NOSSAS REDES SOCIAIS -

Cara ou Coroa Eletrônico (ART2052)

Um jogo de sorte à prova de influências externas do jogador que pode ajudar você a decidir disputas insolúveis por outros métodos que não seja o sorteio, saídas de jogos, ou então simplesmente como uma interessante distração.

 

Obs. Este artigo foi originalmente publicado no Vol. 5 da Série Experiências e Brincadeiras com Eletrônica.

 

- Eu quero cara!

- E eu coroa!

 

A moeda é então jogada para cima, e vence quem acertar de que modo ela vai cair. Esta é em resumo a descrição do jogo do cara-ou-coroa que serve para definir quem vai dar a saída numa partida de futebol, quem ganha a última bala, ou quem paga o cafezinho no bar da esquina.

O jogo que descrevemos a seguir não precisa de moeda, pois a definição de cara ou coroa é feita por meio de dois focos luminosos que piscam durante um certo tempo e depois param ficando apenas um deles aceso.

Trata-se de um joguinho muito simples que pode diverti-lo nas horas de folga juntamente com seus amigos.

A sua montagem é bastante simples sendo usados componentes que podem facilmente ser encontrados em nosso mercado.

Como o aparelhinho é pequeno, seu transporte a qualquer parte não traz qualquer problema. Você poderá levá-lo com facilidade onde quiser e brincar com ele quando puder.

 

MONTAGEM

Na figura 1 temos a nossa sugestão para a montagem deste joguinho: uma caixa de plástico de aproximadamente 10 x 5 x 4 cm se você optar pela versão em placa de circuito impresso ou então numa caixa um pouco maior se a sua versão for em ponte de terminais.

 

 

Figura 1 – Sugestão de caixa para a montagem
Figura 1 – Sugestão de caixa para a montagem

 

 

No painel ficarão os dois LEDs, um vermelho e outro verde que representarão as posições CARA ou COROA.

Na parte lateral da caixa ficam os dois interruptores. O interruptor geral que serve para ligar e desligar o jogo e o interruptor de pressão que serve para disparar o circuito em cada jogada.

Na figura 2 temos o circuito completo do jogo.

 

 

   Figura 2 – Diagrama do cara ou coroa
Figura 2 – Diagrama do cara ou coroa

 

 

Na figura 2 é mostrada a montagem em uma ponte de terminais.

 

 

   Figura 2 – Montagem usando uma ponte de terminais
Figura 2 – Montagem usando uma ponte de terminais

 

 

Na figura 3 é dada a versão em placa de circuito impresso.

 

 


 

 

 

 Figura 3 – Placa de circuito impresso para a montagem
Figura 3 – Placa de circuito impresso para a montagem

 

 

Tanto para a montagem em ponte como para a montagem em placa é preciso tomar cuidado no manuseio dos componentes já que são delicados. Assim, use para a soldagem um ferro de pequena potência (máximo 30 W), e ponta fina.

A obtenção dos componentes e seu trato são os elementos mais importantes para se obter sucesso na montagem. Assim, antes de adquirir o material leia a sequência dada a seguir, e volte a acompanhá-la ao usar estes mesmos componentes:

 

a) Os transistores recomendados originalmente são do tipo BC548, mas são diversos os equivalentes que podem ser usados. Citamos por exemplo os tipos BC547, BC238, BC237. Estes transistores equivalentes têm a mesma disposição de terminais que o original, de modo que nenhuma alteração precisa ser feita com relação a sua posição de montagem. Na soldagem observe então a posição da parte chata do transistor e faça a operação rapidamente para evitar o excesso de calor.

 

b) O circuito se caracteriza por dois ciclos: o tempo durante o qual os LEDs piscam antes de parar, e a velocidade com que eles piscam neste intervalo.

 

Estes dois ciclos são determinados pelos capacitores. C3 determina o tempo durante o qual os LEDs piscam antes de se obter a parada. O valor que recomendamos é 1000 uF, mas se o leitor quiser encurtar este tempo pode reduzir este componente para 500 uF ou 470 uF e se quiser aumentar pode usar um capacitor de 1 500 ou 2 000 uF (2 200 uF).

O capacitor usado em C3 deve ter uma tensão mínima de 6 V. Na lista de material damos como tensão para este capacitor 16 V por ser este o valor mais comum no mercado.

C1 e C2 determinam a velocidade das piscadas dos dois LEDs devendo.

Portanto, ter os mesmos valores para se garantir a igualdade de probabilidade de se obter cara ou coroa. Se após a montagem o leitor observar a tendência de cair mais cara do que coroa ou vice versa, isto pode ser devido as diferenças reais de valores destes capacitores já que normalmente os eletrolíticos são vendidos com tolerâncias que podem chegar à 40%. A troca de um dos capacitores pode melhorar o desempenho do jogo.

Como no caso de C3, C1 e C2 podem ter seus valores aumentados ou diminuídos conforme se deseje menor ou maior velocidade, respectivamente nas piscadas.

Tanto na instalação de C1, como de C2 e C3 deve ser observada a polaridade que é marcada no corpo do componente.

 

c) Os resistores empregados nesta montagem são todos de 1/8 ou de ¼ W. É importante que sejam usados resistores de 10% de tolerância para que a simetria de funcionamento não seja prejudicada.

Com a utilização de resistores de 20% pode esta tolerância se somar à dos capacitores e o resultado líquido pode ser uma tendência muito grande de dar mais cara do que coroa ou vice-versa.

Os valores dos resistores são dados pelos anéis coloridos existentes nos corpos desses componentes. Observe com cuidado para não fazer trocas.

 

d) Os LEDs usados são comuns. Tratam-se de diodos emissores

de luz, ou seja, semicondutores que substituem as lâmpadas em mui-

tas aplicações.

Quando percorridos por uma corrente estes dispositivos emitem

luz cuja cor depende da composição do material usado na sua fabricação.

Existem no comércio LEDs vermelhos, amarelos e verdes, re também brancos sendo os vermelhos os de menor custo. (Figura 4)

 

 

Figura 4 – Símbolo e polaridade dos LEDs
Figura 4 – Símbolo e polaridade dos LEDs

 

 

e) O interruptor S é um interruptor de pressão do tipo "botão de campainha" que será instalado na parte frontal ou lateral da caixa do jogo. Dê preferência a utilização de um interruptor pequeno que mais facilmente possa ser instalado na caixa usada. A ligação deste interruptor ao circuito é feita por meio de fios paralelos de capa plástica.

 

f) S1 é um interruptor simples que serve para ligar e desligar o circuito. Você pode usar tanto o tipo deslizante como de alavanca dependendo naturalmente da disponibilidade da loja de materiais de sua localidade. Até uma chave HH pode ser usada como interruptor, fazendo-se a ligação dos fios em dois apenas de seus terminais, deixando-se os demais 4 sem função, conforme sugere a figura 5.

 

Figura 5 – Usando uma chave H como interruptor
Figura 5 – Usando uma chave H como interruptor

 

 

g) A fonte de alimentação para este 'circuito é formada por 4 pilhas pequenas que serão colocadas num suporte apropriado. Adquira antes o suporte apropriado. Adquira antes do suporte e somente depois escolha a caixa para a montagem para ocorrerem problemas de espaço para sua instalação. Na ligação do suporte de pilhas ao circuito observe a sua polaridade que é dada pela cor dos fios. O vermelho corresponde sempre ao polo positivo e o preto ao negativo. Um dos fios pode ser trocado por outra cor, mas não os dois.

Terminada a soldagem dos componentes na ponte de terminais ou na placa de circuito impresso você pode fazer uma prova de funcionamento antes de pensar na instalação definitiva do brinquedo na caixa.

Neste momento os LEDs já deverão começar a piscar por alguns

segundos até que somente um deles permaneça aceso.

Aperte então S e solte este interruptor. Novamente os LEDs devem piscar e depois de alguns segundos somente um ficar aceso.

Faça esta operação diversas vezes para ver se há uma distribuição mais ou menos por igual do.número de vezes que se obtém cara e que se obtém coroa.

Se um dos LEDs tender a ficar mais vezes aceso do que o outro será conveniente você trocar C1 e C2 (inverta um com o outro). Se agora com a troca passar o outro LED a ficar mais aceso estará caracterizado que o problema está neste componente. Adquira um ou dois capacitores do mesmo valor que usou para C1 e C2 e troque um ou outro experimentalmente até obter um equilíbrio para o número de vezes que se obtém cara e quase obtém coroa.

Se o circuito não oscilar, isto é, não haver o piscar dos LEDs ao se pressionar o interruptor S, comece verificando se você ligou corretamente os LEDs. Se estes estiverem certos, veja se os transistores estão bons, testando-os da seguinte maneira:

 

a) Ligue momentaneamente entre o coletor do transistor e a base um resistor de 1k. O LED ligado em seu coletor deve brilhar. Se isso não acontecer é porque ou o LED se encontra ruim, ou o transistor.

 

b) Se o teste resultar positivo e ainda o aparelho se negar a funcionar retire os transistores do circuito para uma prova com o multímetro.

 

MONTAGEM NA CAIXA

Na figura 6 temos a nossa sugestão de caixa para este jogo.

 

 

   Figura 6 – Caixa para a montagem
Figura 6 – Caixa para a montagem

 

 

É usada uma caixa plástica do tamanho aproximado de uma saboneteira com os dois LEDs no painel. Os interruptores são colocados lateralmente para facilitar seu acesso.

No caso da montagem em ponte esta poderá ser fixada por meio de parafusos no fundo da caixa e os LEDs colados em furos feitos na sua tampa.

Para a montagem em placa de circuito impresso os LEDs saem pelos furos já que a placa fica fixada a caixa por meio de separadores, conforme a figura 7.

 

 

Figura 7 – Usando separadores
Figura 7 – Usando separadores

 

 

Q1, Q2 - BC548 - transistores (ou equivalentes)

LED1I, LED2 - Diodos emissores de luz - um vermelho e outro verde

R1, R2, R3, R4 - 560 ohms X 1/8 W resistores (verde, azul, marrom)

R5, R6, R7, R8, R9 – 10 k X 1/8 W - resistores (marrom, preto, laranja)

C1, C2 – 22 uF X 16 V - capacitores eletrolíticos

C3 - 1000 uF X 16 V - capacitor eletrolítico

S - interruptor de pressão

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Mundo diferente (OP203)

Em plena pandemia já estamos nos preparando para o mundo diferente que teremos a partir de agora. A disruptura que está ocorrendo está mudando nossos hábitos de uma forma que sabemos ser irreversível. Os hábitos de compras, os eventos, festas, o ensino, tudo mais deve mudar com o uso predominante da tecnologia.

Leia mais...

Pensamentos
Os grandes pensamentos vêm do coração.
Vauvenarques (1715 1747) Reflexes e Máximas - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)