Rede automotiva 1394 (COL007)
O Site do Hardware Livre - OSHW

Rede automotiva 1394 (COL007)

Veja neste padrão adotado pela Fujitsu para atender a grande demanda de dados numa rede automotiva para o entretenimento.

 

 

Os automóveis fabricados no Brasil em sua maioria tem como em seu sistema de rede como padrão os protocolos CAN-bus e LIN. Estes dos protocolos atendem bem a todo o sistema de gerenciamento e acinamento dos dispositivos de um automóvel, com todas as suas normas de segurança, principalmente quando o futuro dos automóveis migre para o X-by-wire (a troca de partes mecânicas por eletrônicas). Porém uma coisa que vem evoluindo cada vez mais nos automóveis são os equipamentos que fazem o entretenimento dos seus ocupantes. Atualmente os equipamentos da área de entretenimento não se limita ao aparelho de CD ou um display LCD para reprodução de filmes em DVD, e sim ter um display de LCD para cada um dos 4 ocupantes do veículo, veja a figura 1, onde cada um assiste a um determinado tipo de programa ou filme em formato Blu-Ray, além de visualizar o que acontece fora do veículo através das câmeras externas, além de acesso internet, celular, músicas e jogos. Para atender a esta demanda de bits por todo o sistema, a Fujitsu desenvolveu uma serie de controladores baseado no protocolo IEEE 1394, os mesmos padrões utilizados pelo padrão FireWire da Appel, do i.Link da Sony e do Lynx da Texas Instruments.

 

Figura 1 – A rede de entretenimento dentro de um automóvel.

 

O início

No início o padrão da rede IEEE 1394 era uma tecnologia de comunicação serial de alta velocidade, que trafegava os dados a 400 Mbps. A versão seguinte, a 1394a, foi adicionada algumas funcionalidades, entre elas está o streaming assincrono e a concatenação de pacotes. Na versão 1394b houve um aumento na taxa de transferência para 800 Mbps e a versão mais recente suporta de 1600 e 3200 Mbps.

 

 

Os tipos de transmissão

O padrão de transmissão 1394 pode ser assincrona que garante a entrega dos pacotes da dados porém não garante o tempo em que será entregue, pois caso o dispositivo final não confirme o recebimento do pacote de dados a central envia novamente o pacote de dados, e o a transmissão sincrona que garante o tempo de entrega do pacote de dados mas não confirma o recebimento.

No método assincrono é utilizado por exemplo no controle de troca de faixa de música, onde o usuário envia o sinal a central e a central precisa executar a tarefa até que ela aconteça. No formato sincrono é utilizado para enviar vídeos e som, que não precisa a confirmação, caso um pacote de dados não chegue a um display, por exemplo, ele se perde pois o dispositivo terá que estar preparado para receber o outro pacote. O diagrama de blocos do protocolo IEEE 1394 é mostrado na figura 2.

 

Figura 2 – Diagrama do protocolo IEEE 1394.

 

 

Vantagens do 1394

Além da vantagem do sistema 1394 sobre a banda de tráfego de dados, existe outro ponto positivo na utilização da mesma, que é a implementação do DTCP (Digital Transmission Content Protection) nos próprios componentes da Fujitsu, em alguns outros sistemas concorrentes essa proteção de dados deve ser feita com componentes a parte, além da programação que deve ser desenvolvida a parte.

Os outros sistemas, por terem uma taxa de transmissão restrita se faz necessário a compressão dos dados e a descompressão, por este motivo existe uma latência na transmissão de imagens. Quando a transmissão é se um filme por exemplo pode passar desapercebido, porém qual uma câmera externa passa informações para um display, fica claro esse delay. Isso porque toda a informação precisa ser codificada, transmitida e decodificada.  Na figura 3 temos um diagrama explicando todas as etapas da transmissão de dados no sistema MOST150.

 

Figura 3 – A latência na rede MOST150 por causa do processo de compressão.

 

 

O MB88395

A proposta da Fujitsu para a alta demanda de dados para um sistema de entretenimento dentro do veículo é o MB88395 que utiliza o protocolo de rede do 1394 para gerenciar todo o sistema, podendo ser conectado a diversos dispositivos que utilizam o trafego de imagens de alta-definição (Blu-Ray), sistema de navegação via GPS e câmeras de vídeo instaladas no veículo. O Fabricante implementou nesta família o SmartCODEC que tem como objetivo de compactar os dados internamente, sem a necessidade de adicionar elementos externos que tenham este trabalho.

 

 

Conclusão

Sabemos que a Fujitsu não tem uma participação no mercado brasileiro no que diz respeito a componentes eletrônicos, porém é importante o leitor conhecer esta nova tecnologia, pois com a globalização, veículos vindo do outro lado do globo (Japão, China e Coreia) poderão estar rodando em breve pelo pais.

Até mesmo para os projetistas que estejam desenvolvendo uma nova plataforma de entretenimento automotivo, conhecer as tecnologias que estão sendo usadas pelo mundo é de grande importância.

 

Saiba Mais

http://us.fujitsu.com/micro/1394

 

Artigos Relacionados

BUSCAR DATASHEET


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Opinião

Fim de Férias (OP184)

Para os leitores que estudam ou ensinam e que nos acompanham, agosto marca o término das férias de meio ano. Também para os leitores que trabalham com eletrônica, o mês de agosto também encerra a temporada em que viajam com a família e os filhos justamente devido as férias.

Leia mais...

Silêncio
O homem que cala e ouve não dissipa o que sabe, e aprende o que ignora.
Marquês de Maricá (1773 - 1848) - Máximas - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)