O Site do Hardware Livre - OSHW

Para que servem nossos circuitos? (CIR000b)

Não há dúvida que ter uma grande quantidade de circuitos práticos numa biblioteca tem finalidades importantes. É por esse motivo que mantemos esta seção que, no momento em que escrevo este artigo tem mais de 13 000 deles selecionados, dos quais nem a metade está ainda disponível (*). No entanto, alguns leitores têm nos questionado sobre o porque que termos circuitos que usam componentes que já não estão mais disponíveis, de tecnologias superadas ou ainda blocos simples que a maioria não precisa ter para montar. Existe sim um bom motivo e isso ficará claro neste artigo que passamos a incluir na própria abertura de nossa seção.

(*) Na verdade, temos uma programação que faz com os circuitos entrem gradualmente e conforme sua solicitação pela pesquisa no Google. Assim, se ao digitar um tema no Google e ele tem um circuito em nossa seção que ainda não entrou no site, ele entra automaticamente. Isso é possível através de uma ferramenta que estamos utilizando. Não colocamos todos simultaneamente, pois a busca do Google não conseguiria se atualizar com sua presença;

Por que ter uma infinidade de circuitos de todos os tipos com as mais diversas tecnologias, de todas as épocas, alguns até repetitivos e usando componentes que não mais existem num site de consulta? Para que serviriam?

Partindo dessas perguntas controvertidas vamos dar uma boa explicação sobre a existência de nossa seção.

 

Ideias de Configurações

Um primeiro ponto importante que justifica a presença de circuitos de todos os tipos, mesmo que tenham mesma finalidade, é o fato dos projetistas, estudante, professores e outros interessados poderem escolher aquela que mais se adapta a seu projeto ou a sua finalidade.

Para um professor, ter a mesma finalidade, por exemplo, um oscilador, mas mostrando as diversas maneiras como ele pode ser elaborado, é de extrema importância para o aprendizado.

Também é importante saber como um mesmo circuito pode ser elaborado de diversas maneiras, pois isso pode servir de parâmetro para o uso equivalente de tecnologia atual.

Outra possibilidade é importante está no fato de que uma mesma finalidade pode ser alcançada não apenas usando configurações diferentes, mas componentes de tecnologias diferentes. Por exemplo, um oscilador pode usar unijunção, diodo tunnel, transistor bipolar, FET, circuito integrado TTL, CMOS ou mesmo amplificador operacional.

E, vejam que muitas das configurações feitas com componentes antigos podem facilmente ser adaptadas para usar componentes modernos. Um oscilador ou amplificador para instrumentação com um amplificador operacional “antigo” como o 741 pode ser adaptado para um equivalente de baixo consumo (LVT) capaz de interfacear diretamente com microcontroladores.

E, mais ainda, em muitos dos projetos as fórmulas que possibilitam o cálculo dos componentes principais são dadas.

 

Ideias para projetos

Uma boa parte dos circuitos apresentados consistem em soluções finais para uma aplicação, ou seja, são aparelhos completos que podem ser usados numa aplicação práticas sem a necessidade de nenhum circuito ou recurso adicional.

Estes projetos completos são muito interessantes, pois servem de ideia para uma aplicação que ainda não tenha sido explorada com tecnologia moderna, ou ainda para uma aplicação que até então não tenha sido imaginada.

Assim, temos circuitos que, aproveitando a ideia básica e algumas das configurações usadas em suas etapas podem perfeitamente ser adaptados para funcionar com microcontroladores.

Uma boa quantidade dos circuitos pode ser implementado com um PIC, Arduiino ou outro microcontrolador.

A pesquisa das ideias pode levar a TCCs e até mesmo produtos para serem industrializados muito interessantes. Os makers e os STEMers podem tirar muito proveito das milhares de ideias que fornecemos.

 

Blocos Construtivos

Outra possibilidade interessante que deve ser analisada ao percorrermos esta seção é que muitos circuitos podem funcionar como blocos construtivos, fazendo parte de muitos mais elaborados.

Muitos circuitos de amplificadores ou processamento de sinais de sensores pode ser usados diretamente como shields de entrada para microcontroladores. Com pequenas adaptações podem ter suas saídas adaptadas para excitar tanto as entradas analógicas como digitais de microcontroladores.

A própria ideia básica do bloco pode ser modificada para utilizar componentes de tecnologia mais moderna, principalmente levando em conta as baixas tensões de operação dessas aplicações. O simples estudo da configuração pode ser de enorme utilidade para o desenvolvimento de blocos ou shields de funções equivalentes com componentes de tecnologia atual.

Na verdade, os leitores vão verificar que os circuitos com numeração mais alta também incluem aplicações que já usam componentes das últimas gerações.

E são muitas as gerações de componentes e tecnologias abordadas que o leitor verá no próximo item quando tratarmos do aspecto histórico.

Também temos os blocos de circuitos que podem ser usados como shields de saída ou controle para microcontroladores.

Circuitos de interfaces ópticas que podem ser adaptadas para funcionar praticamente com qualquer tensão, incluindo as obtidas nas saídas dos microcontroladores, circuitos de acionamento de motores, solenoides, relés e muitas outras cargas podem ser usados diretamente com microcontroladores ou adaptados.

E, é claro temos ainda circuitos de apoio de importância para as mais diversas aplicações, incluindo as fontes de alimentação, circuitos de proteção, filtros, portas lógicas e muito mais.

As portas, em especial são importantes para a eliminação dos problemas de latência em microcontroladores (capazes de prejudicar o desempenho de um bom projeto) e que tornam a eletrônica digital e seus circuitos cujo conhecimento é de vital importância em nossos dias, mesmo que muitos pensem que os microcontroladores podem fazer tudo (o que não é verdade).

Em artigo específico vamos tratar desse assunto.

 

Aspecto histórico

Um aspecto importante de nossa seção principalmente para quem ensina ou estuda eletrônica é o histórico. Se bem que na nossa vida profissional tenhamos vivido mais de 60 anos de eletrônica “ao vivo” o site e esta seção vão além.

Temos circuitos que nos remetem ao início do século passado como da velha tecnologia da válvula (que é melhor explorada em nosso site de válvulas, como do início da era do rádio, com receptores de galena, detectores usando as mais estranhas configurações e coisas que somente os nossos avós tenham ouvido falar como “descobertas importantes”.

Para quem está fazendo um TCC o enriquecimento do trabalho com circuitos equivalentes de diversas épocas é sensacional e mesmo para os professores que desejam enriquecer suas aulas mostrando “antes era assim, depois foi assim e agora é assim” é muito importante.

Dizem que temos a mania de esquecer nosso passado (falando de nosso povo). Neste site e nesta seção, assim como a de “história da eletrônica” não fazemos isso.

 

De onde obtemos os circuitos

Durante nossos mais de 60 anos de eletrônica colecionamos uma infinidade de revistas técnicas, publicações e livros que hoje formam a biblioteca que já não está cabendo em minha casa.

Ainda bem que uma boa parte de livros que eu possuía hoje já podem ser obtidos digitalizados, que permite que aos poucos eu vá tendo o espaço de minhas estantes desocupados.

Como digo sempre quando cito esquemas e artigos de publicações que não são minhas, “não posso copiar inteiramente um texto de um livro ou de outra publicação”, mas posso tomar uma imagem (um circuito) como referência e produzir da minha própria autoria um texto que o explique. Da mesma forma, posso pegar um circuito de um fabricante e indicar sua fonte quando ele permite.

Assim, os circuitos que fazem parte de nossa seção são obtidos dessa maneira. Folhando as publicações, sempre que encontro uma ideia que possa interessar aos nossos leitores, analiso, escaneio e produzo o meu próprio texto, indicando sua origem.

Temos finalmente artigos ou simples circuito que são enviados por nossos leitores. Colecionamos muitos deles que, em épocas passadas, eram publicados por uma revista técnica numa seção especial de nossa autoria.

 

Como o leitor pode contribuir

Nossa seção “Banco de Circuitos” é aberta a todos. Se você desenvolveu um circuito e deseja vê-lo publicado, envie-nos. Analisaremos e certamente o colocaremos no site com o seu nome.

 

 

 

BUSCAR DATASHEET


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Opinião

Mês de Muito Trabalho (OP197)

   Estamos em setembro de 2018 e continuamos com nosso trabalho, realizando palestras, viagens, escrevendo artigos, livros e muito mais. Em nossas duas últimas palestras, uma na Uninove e a outra na ETEC Albert Einstein, ambas de São Paulo, pudemos constatar de forma bastante acentuada um fato importante , que constantemente salientamos em nosso site desde seu início. 

Leia mais...

Televisão
A televisão matou a janela.
Nelson Rodrigues - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)