeto e antes de fazer sua montagem verificamos seu funcionamento no computador.

A grande vantagem do procedimento é que ensinamos os alunos a dar os primeiros passos num software que aqueles que vão para a engenharia terão de utilizar. Em segundo lugar é o efeito obtido já que o software tem recursos dinâmicos e 3D. Desta forma, quando num circuito existe uma lâmpada e aciona-se uma chave a lâmpada realmente acende se as ligações estiverem certas.

 

Alunos do Mater Amabilis usando o Multisim.
Alunos do Mater Amabilis usando o Multisim.

 

O livro Utilizando o Multisim 11 de Newton C. Braga ensina a usar este software e mais, dá recursos para educadores do ensino médio e técnico ensinarem fundamentos de eletricidade, eletrônica e mesmo eletrônica mais avançada criando seus próprios projetos.

Na seção de apostilas existem exemplos de apostilas para aplicação direta deste software em escolas. Um curso sobre o NI Multisim 11 também está disponível para os que baixarem a versão gratuita por 30 dias no site ou mesmo a comprarem e desejam aprender.

A National Instruments também disponibiliza uma plataforma de ensino técnico que até há pouco era destinada apenas aos cursos técnicos e engenharia. Trata-se do ELVIS (veja artigo ART282)

 

NI Elvis - uma plataforma de desenvolvimento e ensino
NI Elvis - uma plataforma de desenvolvimento e ensino

 

Na matriz de contatos do ELVIS podem ser montados os mais variados projetos eletrônicos em todos os níveis. Consulte a National Instruments para mais informações.

Usando Nossa Consultoria

E, é claro, se depois dessas informações ainda restarem dúvidas, nossa consultoria pode ser usada. Escreva sem compromisso se gostaria de implantar um ensino de tecnologia moderno em sua escola e se precisar estamos prontos a oferecer um serviço mais específico como:

* Estudo de currículos de tecnologia (robótica, mecatrônica e eletrônica)

* Preparação de apostilas especificas

* Orientação de professores

* Cursos de capacitação (Conforme disponibilidade de tempo e localização da escola.)

 

Através do E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Opinião

Mês de trabalho e surpresas (OP173)

Continuamos com nosso trabalho, produzindo artigos, desenvolvendo atividades como a preparação de eventos, programando palestras para este e para o próximo ano e muito mais. Não paramos. Nosso site, e as versões em espanhol e inglês crescem em acessos e importância, o que nos leva a cada vez mais colocar novos artigos nestas mídias.

Leia mais...

BUSCA DATASHEET

N° do componente->   (Como usar este quadro de busca)


Sítio
Melhor do que ter um sítio para passar os fins de semana é ter um amigo que tem um sítio para passar os fins de semana.
Eno Teodoro Wanke - Pensamentos Moleques - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)