O Site do Hardware Livre - OSHW

Controle de motor de passo com o L6506/D (MEC062a)

Motores de passo são usados em muitas aplicações que envolvem o posicionamento preciso de peças mecânicas. Isso significa que esses componentes são encontrados em muitos dispositivos embarcados e mesmo equipamentos eletrônicos de uso no automóvel.

A ST Microelectronics (http://us.st.com) possui uma ampla linha de produtos destinados ao controle de movimento, tais como o controle de motores de passo e o controle de motores DC.

Destacamos o L6506 e L6506D que consiste em controles de corrente para motores de passo, encontrados em invólucros DIP18 e SO20, conforme mostra a figura 1.

 

 L6506 e L6506D
L6506 e L6506D

 

Esses controles são especialmente indicados para serem usados com os circuitos integrados L293, L296, L7150 e L6114/15, consistindo num drive de corrente constante para cargas indutivas.

Trata-se portanto do dispositivo ideal para ser usado no interfaceamento de lógica com o motor de passo.

Outra característica importante desse componentes é a possibilidade de se sincronizar dois ou mais dispositivos usando o pino sync. Nessa modalidade de operação, o oscilador no chip mestre fixa a freqüência de operação nos dois chips associados.

Na figura 2 temos o diagrama de blocos desse componente.

 

Diagrama de bloco do L6506 e L6506D.
Diagrama de bloco do L6506 e L6506D.

 

O dispositivo opera em conjunto com drivers duplos de ponte como o L298, ou arrays de transistores Darlington como o L7150 ou arrays de transistores DMOS como os l6114 e L6115.

Também podem ser excitados transistores de potência discretos de modo a se excitar tanto motores de passo como cargas similares.

A função do dispositivo é sensoriar a corrente em cada enrolamento dos dispositivos controlados.

A pinagem para os dois invólucros disponíveis é mostrada na figura 3.

 

Pinagem para os dois tipos de invólucros, DIP18 e SO20.
Pinagem para os dois tipos de invólucros, DIP18 e SO20.

 

 

Características

Tensão máxima de alimentação: 10 V

Tensão máxima dos sinais de entrada: 7 V

Dissipação máxima: 1 W (DIP18) e 0,7 W (SO20)

Faixa de tensões recomendadas: 4,5 a 7 V

Corrente quiescente máxima: 25 mA

Tempos de resposta típico: 0,8 us

 

Finalmente, na figura 4 temos um circuito típico de aplicação desse componente.

 

Um circuito típico de aplicação.
Um circuito típico de aplicação.

 

BUSCAR DATASHEET


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Opinião

Mês de Aniversário (OP182)

Este é um mês especial para nós. Completamos nosso nono ano de existência, com muito trabalho e ainda sem esgotar a vasta coleção de coisas que temos para levar aos nossos seguidores. São novos artigos, artigos antigos para serem recuperados, pois têm valor apenas histórico como didático, novos canais como os vídeos no Youtube, novos livros e uma grande programação de palestras e eventos.

 

Leia mais...

Remédios
Quase todos os homens morrem de seus remédios e não de suas doenças.(Presque tous les hommes meurent de leurs remedes ET non de leurs maladies.)
Molire (1622 1673) O Doente Imaginário Ato III - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)