Como Fazer Corretamente a “Chupeta” (ART1202)

Escrito por Newton C Braga

Não se recomenda ligar em paralelo com a bateria esgotada de um carro, uma bateria carregada para dar a partida, principalmente nos carros modernos. A eletrônica sensível desses carros pode sofrer as consequências com danos aos circuitos.

No entanto, paracarros antigos e mesmo em situações de emergência admite-se a chamada “chupeta” que exige o emprego de cabos grossos, normalmente encontrados à venda nas seções de automotivos até mesmo de supermercados.

O que se faz então é ligar a bateria carregada separada ou de um carro que estaciona frente com o carro com a bateria esgotada, para fazer a interligação. A interligação é feita com cabos do positivo para o positivo e do negativo para o negativo.

 

Feita essa conexão observe os seguintes cuidados ao realizar a chupeta:

a)     Certifique-se de que todos os equipamentos e dispositivos dos dois carros, como lanternas, faróis, sistemas de ignição, alarmes, som, estejam desligados.

b)     Certifique-se de que as baterias dos dois carros estejam especificadas para a mesma tensão, normalmente 12 V. Isso é importante porque existem carros antigos que usam baterias de 6 V. Também é importante que as capacidades de corrente (Ah) das baterias dos dois carros tenham valores bem próximos.

c)     Remova as proteções das baterias de modo a expor os terminais. Se as baterias não forem do tipo selado, verifique o nível da água da que necessitar usando água destilada. Evite a água de torneira, pois contém impurezas. Apenas empregue-a numa situação de extrema emergência, mas sabendo que a vida útil de sua bateria estará comprometida. Para sair de uma situação crítica, num local perigoso, por exemplo.

d)     Se a bateria não for selada, cubra as aberturas com um papelão ou outro objeto para evitar ocorra um esguicho perigoso quando a partida for dada ou mesmo a segunda bateria conectada.

e)     Inicialmente, dê a partida, com a bateria boa e mantenha o carro ligado por alguns minutos para aquecer.

f)       Depois, tente dar a partida com a bateria enfraquecida. Se o carro pegar, deixe-a ligada por algum tempo, o suficiente para aquecer o motor e também para fornecer uma pequena recarga a bateria esgotada, se ela ainda admitir carga e se o sistema de carga (alternador) estiver em boas condições. Se isso ocorrer vá diretamente ao item i. Caso contrário veja o item seguinte.

g)     Se o carro não der a partida, ligue os cabos entre as baterias, um cabo de cada vez observando a polaridade e dê a partida com as duas baterias. Dê a partida. Se o carro pegar, mantenha as duas baterias conectadas por pelo menos 15 minutos, tempo necessário para a recarga da bateria esgotada, se ela ainda admitir carga e se o sistema de carga (alternador) do veículo estiver em bom estado. Depois desconecte a bateria externa ainda com o carro em funcionamento.

h)     Se o carro continuar funcionando, é sinal que a bateria aceitou alguma carga e estará sendo carregada. Deixe o carro ligado por mais pelo menos 15 minutos. No entanto, procure seu eletricista para saber porque a bateria perdeu a carga. Se o carro parar, a bateria não terá mais condições de uso. Procure seu eletricista de automóveis urgentemente.